MPT destina instrumentos para Orquestra Jovem

0

A destinação é resultado de multa, no valor de R$ 12 mil (Foto: Ascom MPT)

O Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE) destinou cerca de quarenta instrumentos musicais de sopro para a Orquestra Jovem de Sergipe. A destinação é resultado de multa, no valor de R$ 12 mil, aplicada em face do Posto de Gasolina Caminho do Mar por descumprimento de termo de ajuste de conduta.

De acordo com o superintendente do Instituto Banese, que mantém a Orquestra Jovem, Ezio Deda, o projeto atende 120 crianças e adolescentes do bairro Santa Maria e 17 de março. Para ele, a ação tem uma transformação social muito significativa. “Nós temos dados que comprovam que essas crianças tiveram até um avanço educacional. A música traz um envolvimento e um processo de transformação muito grande. Então, essa parceria com o MPT tem sido fundamental para que a gente possa realmente continuar com o projeto” ressalta.

Com o recebimento dos novos instrumentos, vai ser possível ampliar o número de crianças beneficiadas pelo projeto. Até o momento, existem as turmas de canto coral e cordas. Em breve, haverá seleção para o sopro.

Segundo o procurador do Trabalho Raymundo Ribeiro, o projeto social foi escolhido porque beneficia crianças, seres humanos em formação, e é mais uma opção para combater o trabalho infantil. “Em inspeções do MPT-SE, constatamos que muitas crianças do bairro Santa Maria, onde o projeto é executado, fazem carrego na feira do Augusto Franco” relata.

Para Raymundo Ribeiro, levar música erudita para comunidades que não têm acesso a esse tipo de cultura é uma forma de emancipação e estímulo à educação, com potencial de superação da chaga social do trabalho infantil.

fonte: Ascom MPT

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais