Câmara Municipal vai debater ações contra o crack

0

Câmara Municipal de Aracaju (CMA) está empenhada em realizar, se possível logo no início dos trabalhos do segundo semestre, uma Sessão Especial para exposição e debate do Programa Estadual de Enfrentamento ao Crack. Para falar sobre o assunto, será convidada a primeira dama do Estado, Eliane Aquino, que está à frente do programa, e toda a sua equipe.

“O objetivo é tornar a Câmara uma parceira nesse trabalho desenvolvido pelo governo, de grande relevância para a sociedade”, enfatiza Emmanuel Nascimento, presidente da Casa.

Autor do requerimento nº 1480/2010 para realizar a sessão, Nascimento destaca que o mesmo foi aprovado por todos os demais vereadores de Aracaju. No documento, o parlamentar sugere que seja convidada Eliane Aquino e sua equipe, bem como representantes dos órgãos envolvidos no programa, para participarem da sessão. “Esperamos que ela e/ou a equipe possam comparecer”.

De acordo com o vereador, ao lançar este programa, primeira dama mais uma vez deixou claro a sua preocupação com a sociedade. “É uma pessoa simples e humilde, que demonstra não valorizar a autopromoção e que está focada sempre no trabalho social, desde a época da Missão Criança, hoje Instituto Recriando, que desenvolveu grandes projetos no bairro Santa Maria”.

Para acompanhar esse trabalho do governo do Estado, a Câmara criará a Frente Parlamentar de Combate ao Crack, através do requerimento nº 1523/2010, também de autoria de Emmanuel Nascimento que, através de outro requerimento (1481/2010) solicitou o envolvimento e colaboração do Poder Legislativo de Aracaju no Programa Estadual de Enfrentamento ao Crack. Ambas as proposituras foram aprovadas pelos demais vereadores.

O parlamentar enfatiza que a intenção é envolver o Legislativo nesse trabalho de grande amplitude social. “O crescimento do consumo de drogas em Aracaju e no Estado, principalmente do crack, preocupa toda a sociedade. É uma situação de afeta diretamente os jovens e todos nós devemos combater esse mal juntos”, frisa o presidente da CMA. “Talvez esse programa seja uma das maiores obras desse governo, comprometido com o povo sergipano”.

Fonte: CMAju

Comentários