São Cristóvão é o primeiro em SE a ampliar horário de postos de saúde

0
São Cristóvão é o primeiro município de Sergipe a aderir à ampliação do horário estendido em unidades de saúde (Foto: Prefeitura de São Cristóvão)

O município de São Cristóvão é o primeiro em Sergipe a aderir ao programa Saúde na Hora, iniciativa que ampliar o horário de atendimento à população nas Unidades de Saúde da Família (USF). A portaria com a lista dos primeiros municípios habilitados foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

O Programa Saúde na Hora, lançado em maio, pelo Ministério da Saúde, amplia os recursos mensais a municípios que estenderem o horário de funcionamento das unidades de saúde para o período da noite, além de permanecerem de portas abertas durante o horário de almoço e, opcionalmente, aos fins de semana.

“Estamos preparados para estender o atendimento e teremos três unidades inseridas no programa, que são Jairo Teixeira, Massoud Jalali e Maria Figueroa. São unidades localizadas em comunidades populosas e com fluxo alto de atendimento. É um projeto muito importante porque terá um incremento financeiro e impacto nas equipes de Saúde de Família. Temos quatro meses para começar a operar nesse novo sistema, estamos fazendo os ajustes como treinamento de equipes, estabelecendo escalas de profissionais, entre outros”, explica o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana.

Sobre o programa

A iniciativa visa ampliar o acesso da população aos serviços da Atenção Primária, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, aplicação de vacinas e pré-natal. A medida passa a valer imediatamente e os gestores têm quatro meses para se adequar aos requisitos exigidos pelo programa. Até o momento, o Ministério da Saúde recebeu 336 solicitações de adesão ao Saúde na Hora, em 65 municípios.

Para incentivar a ampliação no horário de funcionamento, os repasses mensais do Ministério da Saúde podem dobrar de valor, dependendo da disponibilidade de equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal, além da carga horária de atendimento das unidades, que pode variar entre 60h e 75h semanais. Atualmente, a maior parte das 42 mil Unidades de Saúde da Família em todo o país funcionam por 40h semanais.

“Com as unidades funcionando em horário estendido, nós esperamos desafogar os serviços de emergência, como prontos socorros e UPAs, onde a população busca atendimento em horários em que muitas vezes as Unidades de Saúde da Família estão fechadas, como no horário de almoço ou no fim da tarde, na volta do trabalho. A medida é mais um passo para a construção de um sistema público de qualidade, que contemple gradativamente toda a população do país”, destacou a ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Sergipe

De acordo com o Ministério da Saúde, Sergipe possui 499 UFS em funcionamento com atuação de 588 Equipes de Saúde da Família, cobrindo 80% da população (1,8 milhão), além de 431 Equipes de Saúde Bucal, alcançando 840 mil pessoas. Do total de USF abertas, o Ministério da Saúde estima que 56 USF estariam aptas a participar do novo programa por já possuírem 3 ou mais Equipes de Saúde da Família, o que é pré-requisito para adesão à ampliação do horário de atendimento à população.

Com informações do Ministério da Saúde 

Comentários