Usuários reclamam de atendimento na urgência do Ipes

0

Usuários reclamam de atendimento na urgência do Ipesaúde (Foto: Portal Infonet)

As pessoas que buscaram atendimento médico na urgência do Ipesaúde do Hospital da Polícia Militar (HPM) fizeram muitas queixas aos serviços prestados na unidade na manhã desta segunda-feira, 23. O setor de triagem, onde são recebidos os pacientes, estava visivelmente cheio e alguns aguardavam sua vez em pé.

Geilson Nascimento, que levou seu filho de dois meses de idade para ser avaliado pelos médicos pediatras, reclamou muito do tempo de espera. “Chegamos às 9h40 e só fomos atendidos às 11h. Para uma urgência a nível de estado, deixa muito a desejar. Hoje de manhã a fila estava grande, está tudo cheio e disseram apenas para a gente esperar”, criticou.

Geilson Nascimento conta que levou mais de uma hora para seu filho de dois meses ser atendido

Acompanhando o primo, Carla Regina reforçou que existe uma morosidade para atender quem precisa de tratamento médico. “O setor é de urgência e precisa esperar mais de uma hora para ser atendido. Ele machucou o joelho, e um exame de referência como o raio-x não ser feito aqui é péssimo. O desconto todo mês é pontual no contracheque. Chegamos por volta das 8h. A demora pode agravar a situação, a pessoa perde um dia de trabalho. Descaso total com a saúde, infelizmente virou comércio”, lamentou.

A assessoria de Comunicação do Ipesaúde explicou que o tempo para atendimento depende diretamente das demandas, e que os profissionais trabalham para atender os beneficiários. Lembrou, ainda, que existe o serviço de atendimento noturno à urgência pediátrica do Ipesaúde no Hospital Santa Isabel, do período entre as 19h e 7h.

Por Victor Siqueira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais