MPE acusa Goretti Reis de usar subvenção para interesses pessoais

0
Goretti Reis está sendo acusada de usar irregularmente verbas de subvenção (Foto: Alese/Arquivo)

O Ministério Público do Estado ajuizou ação civil pública contra a deputada estadual Goretti Reis por improbidade administrativa, acusando-a de ter destinado verbas de subvenção com intuito de atender exclusivamente aos seus interesses pessoais.

De acordo com a denúncia, em 2011, 2012 e 2013, Goretti Reis destinou R$ 549.000,00, R$ 569.000,00 e 733.000,00, respectivamente, para a Associação de Proteção e Assistência à Maternidade e à Infância de Lagarto – Maternidade Zacarias Júnior, que é controlada pela sua família e presidida pelo seu esposo e doador de sua campanha.

O MPE acusou Goretti Reis de utilizar o dinheiro público de forma claramente parcial, beneficiando a sua própria associação em total desigualdade em relação a outras que não pertenciam a sua família; e disse ainda que a destinação da verbas gerava enormes benefícios em sua própria carreira política, já que a cidade é seu reduto eleitoral.

Na ação, o promotor Belarmino Alves dos Anjos Neto pede que seja reconhecida a prática de improbidade administrativa e também a condenação com ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios.

A Assessoria de Comunicação de Goretti Reis ainda não se pronunciou sobre o assunto. A equipe de reportagem do Portal Infonet permanece à disposição por meio do telefone (79) 2106 8000 e do e-mail jornalismo@infonet.com.br.

por Verlane Estácio

Comentários