A morte anda de moto

0

É raro o dia que ninguém morre em acidente de motocicleta. Somente no primeiro trimestre deste ano, 17 das 24 vítimas fatais no trânsito de Aracaju eram motociclistas ou garupeiros. Ontem, enquanto o Instituto Médico Legal recebia o corpo de mais uma vítima deste perigoso meio de transporte, o Serviço Móvel de Urgência (Samu) era chamado para socorrer o jovem Iago Vasconcelos Loeser. Ele colidiu sua moto com uma caçamba e se encontra em estado grave, podendo perder as duas pernas. Os fatos deixaram claro que a morte anda nas garupas das milhares de motocas que circulam em Sergipe. Apesar disso, são poucas as campanhas de conscientização, principalmente no interior do Estado, onde o jegue e o cavalo foram substituídos por este perigoso meio de transporte.

Banco dos réus

Vinte policiais militares vão sentar no banco dos réus na próxima sexta-feira. Eles são acusados de promover motim por terem se recusado a dirigir as viaturas durante a operação padrão realizada ano passado pelos PM’s, que reivindicavam melhores salários. O julgamento acontecerá no Conselho Permanente da Justiça Militar, presidido pelo juiz de direito Diógenes Barreto. A punição para que faz motim é pesada, prevendo pena inicial de quatro anos de reclusão. Este será o maior grupo de policiais julgados em um só processo em Sergipe.

Santos aliviados

Pudessem falar, os santos padroeiros não esconderiam o alívio pela ausência de boa parte dos políticos nas procissões religiosas deste ano. Ontem mesmo, na festa de Nossa Senhora Santana, padroeira de Simão Dias, foi notada a ausência de muitos políticos que em 2010 disputaram espaço naquela procissão. Os padres não confessam, mas também se sentem aliviados com a ausência desse pessoal nos atos religiosos.

Um jeitinho

Embora se diga discípulo da fidelidade partidária, o pastor e deputado estadual Antônio Santos (PSC) acha que deve haver um jeitinho para aqueles políticos insatisfeitos com seus partidos. “Em alguns momentos a convivência dentro do partido se torna insuportável. Em situações consideradas justas o parlamentar poderia trocar de legenda sem correr o risco de perder o mandato”, discursa Santos.

Poupança

A captação de depósitos em poupança em Sergipe cresceu 16,15% em abril deste ano, no confronto com abril do ano passado, alcançando mais de R$ 2,89 bilhões. Na comparação com o mês anterior (março/2011), verificou-se recuo de 0,31% no montante de depósitos. O levantamento é do Boletim Sergipe Econômico (Fies/UFS), com base em dados do Banco Central sobre o Sistema Financeiro de Habitação.

Lenga-lenga

Ficou para depois o encontro que o ex-deputado federal Albano Franco teria em Brasília com a cúpula do PSDB para discutir se fica ou sai do partido. O argumento dos tucanos para a ausência foi o recesso parlamentar. Há quem diga, no entanto, que Albano está mesmo é sem prestígio entre os capas pretas do PSDB, que desejam vê-lo pelas costas para entregarem o partido ao grupo do ex-governador João Alves Filho (DEM). Será?

Contra o câncer

Foi dada a largada ontem em Aracaju da maior campanha em prol da cura do câncer infantojuvenil no Brasil: o McDia Feliz. Um café da manhã e muita animação na sede da Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia (Avosos) marcaram o lançamento da campanha. Coordenado nacionalmente pelo Instituto Ronald McDonald, o evento acontecerá no dia 27 de agosto, quando toda a renda obtida – exceto os impostos – com a venda dos sanduíches Big Mac em Aracaju será revertida em favor da Avosos. Legal!

Sede própria

O sonho de consumo da Polícia Federal em Sergipe é uma sede própria. Ontem, o superintendente da PF no Estado, José Grivaldo de Andrade, solicitou apoio do senador Eduardo Amorim (PSC) ao projeto de construção da sede própria da instituição. O pedido aconteceu durante visita que o senador fez à Superintendência da PF, que funciona em um prédio alugado na avenida Rio de Janeiro.

Isolamento

Com o título acima, a coluna Periscópio do Jornal da Cidade publica hoje o seguinte: “No bloco governista trabalha-se a idéia de não valorizar as falações do deputado federal Almeida Lima (PMDB), um dos maiores críticos do governo, embora seu partido faça parte da base aliada. Há um entendimento que Almeida estaria mais para oposição do que governista, ou seja, estaria muito próximo do ex-governador João Alves Filho (DEM)”.

Do baú político

Durante as obras de implantação da Petromisa (hoje Companhia Vale do Rio Doce) em Rosário do Catete, o seu superintendente Edílson Távora chamou autoridades sergipanas e a imprensa para visitar o empreendimento. Meio dia, o anfitrião convidou a todos para um churrasco num enorme galpão de obras. Um batalhão de garçons começou servindo molho vinagrete, farofa e arroz. Famintos, todos devoraram as guarnições rapidamente e ficaram a esperar pela carne, que nunca chegava. 30 minutos depois, o mestre de cerimônia, jornalista Santos Santana, informou, meio sem jeito, que houve um imprevisto e que todos estavam sendo convidados para terminar de almoçar numa churrascaria às margens da BR-101. Soube-se depois que a peãozada havia invadido o local onde o churrasco estava sendo assado e levado toda a carne.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais