Almeida Lima é eleito presidente da CMO

0

Foto: Agência Senado
O senador Almeida Lima (PMDB-SE) foi eleito, nesta terça-feira (24), por aclamação, presidente da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) para o ano de 2009.

Após ter sido empossado pelo ex-presidente do colegiado, deputado Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS), Almeida Lima dirigiu a escolha, também por unanimidade, do 2º vice-presidente e do 3º vice-presidente – respectivamente o senador Jayme Campos (DEM-MT) e o deputado João Dado (PDT-SP). O 1º vice-presidente será eleito na reunião desta quarta-feira (25).

Almeida Lima agradeceu o apoio recebido de todos os parlamentares e elogiou o deputado Mendes Ribeiro Filho pelo trabalho desenvolvido na comissão em 2008. Ele também se comprometeu lutar pela elaboração de uma peça orçamentária que dê condições ao país de enfrentar todas as dificuldades criadas pela crise econômica mundial.

Respondendo a questionamento da imprensa, ele negou defender no colegiado sobretudo interesses do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

“Serei porta-voz de todos os senadores e de todos os deputados, e entre todos os senadores, também de Renan Calheiros, até porque ele é o líder do meu partido. Mas não esqueçam, exercerei uma presidência de forma republicana, no seu preciso termo, na sua precisa expressão, tratando a coisa pública como a coisa de todos, do povo. Esta será sem dúvida a minha grande missão: tornar o instrumento orçamentário uma lei que venha proporcionar o engrandecimento da nação brasileira”, disse.

Durante a reunião, Almeida Lima lembrou o término do prazo, no próximo dia 29, para a indicação, pelas lideranças partidárias, do relator do Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2010, bem como do relator da receita e dos relatores setoriais. Ele lembrou também a necessidade de indicação, até o final do mês, dos membros e coordenadores dos seguintes comitês: Comitê da Avaliação, Fiscalização e Controle da Execução Orçamentária; Comitê de Avaliação da Receita; Comitê de Avaliação das Informações sobre Obras e Serviços com Indícios de Irregularidades Graves e Comitê de Exame da Admissibilidade de Emendas.

Fonte: Agência Senado

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais