Boroni quer a contratação de reforços

0

O técnico do Sergipe, Natal Boroni, disse ontem que pretende ter uma conversa com a diretoria para solicitar mais dois reforços, visando o Campeonato Brasileiro da Série C. Segundo ele, o clube ainda necessita de um meia de preferência que faça o elo de ligação entre o meio-campo e o ataque e mais um atleta de frente que seja de qualidade e que faça gols que a torcida tanto espera. Segundo Boroni, o Sergipe não terá moleza nesta competição e o primeiro desafio será logo na estréia, diante do Corinthians, domingo, no Estádio Feijó, em Maceió. Apesar das dificuldades, ele considera que a sua equipe mesmo jogando fora de casa tem chances de conquistar uma vitória. O zagueiro Antonio Carlos se apresentou ontem pela manhã, no Estádio João Hora, quando iniciou os trabalhos fisicos, sob a coordenação do fisicultor Carlos Alberto Silva. À tarde, ele esteve participando de um treino técnico e tático, com o treinador Natal Boroni. O novo reforço disse que está muito feliz por ter assinado com o time rubro e que agora só pensa em trabalhar e se dedicar aos treinamentos, com o objetivo de assegurar uma vaga entre os titulares. Caixinha O goleiro Shumacher disse que foi criada uma caixinha entre os jogadores, com objetivo de manter a disciplina e ordem dentro do grupo. Ele ressaltou que serão respeitadas algumas regras tais como: não chegar atrasado, não deixar o material jogado em qualquer lugar, assinar o livro de ponto diariamente, chegar no horário previsto no campo de jogo, cartões amarelos e vermelhos por indisciplina e bagunça no interior do ônibus. O presidente da caixinha é o zagueiro Rogério e o tesoureiro o goleiro Shumacher. Segundo eles, o dinheiro arrecadado será revertido entre os atletas no final do ano. A menor multa, que é chegar atrasado no treino custará R$1,00 e a mais cara, que é receber cartão vermelho por indisciplina, pode chegar até R$ 20,00.

Comentários