Hemocentro de Sergipe encerra agosto com 2.058 doações de sangue

0
Sala de coleta do Hemose (Foto: SES/SE)

Durante o mês de agosto o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) contabilizou 2.947 cadastros com 2.058 doações de sangue efetivadas. Os dados são resultantes de ações individuais de voluntários fidelizados, doadores estimulados em doar, para colaborar com o tratamento de pacientes assistidos na rede hospitalar do Estado e das campanhas organizadas por parceiros do serviço.

A assistente social e gerente de Captação da unidade de hemoterapia, Rozeli Dantas, explicou que a demanda transfusional é diária, por isso que é importante o retorno dos voluntários ao Hemocentro cumprindo os intervalos orientados pela legislação. O homem pode doar a cada dois ou três meses e a mulher a cada três ou quatro meses.

“Trabalhamos na coleta e na captação reforçando a importância do ato regular de doar para quem já é doador e, para as pessoas que vêm pela primeira vez a Hemocentro”, disse ao destacar o compromisso da gestão e dos profissionais durante as entrevistas na imprensa e no trabalho na coleta. “A captação é feita por todos, desde um diretor, até um funcionário que atende um voluntário na recepção até a sala de coleta”, frisou Dantas.

Kleyton Ferreira, doador de sangue (Foto: SES/SE)

Como parte das atividades de captação os profissionais do Hemose buscam incentivar a doação frequente como os irmãos Kleber e Kleyton Ferreira que doaram sangue pela primeira vez para o tratamento de uma criança. “Meu amigo está com o filho internado no Huse, e pediu a ajuda dos amigos. Fiquei comovido, então decidi vir e chamei meu irmão. Agora que entendemos a necessidade, pretendemos retornar independente de pedidos”, relatou Kleber.

Para doar sangue é preciso estar bem de saúde, ter entre 16 a 69 anos de idade, ter mais de 50 quilos, comparecer ao serviço bem alimentado e portar documento de identificação original com foto. Com relação aos impedimentos temporários às mulheres gestantes ou que estejam amamentando, não podem doar por um período de um ano. Para quem tem tatuagem, é preciso aguardar um ano, após o último procedimento.

Serviço

O Hemocentro de Sergipe disponibiliza para o público o agendamento de campanhas para doação de sangue, o cadastro de medula óssea, palestras e visitas técnicas. A unidade funciona diariamente de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 17h. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde (SES)

Comentários