Mulheres discutem empoderamento e participação política

0
Mulheres debatem empoderamento e participação política em Aracaju (Fotos: Portal Infonet)

Um grupo de mulheres se reuniu nesta sexta-feira, 29, e elas chegaram à conclusão que devem ter maior poder de decisão para participar de ações partidárias, objetivando a ocupação de cargos públicos, inclusive com propósito de disputar, com maior ênfase e participação direta, as eleições municipais que ocorrerão no próximo ano. A atividade, promovida pelos dirigentes do PP em Sergipe, foi classificada como “Encontro de Mulheres Progressistas” e reuniu um considerável público feminino, que já atua na política partidária e em movimentos sociais no interior do Estado.

Vereadora revela que sofreu preconceito na própria família

A vereadora Luziene Fortunato, conhecida como Lia (SD), de Umbaúba, fez declarações reveladoras, observando que foi vítima de discriminação até mesmo no próprio seio familiar, onde há três pessoas que exercem mandato de vereador. Ela revelou que a família compreende que a atividade parlamentar só deve ser exercida por homens, algo que já está sendo desmistificado, pela ótica da vereadora. “Tenho irmãos vereadores com ideologias diferentes e todos foram contra mim porque eles entendem que o direito é do homem”, comentou, sob aplausos. “Nunca desistam de ocupar cargos públicos, chegamos onde queremos”, ressaltou.

Glória Sena: mulheres corajosas vão fazer história

De acordo com informações da comissão organizadora, participaram do evento mulheres de 14 municípios sergipanos. A coordenadora do Movimento Mulheres Progressistas, Glória Sena, destacou as dificuldades que as mulheres enfrentam quando decidem atuar em movimentos partidários. “Não é fácil sair do cotidiano para enfrentar os desafios, precisa ter inquietação para realizar os sonhos”, analisou. E concluiu o discurso com uma injeção de ânimo: “há muitas mulheres em Sergipe corajosas, que vão fazer história nesse Estado”.

por Cassia Santana

Comentários