Governo quer implantar Centro de Saúde na Maternidade Hildete Falcão

0
Secretário da Saúde debate parceria com representantes da Unit (Foto: Valter Sobrinho/Ascom SES)

O Governo do Estado já iniciou os debates para firmar parceria com a iniciativa privada para criação de um Centro de Saúde, que deve funcionar no prédio da antiga Maternidade Hildete Falcão. O projeto original era recuperar a área para manter o espaço como maternidade, mas ocorreram mudanças profundas no projeto original. No primeiro momento, houve debates com a Universidade Federal de Sergipe (UFS) para estabelecer parceria para uso daquele espaço, mas não ocorreram avanços. Agora, as tratativas estão em andamento com a Universidade Tiradentes (Unit).

Nesta terça-feira, 10, o secretário Valberto de Oliveira, de Estado da Saúde, se reuniu com diretores da Unit debatendo a instituição de uma Parceria Público Privada (PPP) para dar continuidade aos entendimentos para criação do Centro de Saúde. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a PPP tem como objetivo viabilizar a oferta de serviços ambulatoriais nas áreas de medicina, fisioterapia, nutrição e psicologia.

O secretário está otimista com a parceria e garantiu que o governo analisará a proposta da universidade privada. “Nossos interesses estão cada vez mais unidos e creio que a parceria será uma realidade em breve. A Unit já apresentou de forma específica as suas intenções e nós vamos analisar criteriosamente a proposta para que em breve possamos concluir o diálogo”, destacou o secretário.

O superintendente Acadêmico do Grupo Tiradentes, Temisson José dos Santos, ressaltou que a parceria fortalecerá a prestação dos serviços e também proporcionará um ambiente adequado para as atividades pedagógicas relacionadas à área de saúde. “Percebemos claramente neste segundo momento o desenvolvimento das negociações. Elas estão focadas no interesse comum às duas instituições, de forma que a parceria colocará em operação um equipamento com finalidade pública, mas que também ofereça um ambiente adequado para o ensino em serviço”, declarou.

Reordenamento

De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, o Governo do Estado dará outra finalidade ao prédio onde funcionou a Maternidade Hildete Falcão Baptista devido a outras duas unidades desse porte que deverão entrar em funcionamento no próximo ano: o Centro Materno que será criado pela Universidade Federal de Sergipe, que funcionará em anexo ao Hospital Universitário (HU), e a Maternidade do bairro 17 de Março, que será mantida pela Prefeitura de Aracaju.

Na ótica da SES, a quantidade de leitos que serão criados nessas duas unidades será suficiente para atender à demanda de Aracaju, em obediência ao que preconiza o Ministério da Saúde (MS) nas portarias nº 1631 e nº 650, consolidadas na de nº 03/2017.

Dados da SES indicam que a estimativa geral para gestantes na região de Aracaju é de 13.816 mulheres, entre as quais 85% são pacientes amparadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que atende a um universo de 11.744 mulheres. Segundo a SES, o Ministério da Saúde (MS) recomenda que na região de Aracaju haja 229 leitos maternos para atender este quantitativo de gestantes.

por Cássia Santana
Com informações da Ascom SES

Comentários