Balões de ensaio

0

Dependesse do elevado número de pretendentes a disputar algumas prefeituras sergipanas, as eleições de 2012 seriam as mais concorridas da história. A cada dia a imprensa anuncia novos nomes dispostos a conquistar as chefias municipais, alguns sem qualquer passado político que justifique suas pretensões. É o caso de Ana Alves, filha do ex-governador João Alves Filho (DEM), que sonha com a cadeira do prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT). O próprio pai da jovem senhora correu para dizer que é contra o projeto dela. Entrevistado pela jornalista Kátia Santana, o demistra afirmou que a herdeira “não tem couro de jacaré para enfrentar o jogo bruto da política”. Não bastasse isso, Aninha não tem votos. Assim como a filha de João, os demais pretendentes anunciam seus desejos para ver se cola. E não passa disso, pois as candidaturas a prefeito só serão definidas ano que vem. Portanto, o que estamos a assistir são meros e frágeis balões de ensaios.

Solução caseira

O governador Marcelo Déda (PT) recorreu a uma solução caseira para substituir o ex-secretário dos Direitos Humanos e Cidadania, Iran Barbosa. O escolhido é Luiz Eduardo Oliva, atual presidente da Imprensa Oficial (Segrase). Para o lugar deste, Déda indiciou seu assessor Jorge Carvalho, que é jornalista, advogado e professor da Universidade Federal de Sergipe. Iran deixou o governo para ficar ao lado dos colegas professores na luta pelo pagamento do piso salarial da categoria.

Caindo fora

O prefeito de Propriá, Paulo Brito, está disposto a abandonar o barco antes do tempo. Ele já teria reunido o secretariado para informar o desejo de renunciar ao cargo visando prestigiar o vice José Américo (PSC), sem candidato natural a prefeito em 2012. Para apoiar Américo, Paulo Brito rompeu politicamente com o ex-prefeito e ex-deputado estadual Renato Brandão (PMDB).

Emancipação

As comemorações pelos 191 anos da emancipação política de Sergipe vão começar na véspera da data – 8 de julho – em Brasília. Durante sessão solene na Câmaras dos Deputados, o governo sergipano homenageará com a Medalha do Mérito Aperipê o presidente do Senado, José Sarney, e o presidente da Câmara, Marcos Maia. Na sexta-feira (8), a ministra da Cultura, Ana Holanda, e o presidente do Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Luiz Almeida, entregarão ao governador Marcelo Déda o diploma reconhecendo a Praça São Francisco, em São Cristóvão, como patrimônio da humanidade.

Sem legitimidade

O Ministério Público não tem legitimidade para propor ação civil pública contra a Associação Atlética de Sergipe. Foi o que decidiu ontem a Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça sobre a ação do MP sergipano que pretendia cancelar a venda da sede do clube da Vila Cristina porque teria havido fraude na negociação. Para o relator, ministro Luis Felipe Salomão, esse tipo de ação não se aplica ao caso, pois tem como objetivo beneficiar a sociedade como um todo, em sentido amplo, e não um grupo isolado de pessoas, no caso os sócios da Associação Atlética.

Turismo em alta

O fluxo turístico do mês passado em Sergipe, devido às festas, deverá ter continuidade por conta das férias de julho. Quem garante é o secretário estadual do Turismo, Elber Batalha Filho. Em junho, 80% do fluxo turístico local foram atraídos pelos festejos juninos. Praticamente todos os hotéis situados na Orla de Atalaia registraram ocupação de 100%. "Nós estamos com 55% da ocupação já para este período de férias”, festeja Elber.

Mais postos

O Tribunal Regional Eleitoral anunciou ontem que vai aumentar o número de postos visando reduzir as enormes filas de quem procura fazer o cadastramento biométrico. Em Aracaju vão ser abertos oito novos postos, que se somarão aos três já existentes, enquanto no interior todos os 74 cartórios eleitorais passarão a atender os eleitores. A ampliação do atendimento deverá ocorrer no próximo mês visando atender aos mais de 900 mil sergipanos que ainda não fizeram o cadastramento biométrico. Menos mal!

Leão restitui

A consulta ao segundo lote de restituições do Imposto de Renda  2011 (ano-base 2010) deve ser liberada nesta semana, provavelmente na sexta-feira, uma semana antes do pagamento, marcado para o dia 15 de julho. A restituição fica disponível no banco por um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição), disponível na internet.

Outro processo

O prefeito de Capela, Manoel Messias, o “Sukita” (PSB), vai responder um novo processo. Agora, o Ministério Público Federal em Sergipe o está processando por improbidade administrativa. “Sukita”, seu secretário de Finanças, José Edivaldo dos Santos, e Genival Rosa da Silva são acusados de cometer uma série de irregularidades com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar. Entre elas, o MPF destaca que os alimentos comprados pela Prefeitura tinham sobrepreços que variavam de 92% a 181%. Homem, vôte!

Bem na fita

O curso de Direito da Universidade Federal de Sergipe está entre os 12 do país que conseguiram aprovar entre 80% e 90% dos candidatos no último concurso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), realizado em dezembro passado. Diferentemente, o curso de Direito da UNIT aprovou apenas 14,45% dos candidatos. Pior mesmo, só o Instituto Sergipe de Ensino Superior (ISES), que não aprovou nenhum candidato.

Do baú político

Nascido em Estância, Maurício Graccho Cardoso governou o Ceará e Sergipe, além de deputado estadual, federal e senador. Nos dois mandatos de presidente de Sergipe (1927 a 1929 e de 1930 a 1932), construiu vários grupos escolares, o prédio da Prefeitura de Aracaju, o Atheneu Pedro II, a Associação Comercial de Sergipe e o Colégio Nossa Senhora de Lourdes, criou o Instituto de Química e o Instituto Parreiras Horta. Muitos destes prédios estão encimados por uma águia, símbolo do governo de Graccho. Com a redemocratização de 1945, foi novamente eleito deputado federal (1946 – 1959) na Assembléia Constituinte. Morreu no plenário, quando se dirigia à mesa diretora para presidir a sessão. Seus restos mortais só foram transladados para Sergipe no dia 1º de agosto de 1973, graças à iniciativa do então presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Luciano Prado. Por tudo que fez, Graccho Cardoso é um sergipano para ser sempre lembrado.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais