Encontro Nacional de Vereadores reúne políticos

0

Vereador Emanuel Nascimento discursa na abertura do evento/(Foto:Heribaldo Martins)
O V Encontro Nacional de Vereadores e o XXV Congresso Brasileiro de Servidores de Câmaras Municipais foi aberto na noite de ontem, 27, no auditório do Hotel Mercure, na Orla de Atalaia. Promovido pela ABRASCAM (Associação Brasileira de Servidores de Câmaras Municipais) o evento tem o apoio da Câmara Municial de Aracaju e Federação das Câmaras de Vereadores de Sergipe.

Abrindo o encontro, o presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Emanuel Nascimento, disse que os municípios precisam de mais recursos. “O povo vive no Estado, mas é nos municípios que executam o seu trabalho diário”. Mais adiante destacou o trabalho do Legislativo que não deve ser dissociado do exercício da democracia. O deputado Albano Franco, segundo orador da noite, destacou que o Brasil tem 730 vereadores que são, em última análise, o elo de ligação com a sociedade. Finalizou desejando sucesso ao evento.

PEC dos Vereadores

O Senador Antônio Carlos Valadares, discursando na abertura do V Encontro de Vereadores afiançou que o poder Legislativo é o que configura a democracia. “A boa política começa no município”, disse ele, lembrando a luta que foi a aprovação da PEC dos Vereadores que terminou aprovada sem trazer prejuízos maiores aos legislativos municipais. Em seguida, disse que os políticos hoje são mais fiscalizados do que os bandidos e não só através do que se conhece hoje como “ficha limpa”.

Por isso, fez uma peroração em favor da reforma política. “Uma reforma consistente evitará que o Judiciário legisle em nome dos legislativos e que o Executivo legisle através de medidas provisórias”. Conclamando o povo a pôr fim à hipocrisia, falou da necessidade de se convocar uma Constituinte que modifique o papel dos três poderes. “Chega de hipocrisia. É preciso adotar o financiamento público de campanha, para que heja ainda mais transparência na política brasileira”, disse Antônio Carlos Valadares.

Nova Constituinte

O deputado Rogério Carvalho representou a Assembléia Legislativa no evento de ontem a noite e também defendeu uma Constituinte para dar melhor sentido à vida política brasileira. “E preciso que seja revisto tanto o papel do Legislativo como do Executivo”. Para ele, a atividade política ganha ares de atividade criminosa, o que torna a situação muito complicada. “Tudo isso só pode ser resolvida com uma reforma política ampla, inclusive com o financiamento público de campanha”, afiançou o parlamentar, ex-Secretário da Saúde do Estado.

“É hora de rever o que foi escrito na Constituição de 1988, para corrigir o que sem dúvida está errado”, garantiu. Com a apresentação do Coral da Câmara de Vereadores, foi encerrada a solenidade que deu a largada para os dois eventos em Aracaju. Na abertura, houve o desfile das bandeiras dos Estados brasileiros que participam do evento.

Por Ivan Valença

Comentários