Diretório Municipal expulsa Palhaço Soneca do Cidadania

0
Palhaço Soneca participou da Festa do Mastro durante licença médica (Foto: Grupo WhatsApp JP&Ana)

A Direção Municipal do Cidadania em Aracaju decidiu acatar a recomendação do Conselho de Ética expulsando o vereador  Alexsandro da Conceição, o Palhaço Soneca, do quadro de filiados da agremiação partidária. A decisão ainda cabe recurso junto ao diretório municipal e as demais esferas do partido.

De acordo com a nota encaminhada à redação pelo Diretório do Cidadania Aracaju, o motivo da expulsão do vereador ocorreu após representação encaminhada ao diretório no caso do parlamentar estar de licença médica das atividades parlamentares e frequentar a Festa do Mastro no município de Capela.

“A Direção Municipal do Cidadania Aracaju decidiu por acatar a recomendação do Conselho de Ética desta instância, expulsando o Vereador Palhaço Soneca do quadro de filiados desta agremiação partidária, em face da representação encaminhada por este diretório, em decorrência dos fatos relacionados a sua licença da Câmara de Vereadores de Aracaju. O Cidadania por meio desta nota reafirma seu compromisso com a conduta política baseada na ética e na moral, sem qualquer flexibilização, para que dessa forma possa construir uma política em sintonia com os anseios da população.”, diz nota na íntegra.

A equipe de jornalismo do Portal Infonet não conseguiu contato diretamente com o vereador, mas a sua assessoria de comunicação informou que o parlamentar não foi notificado oficialmente até o momento e só irá se pronunciar após tomar conhecimento dos fatos.

Lembre o caso

A diretoria municipal do partido Cidadania se reuniu na noite de quinta-feira, 22, para definir o posicionamento a ser adotado para o caso de vereador Palhaço Soneca, fotografado na festa do Mastro em Capela, no mês de junho, quando estava licenciado da Câmara de Vereadores de Aracaju para tratar da saúde. A comissão do ética do Cidadania concluiu o procedimento disciplinar na última sexta-feira, 16, mas nada foi divulgado ou noticiado sobre o fato.

A Promotoria especializada na defesa do Patrimônio Público arquivou no último dia 13 o inquérito civil que apurava as circunstâncias da licença médica concedida pela Câmara Municipal de Aracaju ao vereador Palhaço Soneca por entender que não existiam provas que confirmem a conduta imprópria do vereador.

por Raquel Almeida

Comentários