Lideranças políticas homenageiam Marcelo Déda

0

(Foto: rede social: Palácio do Planalto)

Em meio ao imendo sentimento de pesar que assola os sergipanos nessa segunda-feira, 2, após anúncio oficial do falecimento do governador Marcelo Déda, lideranças políticas, em especial companheiros do Partido dos Trabalhadores (PT), manifestam suas homenagens ao líder partidário nascido no município de Simão Dias, distante 182 quilômetros de Aracaju.

Uma nota de pesar emitida pela presidenta da República, Dilma Rousseff, expressa a importância de uma trajetória política marcada pela incessante busca pelo bem estar dos sergipanos.

“O Brasil e o Estado de Sergipe perderam hoje um grande homem. Como prefeito, deputado e governador, Marcelo Déda exerceu a Política com P maiúsculo. A sua trajetória foi marcada pela dedicação em transformar para melhor a vida das pessoas, especialmente, as mais humildes”,

Márcio Macêdo congratula o considerado maior estadista do PT-SE (Foto: rede social)

ressaltou Dilma, se referindo também ao grande potencial artístico percebido no governador e ao aprimoramento discussivo que o mesmo protagonizou com lógica irretocável.

Lamentações também foram veiculadas essa manhã pelo deputado federal (PT-SE), Márcio Macêdo, em programa radiofônico local. Em sua declaração, Márcio congratula o maior estadista que militou através do Partido dos Trabalhadores em Sergipe.

“Estou diante da perda do maior líder petista em Sergipe e, em especal, de um grande amigo. O momento ser caracteriza pela junção de forças com os demais sergipanos pela perda de uma personalidade que, enquanto deputado estadual alimentou sonhos nos jovens, tornando-se referência para a nossa geração”, destacou Márcio Macêdo.

O deputado Francisco Gualberto (PT), que exerceu o papel de líder do Governo na Câmara de Vereadores quando Déda exerceu mandato de prefeito, e na Assembleia Legislativa, na gestão dele no Governo do Estado, traduz a trajetória de Déda como obra literária. “Numa página está expresso o seu gosto pela música, cultura, arte, pela poesia… era um artista. Na outra página, pudemos ver a eloqüência, o seu dom de grande orador, do equilíbrio no discurso: não falava como intelectual, nem falava de forma coloquial, mas falava de forma tão sublime que tanto o intelectual quanto o mais humilde cidadão compreendia a sua mensagem”, considerou Gualberto.

Deputados e presidente do partido: dor e emoção (Foto: Cássia Santana/Portal Infonet)

Nas outras páginas, Gualberto destaca a capacidade de Déda administrar os bens públicos e de ter se destacado com sucesso em todos os cargos que ocupou, seja na Assembleia Legislativa, na Câmara dos Deputados, na Prefeitura de Aracaju e no Governo do Estado. “E a outra página, que para mim é extraordinária e, por si só, diz quem foi Marcelo Déda: ele foi e continuará sendo uma escola superior de ensino sobre ética na política. Quem quiser seguir um homem ético, vá lá no livro chamado Marcelo Déda, que receberá um diploma”, observou.

A deputada estadual Conceição Vieira (PT) observa que a morte do governador Marcelo Déda revela uma nova fase para o partido político, para os familiares e também para toda sociedade sergipana. “Esperamos que todos os corações consternados, independentemente de posições políticas, estejam voltados em orações para que ele seja bem recebido no plano espiritual”, observou, destacando como legado a ética, a honestidade, a responsabilidade social e o espírito democrático do líder petista.

Ana Lúcia: honestidade

A deputada Ana Lúcia Menezes (PT), apesar de correligionária enfrentou divergências no Governo, fala do caráter do governador Marcelo Déda. “Uma pessoa que tinha orgulho de dizer que o grande legado que tinha era a honestidade e a retidão de caráter e, neste sentido, ele declarou seus bens na posse e hoje a família recebe estes mesmos bens: um apartamento e um carro e isto é muito importante para nós, petistas, no momento que estamos vivendo”, considerou. “Déda foi uma pessoa que tratava com olhar diferente, a diferença. Era uma pessoa que não tinha preconceitos, pessoa culta que colocava toda sua inteligência à disposição de seu povo”, complementou.

O presidente do PT, Sílvio Santos, também chorou. “Perdemos o grande líder, o homem que dedicou sua vida à construção de um projeto político pela melhoria da vida do povo, em defesa dos mais humildes e da justiça social. Ele, que sempre foi nossa estrela guia, que nos deu norte, que no céu esta estrela continue a brilhar iluminando a todos nós aqui na terra”, considerou o presidente do partido. Sílvio Santos observa que a grande homenagem dos ‘companheiros’ ao governador será a continuidade da luta por justiça social. “É uma dor imensa, um pedaço de mim vai junto com ele. Nossa ação política sempre fez sentido com ele e agora as coisas perdem um pouco o sentido, mas em homenagem a ele a gente vai continuar na luta, vamos buscar colher o sorriso que ele semeou e Deus queira que estejamos à altura de plantar novos sorrisos”.

