Hospital Câncer: Jackson diz que emenda não basta

0

Jackson Barreto fala sobre as obras que serão executadas com o Proinveste (Fotos: Portal Infonet)

“Vamos dar início às obras do Hospital do Câncer, tão falado e decantado em poesia e verso. É uma obra de R$ 80 milhões. Não adianta falarem que liberaram uma emenda de R$ 18 milhões. Graças a Deus estamos aqui para agradecer e reconhecer quem colocou uma emenda. Mas, a obra não se faria com 18 milhões”. A afirmação foi feita em coletiva de imprensa no Palácio dos Despachos na manhã desta quinta-feira, 10 pelo governador em exercício Jackson Barreto (PMDB), sobre o início das oito obras com recursos do Proinveste.

De acordo com ele, o governador Marcelo Déda conseguiu mais R$ 14 milhões do Ministério da Saúde para o Hospital do Câncer. “Dentro do Proinveste é mais 15 milhões, o que dá 47 milhões e esta semana eu estive em Brasília com a ministra chefe da Casa Civil, Gleise Hoffmann, que nos prometeu para o mês de dezembro, a liberação de 33 milhões. Dessa forma, a gente completaria os 80 milhões para a construção do Hospital do Câncer”, ressalta Jackson Barreto.

Angélica Guimarães agradece homenagem feita ao pai

Ainda sobre o Hospital do Câncer, existe em andamento na Assembleia, um pedido de empréstimo na área social e nesse pedido nós teremos 33 milhões para a aquisição dos equipamentos.

Obras

Quanto às obras do Proinveste, o governador destacou as cobranças para o início. “A cobrança é correta, é democrática, mas nós estamos trabalhando. O Proinveste foi aprovado em maio e tivemos que correr até a sanção e a publicação, licitação, licença ambiental, buscando liberação de recursos. Tivemos que andar muito, mas passar por toda a burocracia em Brasília, pela Secretaria do Tesouro Nacional e Procuradoria da Fazenda Nacional, o que nos exigiu trabalho, tenacidade e articulação para liberar 60% dos recursos”, explica.

Momento da assinatura

“Estamos anunciando aqui ao lado do secretário de infraestrutura, Valmor Barbosa, para anunciar a primeira parcela das obras do Proinveste, a exemplo da rodovia Japoatã/Propriá, Morro da Piçarreira, construção de escola com dez salas de aula no conjunto Jardins, urbanização do São Braz e das Malvinas”, complementa.

Votação

A presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, Angélica Guimarães (PSC) destacou que “nunca prejudicamos os projetos do Executivo em benefício do povo sergipano. Tivemos alguns problemas, mas prevaleceu o diálogo e existe um entendimento até porque são obras significantes para o povo de Sergipe. O projeto dos R$ 160 milhões, que é a contrapartida dos recursos deve ser votado provavelmente na próxima semana tão logo as Comissões liberem o projeto para a pauta. O outro ainda vai tramitar. Depende muito da questão dos parlamentares e da tramitação dele nas Comissões”.

Secretário Valmor Barbosa assina ordem de serviços

Durante o discurso, a deputada comemorou a construção da rodovia ligando a sua terra natal ao município de Propriá. “Eu quero agradecer pelas obras que serão iniciadas no Estado, principalmente uma que será muito importante para a nossa região, interligando o município de Japoatã ao município de Propriá. E quero agradecer ao governador Marcelo Déda por colocar o nome do meu pai Leônidas Alves dos Santos”, ressalta Angélica Guimarães sem conseguir conter as lágrimas.

Oposição

Indagado pela reportagem do Portal Infonet se temia que a ida do deputado Adelson Barreto para o PTB, pudesse dificultar a aprovação dos projetos do Executivo na Assembleia Legislativa de Sergipe, Jackson Barreto foi enfático:

“Dificuldade nenhuma. Adelson Barreto já disse publicamente e já conversou comigo pessoalmente. Ele continua apoiando a governabilidade. Não há problema nenhum com Adelson Barreto”.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais