Emília recorre à Justiça para garantir realização de sessões online

0

Por não concordar com a decisão do presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Josenito Vitalle (PSD), a vereadora Emília Corrêa (Patriota) impetrou um mandado de segurança pública pedindo a retomada das sessões deliberativas na modalidade remota “online”

Desde que foi declarado estado de emergência em saúde pública e o estado de transmissão comunitária do coronavírus – Covid 19, o presidente da Casa Legislativa não mais convocou sessões ordinárias e deliberativas e informou que o faria após o Poder Executivo solicitar alguma sessão extraordinária. Após ser notificado, o presidente Josenito Vitale, Nitinho, tem 48 horas para se manifestar.

Para Emília, tal postura do Presidente da Mesa Diretora enfraquece os debates locais, sobretudo as peculiaridades do enfrentamento da pandemia na cidade. “Estamos deixando de fiscalizar atos do Executivo, contratos públicos locais, licitações que foram dispensadas e o somatório dos valores vultuosos. Sem falar que poderíamos estar debatendo medidas para serem realizadas no combate ao coronavírus”, destacou.

Fonte: ascom Parlamentar

Comentários