CBF revitaliza Estaduais

0

Durou pouco o calendário quadrienal, lançado pela CBF e Rede Globo em 2001, com apoio do Ministério do Esporte e autoridades esportivas, como Edson Arantes do Nascimento e João Havelange, entre outros menos cotados. Na última segunda-feira, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira reuniu na nova sede da entidade, no Rio de Janeiro, os presidente das federações do Nordeste, para apresentar as diretrizes e a nova estrutura do futebol do profissional no Brasil. “A filosofia desse novo projeto é privilegiar e fortalecer os certames estaduais, que serão revitalizados e servirão como base e pré-requisito, para todas as competições nacionais e internacionais”, disse o presidente da FSF José Carivaldo Souza, participante da reunião. Segundo Carivaldo Souza, essas reuniões serão regionalizadas. Esta semana foi com o pessoal do Nordeste, apenas com a ausência de federação pernambucana. Participaram os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Sergipe e Bahia. Na próxima semana deve ser com o pessoal do Norte, depois a Região Sul e por fim, a Região Sudeste. A mudança mais radical nessa nova estrutura foi a extinção dos Campeonatos Regionais, como Rio São Paulo, Copa Norte e o Campeonato do Nordeste. Para muitos esses campeonatos se apresentavam como a salvação dos clubes da região. Eles podem até acontecer em 2003, mas com custo e risco dos organizadores e participantes, uma vez que a Rede Globo deixa de patrocinar essas competições. Como fica – A partir de 2003, o Campeonato Brasileiro terá a duração de oito meses, enquanto os estaduais terão três meses de duração. Os estados que não têm equipes na Série A, podem estender os estaduais até o mês de julho. Alguns desses certames estaduais serão patrocinados pela Rede Globo e outros terão patrocínio direto da CBF, que vai liberar uma verba especial para as federações. – O importante é que os estaduais ficam valorizados, passam a ter um peso especial, como pré-requisito para todas as competições promovidas pela CBF. Uma prova dessa mudança é que a Copa do Brasil de 2003 será disputada pelos campeões e vice-campeões estaduais. No nosso caso, Confiança e Itabaiana, respectivamente. Acabou a época do convite, concluiu Carivaldo Souza, anunciando para os meses de novembro e dezembro, a realização do Sergipano da Segunda Divisão.

Comentários