Com escala incompleta, ortopedia do Nestor Piva permanece interditada

0
Atendimento continua de forma parcial no Nestor Piva (Foto: Portal Infonet)

O Conselho Regional de Medicina voltou a fiscalizar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Nestor Piva na tarde deste sábado, 12, e decidiu manter a interdição no setor de ortopedia. De acordo com a equipe de fiscalização, a empresa contratada para gerenciar o hospital ainda não apresentou a escala completa de médicos para reabrir os atendimentos no setor. Apenas as alas clínicas e cirúrgicas estão em funcionamento no hospital.

De acordo com Rika Kakuda, vice-presidente do CRM, a equipe de fiscalização chegou a tolerar algum tempo para a apresentação da escala, o que não aconteceu. “Havia a promessa que fechariam a escala hoje a tarde. Aguardamos até umas 14h30, mas até esse horário eles ainda não haviam conseguido os plantonistas”, explica.

O provável é que CRM volte a fazer uma fiscalização neste domingo, 13, com intuito de verificar novamente a escala, mas não descarta a possibilidade de uma nova visita ainda neste sábado. “Se eles fecharem a escala ainda hoje e solicitar ao CRM, há a possibilidade de voltarmos para verificar”, completou. No Nestor Piva, não havia representante da empresa que faz a gestão do hospital para conversar com nossa reportagem.

Fernando Franco

Enquanto a unidade da zona norte já tem atendimento parcial em andamento, o Fernando Franco, UPA da zona sul, continua interditado em sua integralidade. Rika afirmou ainda que a unidade passa por reformas e a desinterdição ética, nesse momento, é impraticável.

Os problemas nas duas unidades se iniciaram quando mais de 100 médicos deixaram de atender nos dois hospitais desde o dia 1º deste ano. A causa foi um impasse entre a Secretaria Municipal de Saúde e a categoria, acerca do regime de pagamento: a administração municipal desejava a mudança de RPA para PJ, alteração rejeitada pela classe médica.

A Secretaria Municipal de Saúde já afirmou que, ao longo desse mês, vai realizar a transferência de profissionais para a unidade Fernando Franco para retomada dos atendimentos.

Por Ícaro Novaes

Comentários