Municípios devem reforçar estoque de preservativos para 2020

0
Almir Santana orienta para que municípios reforcem estoques de preservativos (Foto: SES)

O gerente do Programa IST/Aids da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Almir Santana, informou a reportagem do Portal Infonet que os municípios sergipanos devem reforçar o estoque de preservativos para 2020 com intuito de evitar falta em casos de atraso no recebimento do material por parte do Ministério da Saúde.

De acordo com Almir, o objetivo é manter um estoque reserva para que os municípios não tenham dificuldades, caso ocorra aumento de consumo ou eventual falta temporária de preservativos. “O Estado recebeu ontem 700 mil preservativos, mas com o aumento da população e das campanhas de prevenção, o ideal é que os municípios mantenham um estoque reserva, pois a compra feita pelo Ministério da Saúde demora por causa da logística, é internacional e requer tempo”, explica. O Brasil, segundo o especialista, é o país que mais compra preservativos.

O Ministério da Saúde envia os preservativos à Secretaria de Estado da Saúde, que fica responsável pela distribuição aos municípios sergipanos, com exceção de Aracaju, que por ser capital recebe o material diretamente do Governo Federal. Porém, para criar um estoque reserva, cada município deve fazer um levantamento na região para identificar as quantidades necessárias, abrir licitação e fazer a compra.

“Dos 75 municípios sergipanos, 19 devem reforçar seus estoques de preservativos visando às campanhas de prevenção à doenças sexualmente transmissíveis, pois são aqueles que mais registram casos de Aids e Sífilis”, alerta Almir Santana.

por Verlane Estácio

Comentários