A desembargadora Aparecida Gama, presidente do Tribunal Regional Eleitoral, emitiu nota de pesar pela morte do governador. “Governador Marcelo Déda, sua memorável história de vida está inscrita nos anais desta Casa. Hoje, são a história da Pátria Brasileira que você tanto amou e quis livre, justa e democrática. Siga seu voo livre e altaneiro”, declarou a desembargadora.

O prefeito do município de Laranjeiras, José de Araújo Leite Neto, em nome da gestão municipal, prestou solidariedade à

Valadares divulgou em rede social singelas palavras que enaltecem a importância de Déda para os sergipanos  (Foto: blog)

família do governador Marcelo Déda, conferindo ao mesmo bons méritos pelo enorme carinho e compromisso com o município, sendo responsável por uma série de obras que hoje representam mais qualidade de vida para a população.

“A vida de Déda foi pautada no interesse coletivo pelo desenvolvimento do Estado e pelo exercício da política de forma ética e democrática. Deixará um enorme legado na história política não só de Sergipe, mas do Brasil, onde já ocupou função de destaque no cenário nacional quando líder do PT na Câmara Federal. Como homem, foi exemplo de perseverança e luta”, divulgou o prefeito.

Mais homenagens

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) divulgou em rede social singelas palavras que enaltecem a importância do governador Marcelo Déda para os sergipanos. “Foi-se o meu amigo e companheiro de lutas, Marcelo Déda. A República perde um homem público visionário, ético e

Rogério Carvalho: "Minha lealdade é para toda vida!"   (Foto: rede social)

destemido. Uma personalidade que trazia orgulho para Sergipe”, frisou.

Mesmo em dificuldades para expressar o sentimento que assola os sergipanos, o deputado federal Rogério Carvalho (PT) enviou ao Portal Infonet suas palavras de homenagem. “Déda, aos 20 e poucos anos, já era deputado estadual. Brilhante. Ético, combativo e vigoroso. Participou ativamente de muitos debates contra o atraso em que Sergipe vivia. Foi as ruas pedir melhorias aos trabalhadores sergipanos, que eram esmagados por um classe dominante. Déda venceu. Tanto fez, que se tornou, na época, o deputado federal mais votado da história de Sergipe. Déda fez história no Congresso, líder do PT, ainda hoje lembrado na Câmara dos Deputados. Descanse em paz, meu companheiro. Minha lealdade é para toda vida!”, ressaltou.

Uma nota de solidariedade foi emitida por Rivanda Batalha, prefeita do município de São Cristóvão, e pelo esposo e secretário de Governo, Armando Batalha. “Sinceros votos à família de Déda, ao tempo que destacamos a importância das ações como governador e homem público para São Cristóvão, realizando inúmeras obras, como a barragem do Rio

 senadora Maria do Carmo (PT) se solidariza com a família de Marcelo Déda e ao povo de Sergipe   (Foto: reprodução)

Poxim, o esgotamento sanitário da cidade, duplicação da rodovia João Bebe Água até o Eduardo Gomes, pavimentação asfáltica de São Cristóvão a Rita Cacete, luta incessante que torno a Praça São Francisco Patrimônio da Humanidade, cinstalação de indústrias, entre outras obras”, relembraram.

A senadora Maria do Carmo (PT) se solidariza com a família de Marcelo Déda e ao povo de Sergipe pela morte do governador sergipano. “Perdem os sergipanos e os brasileiros um homem que deixou a sua história registrada pelo bom comportamento, pelo entusiasmo com que defendia e discutia projetos que vislumbrassem dias melhores para o seu povo; pela alegria com que sempre militou nas instâncias estudantis e políticas, pelo caráter retilíneo, pelo comprometimento com o fazer o bem”, revela a senadora.

“O espírito de luta de Marcelo Déda, expresso nas práticas da  reconstrução  Democrática do Brasil, não foi maior do que a sua luta pela vida! Acreditou sempre, e fez da sua história o maior legado para a sua família, para o povo sergipano e para o Brasil. O meu pesar e a minha solidariedade à sua família”, diz a deputada Maria Mendonça.

“O Prefeito João Alves Filho, no momento ausente do país em missão oficial, recebeu com muita tristeza a notícia do falecimento do Governador Marcelo Déda, e manifesta seu pesar e solidariedade à familia, aos amigos e aos seus admiradores. O prefeito afirma ser motivo de muita tristeza a perda de Marcelo Déda em pleno vigor e juventude e com amplas condições de ampliar a sua brilhante carreira politica. Um jovem na maturidade, filho, pai, irmão, companheiro e 

Prefeito João Alves Filho

ainda cheio de sonhos e ideais, que não se limitou e foi em busca da concretização do que desejava, conquistando respeito e admiração dos sergipanos, independentemente de qualquer posição politico/partidária. O prefeito João Alves faz questão de ressaltar que durante os mandatos de Deputado Estadual, Deputado Federal, Prefeito de Aracaju e Governador de Sergipe, Déda sempre agiu com respeito,ética e zelo público, e com a sua morte, abre-se uma grande lacuna em um país tão carente de líderes talentosos e competentes. Finalizando, o prefeito faz questão de afirmar que no obstante as divergências anteriores existentes entre ambos, quis Deus que nos últimos tempos ele o conhecesse mais de perto e passasse a admirá-lo e tivesse pelo mesmo grande respeito e atenção, não só pelo seu talento como também pela sua força de vontade, obstinação e a certeza que venceria o drama que estava vivendo”, diz o prefeito João Alves Filho.

O ex-governador Albano Franco, ressalta que “Sergipe perde um dos seus mais dignos e brilhantes homens públicos. Um homem à frente do seu tempo, inteligente, culto e honrado que dedicou a sua vida ao exercício da atividade política com dignidade e determinação, direcionada para a construção do desenvolvimento, da igualdade e da justiça social. Referência de homem público obstinado e comprometido com os ideais republicanos, leal na relação com seus companheiros e respeitoso no trato com os adversários, cidadão exemplar como filho, esposo e pai. Nós que rezamos pela continuidade da sua vida, continuamos rogando a Deus pela paz de sua alma, pelo conforto aos seus familiares e a proteção aos seus filhos e a sua dedicada e solidária esposa, Dona Eliane, esteio nesses momentos mais difíceis de sua existência terrena.”

O deputado Fábio Reis também emitiu nota revelando que iniciou a trajetória política ao lado do governador Marcelo Déda. “Minha trajetória política começou ao lado deste grande homem, enquanto eu era candidato a deputado federal e ele, candidato a governador”, observou, na nota. “Marcelo Déda foi um marco de tenacidade, determinação, honestidade e luta pela democratização em Sergipe e no Brasil. Não tenho dúvida de que os ensinamentos deixados por Déda continuarão para sempre orientando a atuação de nosso governador em exercício, Jackson Barreto, bem como de todos aqueles que, como eu, tiveram a oportunidade de conviver e aprender com ele. As suas marcas indeléveis na história política de nosso Estado serão seguidas por toda eternidade pelos seus admiradores e amigos que também aderiram à luta política”, complementou o parlamentar.

O vereador Emmanuel Nascimento (PT) também lamentou a morte do governador Marcelo Déda. “Ele não era só um político íntegro, mas um homem que honrava o que fazia e que amava o povo sergipano”, considerou o vereador. “Perdemos um grande amigo, mas as boas lembranças e o seu trabalho feito por esses anos na política estão perpetuados em nosso coração. Era um homem respeitado não só pelo Partido dos Trabalhadores, mas fora dele também. Era além de tudo ético. A nós, resta rezar por sua família e por ele, afinal, mais uma estrela estará no céu brilhando entre nós", disse Emmanuel.

O vereador Lucas Aribé demonstra orgulho por ter convivência polícia com o governador Marcelo Déda. “Marcelo Déda sempre será um exemplo de cidadão ético, dedicado, corajoso, respeitoso, transparente, determinado, amante a Deus e ao próximo. Tive o orgulho de, em 2004, aos 18 anos de vida, votar pela primeira vez para prefeito, e meu candidato foi Marcelo Déda”, declarou. “Nunca esquecerei dos diversos momentos marcantes do nosso convívio. A partir de hoje, o senhor será mais uma estrela celeste a guiar meus passos políticos, na busca incessante por um país sem barreiras. Muito obrigado por tudo, eterno amigo”, declarou o vereador.

O vereador Adriano Taxista também emitiu nota de pesar. “Atuávamos em campos opostos, mas tenho que reconhecer a contribuição do governador Marcelo Déda para a política de Sergipe e do País. Ele trouxe algumas realizações enquanto prefeito de Aracaju e também como governador do Estado, além de ter se destacado, ao longo de sua trajetória, como um grande orador e parlamentar. Estendo meus sentimentos e minhas homenagens à primeira dama e a todos os familiares”, observou o vereador.

*A matéria foi alterada às 15h07 para acréscimo de informações

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais