Workshop visa fortalecer eventos esportivos

0

(Fotos: Portal Infonet)

Na tentativa de fortalecer e disseminar o conhecimento técnico-científico do desenvolvimento de softwares com foco na demanda crescente dos grandes eventos que o Brasil estará sediando em 2014 e 2016, Sergipe sediou entre os dias 19 e 20 de abril o ‘Workshop Tecnologias da Informação e Comunicação nos Grandes Eventos Esportivos do Brasil’.

O workshop já foi realizado em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Já Sergipe é o pioneiro da região Nordeste. Em dois dias do evento, foram proferidos palestras, apresentação de artigos, debates, sessão de pôsteres e o lançamento do livro ‘TIC e Educação’ organizado pelos pesquisadores Henrique Nou Schneider e Geovânia Carvalho, da Universidade Federal de Sergipe.

A solenidade de abertura contou com as presenças do presidente da Fapitec, Ricardo Santana, do vice-reitor da UFS, Ângelo Antoniolli, do diretor-presidente do SergipeTec, Marcos Wandir Nery Lobão, do Secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, Oliveira Junior. Também participaram o secretario de Inovação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Nelson Fujimoto, do representante do Ministério dos Esportes, Vitor Protázio, além do coordenador geral de serviços e programas de computador do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Rafael Moreira.

Representante do Ministério dos Esportes, Vitor Protázio

Participante do evento, o representante do Ministério dos Esportes, Vitor Prótázio, destacou a importância do workshop para alavancar os eventos esportivos. “Tem a importância da gente começar a preparar as futuras gerações na parte de TI e Comunicações pra preparar o Brasil pros grandes eventos esportivos. O Brasil está num cenário agora de Copa do Mundo, Copa das Confederações, logo depois, as olimpíadas, além disso, estamos recebendo grandes eventos e shows internacionais uma mudança nos últimos tempos. Com essas mudanças, estamos preparando as futuras gerações e preparando os negociantes locais pra desenvolver tecnologias capazes de suportar esses mega eventos. O Ministério dos Esportes dá todo o apoio, todas as iniciativas sejam acadêmicas ou não e que possam promover e garantir o sucesso dos eventos esportivos no Brasil”, diz.

Ao ser questionado se dará tempo o Brasil terminar as obras previstas para os eventos esportivos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas, Vitor Protázio, garantiu que sim. “O Brasil tem feito grandes eventos ao longo do tempo, corridas de Fórmula 1, Carnaval grandioso, show de grande porte e até já fizemos Panamericano. O histórico do país demonstra que a gente tem capacidade de realizar grandes obras de grandes eventos, vamos correr e vai ficar tudo certo a medida do possível”, garante.

O WTICEE foi realizado pelo Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), através do C3TI e pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), através do Departamento de Ciência da Computação e do programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Sociedade Brasileira de Computação (SBC).

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais