Volta às aulas de modo presencial é alvo de protesto por professores

0
O ato ocorre em frente a Secretaria de Educação (Seduc) (Foto: Sintese)

Em mais uma agenda de manifestação, o Sindicato dos Professores de Sergipe (Sintese) se posicionou contra o retorno presencial das atividades escolares a partir desta segunda-feira, 10, como previsto pelo Governo do Estado. De acordo com a categoria, a volta às aulas deveria ocorrer somente após vacinação dos profissionais de educação, além da adequação das escolas aos protocolos sanitários.

Segundo a presidente do Sintese, Ivonete Cruz, ainda não há perspectiva para o início da vacinação dos professores em Sergipe. “Recebemos a informação, através da nossa assessoria, de que o estado da Bahia começou a vacinar hoje os professores. E o estado de Sergipe? Começará quando?”, questiona a presidente do Sintese, Ivone Cruz.

Ivonete Cruz, presidente do Sintese (Foto: Sintese)

Ainda de acordo com ela, não houve uma preparação adequada para um volta gradual e segura das aulas presenciais. “Nós não temos uma política de testagem séria, além disso, as condições das escolas são precárias. Por isso conclamamos aos pais que não levem suas crianças para a escola”, ressalta.

O vice-presidente do Sintese, Roberto Silva, também ressalta os questionamentos feitos por Ivonete. “A ideia desse ato é repudiar a decisão do Governo de Sergipe sobre a volta presencial das aulas. Na nossa avaliação o Governo poderia estabelecer uma campanha de vacinação imediata para os profissionais de Educação, fazer a testagem e garantir as condições sanitárias, mas infelizmente isso não está acontecendo”, avalia o vice-presidente do Sintese, Roberto Silva.

Vice-presidente do Sintese, Roberto Silva (Foto: Sintese)

Na visão do sindicalista, seria preciso garantir primeiro o retorno às aulas de maneira segura, com a vacinação dos professores e demais medidas sanitárias, para então se debater a volta das atividades presenciais. “Foi uma decisão unilateral do Governo em de retorno das aulas sem garantir a segurança necessária em um dos piores momentos da pandemia no Brasil, com uma média diária de mortos acima de duas mil”, argumenta.

Seduc

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura informa que dos 43.326 alunos matriculados nos 1° e 2° anos do ensino fundamental da rede pública de ensino de Sergipe, apenas 6.678 são da rede estadual, ou seja, 15%. Informa ainda que 85% dos alunos autorizados a voltarem às aulas presenciais no dia de hoje (10/05) estão matriculados nas redes municipais, ou seja, cabe aos municípios a prerrogativa de decidir ou não pelo retorno presencial.

A Seduc ainda destaca que das 324 escolas estaduais, 96 delas ofertam essa modalidade, cabendo aos pais e responsáveis o autorizo dos alunos às salas de aulas. Das 96, nesta segunda-feira, 10, 54 delas retornaram com as aulas presenciais. Os matriculados na rede estadual autorizados a retornarem serão acolhidos pela equipe técnica da escola com total segurança e infraestrutura dotada de equipamentos de proteção individual e coletivo, como determina a Organização Mundial de Saúde, além de uso de máscara obrigatória.

Cerca de R$ 14 milhões foram depositados nas contas das 325 escolas para ajudar com medidas sanitárias e projetos. Desde o dia 20 de abril que a rede estadual está com aulas pelo canal aberto TV Estude em Casa. Essas ações estão vinculadas ao portal Estude em Casa lançado pela Seduc com mais de 10 mil conteúdos parar dar suporte aos professores, alunos e pais/responsáveis.

No fim de abril, o governador anunciou a inclusão dos profissionais de Educação na vacinação contra a Covid-19. Já na última quinta-feira, 6, Belivaldo Chagas solicitou que os municípios enviassem a lista de profissionais, no máximo, até a próxima quarta-feira, 12, para que o Estado possa iniciar a vacinação dos trabalhadores da área que retornarão às atividades presenciais. A rede estadual já está com o seu levantamento pronto e o governo aguarda apenas o envio das listas dos municípios e da rede particular de ensino.

por João Paulo Schneider 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais