Vereador protocola PL que proíbe comercialização e uso do cerol

0
(Foto: Gilton Rosas)

O vereador Fabiano Oliveira (PP) começou seu discurso emocionado no Grande Expediente desta quinta-feira, 18. “Nessa semana eu perdi minha prima, vocês devem ter acompanhado o caso da mulher que morreu vítima de acidente com linha de cerol. O acidente que vitimou a senhora Ana Estela Menezes Oliveira, 51 anos, ocorreu no bairro Coroa do Meio, zona sul de Aracaju, quando ela estava a caminho da casa da mãe. Ela morreu no local”, desabafou.

“Para quem não sabe, o Cerol é uma mistura de cola de madeira com vidro moído que é passado nas linhas dos papagaios e pipas com a intenção de cortar a linha das pipas de outros ‘empinadores’. Esta mistura faz com que a linha se torne uma verdadeira navalha causadora de muitas cicatrizes, mutilações e acidentes fatais. Minha prima foi uma das vítimas!”, completou o parlamentar.

Fabiano entende que a prática de soltar pipas é uma tradição em todo país, mas reforça que existem riscos para toda população.

“Também são utilizadas variações de pó cortante, o mais comum é o pó de ferro que tem um agravante por conduzir eletricidade quando toca nos fios de alta tensão provocando choques elétricos, que podem culminar com o óbito de quem solta as pipas”, acrescentou.

“Diante dessa tragédia e pensando em evitar tantas outras, protocolei um Projeto de Lei (PL n° 282/2021) no dia de ontem, 17, que dispõe sobre a proibição de industrialização, comercialização, armazenamento, transporte, distribuição, manipulação e uso de cerol, “linha chilena” ou de qualquer material cortante utilizado para empinar papagaios, pipas ou semelhantes”, finalizou o parlamentar.

Fonte: Assessoria Parlamentar

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais