Servidores do Hospital São João de Deus mantêm greve em Laranjeiras

0
Pela segunda vez no ano, servidores do Hospital São João de Deus deflagram greve por tempo indeterminado (Foto: Arquivo / Ascom-HMSJD)

Há três dias em greve, os funcionários do Hospital São João de Deus, em Laranjeiras, aguardam o repasse da Prefeitura Municipal para receberem os salários referentes ao mês de maio deste ano. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), a greve será mantida até que os pagamentos sejam regularizados.

Segundo o diretor do sindicato, Adailton dos Santos, a gestão informou que os atrasados seriam repassados até esta sexta-feira, 5, para a associação beneficente que administra a unidade hospitalar, mas o mês de junho já está prestes a ser fechado e não há uma perspectiva de pagamento deste, o que poderá ser um fator para a manutenção da paralisação. “Só voltaremos às atividades se os dois meses forem pagos. Eles (a gestão) disseram que até hoje resolveriam (o pagamento), mas não chamaram o sindicato para conversar e não informaram nada.”, explica Adailton.

O assessor de comunicação da Prefeitura de Laranjeiras, João Rosa, confirmou que o repasse será efetuado durante esta sexta, no período da tarde. Segundo ele, somente o mês de maio será quitado e, na sequência, a prefeitura se planejará para pagar os salários do mês de junho, cujo prazo vence na próxima quarta-feira, 10.

Enquanto deflagrada, a greve continuará por paralisar parte dos serviços do Hospital São João de Deus. Neste período, apenas o serviço de urgência e emergência do local estarão funcionando.

Greves recorrentes

Ainda em abril de 2019, os funcionários da unidade já haviam deflagrado uma greve pelas mesmas razões que envolvem atrasos nos repasses para pagamentos dos salários. Assim como na ocasião do início do ano, os servidores relatam descumprimento da prefeitura ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado em 2018, no Ministério Público, o qual estabeleceu que a prefeitura deveria quitar o pagamento dos funcionários até o dia 10 de cada mês com o valor mensal pelos serviços do mês anterior.

por Daniel Rezende

Comentários