SES instala contêiner para desparamentação de profissionais do Samu

0
(Foto: Valter Sobrinho/Ascom SES)

Para que os profissionais retirem os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) após atenderem pacientes com suspeita ou com Covid- 19, proporcionando, assim, mais  segurança no momento de desparamentação (retirada dos EPIs),  o governo do Estado instalou um contêiner na base do Samu do Siqueira Campos, local onde é realizada a higienização das viaturas e se concretiza o final da ocorrência.

De acordo com a Superintendente do Samu, Karina Mendonça, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) atendeu  prontamente o pedido da categoria para instalação da estrutura. “Quando chegamos de uma ocorrência de paciente com Covid ou suspeito, seguimos o protocolo operacional (POP), assim a viatura passa por uma descontaminação no Dique. Já o profissional terá um local para  retirar o EPI de forma mais segura” disse.

Ainda como destaca a superintendente, a estrutura é importante principalmente pelo grande risco de contaminação. “É importante para evitar que eles  retirem   e  coloquem o lixo contaminado em qualquer local, além de  evitar a contaminação dos nossos colaboradores, nesse que é um dos momentos em que há risco. Após os profissionais realizarem o processo,  uma pessoa treinada retira esse lixo e  coloca no lugar adequado, além de realizar a limpeza e desinfecção do local”, destaca Karina.

Estrutura

Dentro do contêiner existem duas pias com dispenser de sabão e papel toalha, que devem ser repostos sempre que necessário pela pessoa responsável da limpeza; um banheiro e todos produtos necessários para higienização. Já no dique, as ambulâncias são lavadas adequadamente após ocorrência de pacientes com Covid -19. “Precisamos, no entanto, que os colaboradores lembrem que o processo de desinfecção leva um pouco mais de tempo que uma lavagem comum da viatura, por isso, demora um pouco mais”, finaliza Karina.  N

 

Fonte: SES

Comentários