Infonet Pixels – Só quem tem ficha limpa poderá se candidatar

0

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado, em caráter terminativo, aprovou o projeto de lei 688/07, que impede o registro de candidatos condenados, em qualquer instância, pela prática de crimes hediondos (como tortura e racismo) ou dolosos, contra a administração pública ou o sistema financeiro, bem como por improbidade administrativa. Para o relator da matéria, Senador Demostenes Torres, “quem quiser ser candidato terá que ter moral e reputação ilibada”.

O PL vai agora para a Câmara para aprovação final. Se aprovado e transformado em lei, boa parte dos atuais deputados, vereadores, prefeitos e alguns senadores e, quiçá, governadores não poderão se candidatar. O Brasil precisa urgentemente da aprovação deste PL, aliás, de autoria de um dos melhores e destacados homens públicos do país, o Senador Pedro Simon (PMDB-RS)

*** Este escriba une-se a muitos amigos que só recebem boletos para pagamentos quando o prazo já está vencido. De contas de água, luz, de supermercados, cartões de crédito, tudo só chega com atraso de até mais de dois dias. Culpa de quem? Das empresas que postam tardiamente os boletos ou dos Correios que demoram na entrega?

*** O deputado federal Albano Franco estava ontem em Paris, a caminho de Genebra, onde se realiza reunião da Organização Mundial do Comércio. Ele representará a Câmara dos Deputados no conclave.

*** Na sessão de ontem da Assembléia Legislativa vários deputados destacaram a criação, na Secretaria de Segurança Pública de um departamento de Narcotráfico, para combater o consumo de drogas no Estado.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais