Militares querem companhias legalizadas

0

O ofício foi protocolado a diversas autoridades
Com a implantação da Comissão da Segurança Pública da Assembléia Legislativa de Sergipe (Alese), a Associação Beneficente de Servidores Militares de Sergipe (Absmse) já começa a cobrar providências para algumas questões da categoria. Na tarde desta segunda-feira, 22, os gestores foram até a Alese e protocolaram ofício pedindo a regularização de mais de dez companhias que segundo a associação estão operando de forma ilegal.

Para o sargento Edgar Menezes, o problema das “companhias fantasmas” é a falta de legalidade para o funcionamento. “Essas companhias estão funcionando por força de portaria e como ao longo dos anos não são legalizadas, não têm orçamento próprio. O problema é que as companhias que são legalizadas têm que dividir verbas com as ilegais, que não recebem a verba de manutenção porque não tem amparo legal”, explica.

Edgar ressalta que os sete deputados receberam cópia da documentação e que a partir da próxima semana os gestores da Absmse serão convocados para uma audiência. “Essas companhias, se fossem previstas em lei, tinham que ter um quadro organizacional de militares, ou seja, com a

A comissão de segurança da Alese recebeu a documentação
legalização se cria vagas para promover os policiais que estão com promoções atrasadas. O problema é que como não estão legalizadas, os policiais nem promoção ganham”, salienta Menezes, ressaltando que existem militares atuando mais de 10 anos como soldado.

“A comissão foi formada e estamos levando o primeiro problema. Chega um momento em que a coisa fica insustentável. Existem cabos trabalhando há 16 anos, sem promoção, sendo que a lei prevê que com oito anos sejam promovidos”, lamenta.

De acordo com o gestor da Absmse são mais de 10 companhias que precisam ser legalizadas, incluindo o 8ª Batalhão, Getam, GTA, Batalhão de Choque, Corregedoria, Batalhão de Trânsito, Ouvidoria, Ciosp, Companhia de Policiamento Turístico, Pepac, Gati e Presmil.

Por Kátia Susanna

Comentários