Mulheres de SE fazem ato contra a fome, violência e ‘fora Bolsonaro’

0
O ato ocorreu na manhã deste sábado, 4 (Fotos: CUT/SE)

Mulheres que compõem o movimento sindical e os movimentos sociais de Sergipe ocuparam as ruas na manhã deste sábado, 04, durante um ato percorrendo o centro da cidade. O ato foi em defesa da vida, contra a fome, a violência machista e pelo ‘Fora Bolsonaro’.

O manifesto contou com a participação da secretária da Mulher da CUT Brasil, Juneia Batista. “Nós, mulheres não queremos mais Marielles mortas. Não queremos mais violência na política. Nós mulheres queremos garantir  parte do poder no sindicato, nas entidades, mas sobretudo queremos ter salário digno”, alerta.

Claudia Oliveira, secretária da Mulher da CUT Sergipe  aposta na força da mulher durante o movimento. “Nós mulheres precisamos estar aqui nas ruas para dizer que Bolsonaro nunca mais. Essa política que mata, que violenta as mulheres. Elas precisam entender que esse governo que está aí não pode continuar”, afirma.

Durante o ato ainda foram arrecadados absorventes para serem doados às mulheres em condição de vulnerabilidade social

Durante o ato ainda foram arrecadados absorventes para serem doados às mulheres em condição de vulnerabilidade social.

por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais