Servidores e usuários se manifestam contra fechamento de maternidade

0
Populares e servidores de Capela se uniram em um manifesto que ocorre nesta manhã em Aracaju. (Foto: Portal Infonet)

Um grupo formado por servidores e assistidos pela Maternidade de Capela se manifestaram na manhã desta terça-feira, 29, em frente ao Palácio dos Despachos Governador Augusto Franco. O ato cobra uma posição do Governo de Sergipe diante das recentes veiculações de notícias acerca do fechamento da unidade hospitalar.

A caravana, que partiu de Capela para participar do manifesto, teve parte de sua organização articulada por setores da Prefeitura Municipal, os quais incentivaram a mobilização popular em frente ao palácio. Uma das representantes da gestão, a secretária de saúde do município Larissa Mamlak, explica que o manifesto é uma tentativa de sensibilizar o governador Belivaldo Chagas (PSD).

Secretária de Saúde de Capela, Larissa Mamlak, fala da preocupação em torno do assunto (Foto: Portal Infonet)

“Hoje é um dia de luta, em que todos que usam os serviços da maternidade estão aqui para pedir, encarecidamente, que o governador Belivaldo Chagas não feche a maternidade de Capela. Essa é uma unidade que está estruturada fisicamente, que hoje tem atendimentos normalmente e nós pedimos porque precisamos do apoio de todos os representantes unidos”, destaca a secretária.

Resposta do Governo

Na última semana, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) emitiu nota confirmando o fechamento da unidade hospitalar de forma temporária. Segundo a pasta, a unidade passará por readequações devido à falta de interesse dos médicos em trabalharem no local e, consequentemente, pelo baixo índice de atendimentos. Conforme divulgou a secretaria, as parturientes não ficarão desassistidas, pois terão atendimento nas maternidades próximas, nos municípios de Propriá, Nossa Senhora do Socorro e Itabaiana.

O Portal Infonet manteve contato com a assessoria de Imprensa da SES para obter novos detalhes do processo de negociação com a população e foi informado de que uma nova nota seria emitida nos próximos instantes. O Portal segue a disposição e informações podem ser enviadas para o e-mail jornalismo@infonet.com.br ou pelo telefone (79) 2106-8000.

por Daniel Rezende

Comentários