Sergipe participará de Fórum Mundial de Direitos Humanos

0
Caravana de Sergipe participará de Fórum Mundial no Dia Internacional dos Direitos Humanos (foto: divulgação)

O Governo de Sergipe, por meio da secretaria de Estado dos Direitos Humanos e da Cidadania (SEDHUC), e Movimento Nacional dos Direitos Humanos em Sergipe participarão na próxima terça- feira, 10, dia em que é comemorado o Dia Internacional dos Direitos Humanos (65 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos), do Fórum Mundial de Direitos Humanos (FMDH) que este ano terá como tema “Diálogo e Respeito às Diferenças". Serão tratados seus principais avanços e desafios com foco no respeito às diferenças, na participação social, na redução das desigualdades e no enfrentamento a todas as violações de direitos humanos.

O evento acontecerá em Brasília até 13 de dezembro de 2013, contará com a participação das organizações da sociedade civil organizada; sociedade civil; organizações internacionais; governos federal, estaduais e municipais; poder Judiciário; poder Legislativo; Instituições de ensino, pesquisa e afins. Sergipe participará ativamente do encontro. Governo Estadual e Movimento Nacional dos Direitos Humanos em Sergipe mobilizaram cerca de 300 pessoas para participarem do Fórum.

O FMDH é uma iniciativa da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), com o objetivo de promover um espaço de debate público sobre Direitos Humanos, no qual serão tratados seus principais avanços e desafios com foco no respeito às diferenças, na participação social, na redução das desigualdades e no enfrentamento a todas as violações de direitos humanos. Concebido para aproximar e integrar pessoas e organizações, o FMDH será composto por conferências, debates temáticos e atividades auto gestionadas. Para mais informações sobre o FMDH, há um site específico é só acessar www.fmdh.sdh.gov.br.

"Sergipe tenha uma representação significativa no evento. Certamente essa exeperiência seja enriquecedora e que todos que compuserem a caravana serão potencializadores aqui no Estado de tudo o que for extraído deste momento tão importante em prol dos direitos humanos", explica o secretário de Estado dos Direitos Humanos, Luiz Eduardo Oliva.

Serão realizadas três conferências durante o Fórum: “Direitos Humanos como Bandeira de Luta dos Povos”, “A Universalização de Direitos Humanos em um Contexto de Vulnerabilidades” e “A transversalidade dos Direitos humanos”.
 
Dia Internacional dos Direitos Humanos

Em 10 de dezembro de 1948, a Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) adotou, em Paris (França), a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Com 30 artigos, a Assembléia proclamou o documento “como o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações, com o objetivo de que cada indivíduo e cada órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração, se esforce, através do ensino e da educação, por promover o respeito a esses direitos e liberdades, e, pela adoção de medidas progressivas de caráter nacional e internacional, por assegurar o seu reconhecimento e a sua observância universal e efetiva, tanto entre os povos dos próprios Estados-Membros, quanto entre os povos dos territórios sob sua jurisdição. ”E, em 1950, a ONU estabeleceu que anualmente, nesta data, seria celebrado o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais