Bancada de Sergipe apoia fichas sujas

0

Sete dos oito deputados federais de Sergipe concordam que o político ficha suja, aquele sujeito que entra na vida pública para se locupletar, deve continuar se candidatando a cargos eletivos, se elegendo e enricando com o dinheiro do povo. Com exceção de Valdevan Noventa (PL) – ausente à sessão – a bancada sergipana, disse sim ao Projeto de Lei liberando as candidaturas de políticos com as contas rejeitadas pelos órgãos de controle. A indecente proposta torna elegíveis os gestores safados, aqueles que cometeram atos de improbidade insanáveis, mesmo que tenham sido praticados de forma dolosa, ou seja intencionalmente. No entendimento dos 345 deputados federais que votaram no indecoroso Projeto de Lei, a inelegibilidade para o político “é como se fosse a pena de morte”. Será que ao votarem essa sacanagem eles pensaram nos milhões de brasileiros que ficam sem educação, saúde e comida na mesa porque políticos inescrupulosos roubaram os recursos públicos? Portanto, esse projeto beneficiando fichas sujas é uma sacanagem com letra maiúscula. Home vôte!

Grana garantida

Como já era esperado, a Assembleia concedeu autorização para o governo de Sergipe contrair um empréstimo de R$ 150 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Essa grana toda será usada para modernizar a gestão fazendária e a administração tributária. O empréstimo terá o aval da União e o governo estadual deve quitá-lo em cinco anos. A maioria do Legislativo rejeitou uma emenda da deputada Kitty Lima (Cidadania) propondo uma prestação de contas anual sobre a aplicação dos R$ 150 milhões. Ah. bom!

Mundo cão

Pesquisa mostra que 65% das gestantes condenadas poderiam cumprir prisão domiciliar, por ter cometido crimes de menor poder ofensivo, como porte de drogas e pequenos furtos. Realizado pela Fiocruz, o estudo indica que 40% das presas gestantes têm mais de quatro filhos, a maioria não desejava a gravidez, 5% tentaram fazer aborto e 50% tiveram depressão pós-parto. Pior, somente 3% tiveram acompanhamento durante o parto, enquanto 40% não receberam nenhuma visita durante a gravidez. Que horror!

Cultura de luto

Em pleno festejos juninos, a cultura popular perdeu um dos seus grandes Mestres. Vítima de infarto, morreu aos 80 anos Saturnino Prudêncio, popularmente conhecido por “Satu”, Mestre do Reisado de São Cristóvão. Em nota, a Prefeitura sancristovense lamentou a morte de um dos grandes defensores da arte popular. Triste está o boi, chora Jaraguá. Seu Mateu encantou-se foi brincar do lado de lá. Vai “menino levado” comandar a brincadeira que o menino Deus vai gostar. Avoa Mestre Satu. Amém!

De volta ao Incra

O advogado Victor Alexandre Sande Santos está de volta à Superintendência do Incra em Sergipe. Ele havia sido exonerado em janeiro passado, porque o governo Bolsonaro queria o cargo para trocar por votos visando eleger o deputado federal Arthur Lira (PP) presidente da Câmara Federal. Depois de uma ferrenha disputa pelo Incra entre alguns deputados federais sergipanos, coube a Fábio Reis (MDB) e Bosco Costa (PL) indicarem o superintendente regional. O retorno de Victor Alexandre Sande foi bem aceito pelos servidores da autarquia no estado. Então, tá!

Dinheiro na conta

A Prefeitura de Aracaju paga, nesta sexta-feira, os salários de todos os servidores referentes a este mês. Também hoje será creditada pela municipalidade a 1ª parcela do 13º para quem aniversaria nos meses de maio e junho. Com o pagamento antecipado dos salários dos servidores serão injetados mais de R$ 80 milhões na economia local. Maravilha!

Longe da escola

Veja que miséria: quatro em cada 10 alunos da educação básica na rede pública de ensino correm risco de abandonar a escola por causa da pandemia da covid-19. É o que mostra um estudo feito pelo Instituto Datafolha com pais e responsáveis de estudantes da rede pública. E o problema é ainda maior para os estudantes negros: 43% deles manifestaram o desejo de abandonar a escola. Entre os brancos, o percentual foi de 35%. Crendeuspai!

Cheiro de corrupção

A sessão da CPI da Covid desta sexta-feira será bombástica. O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) e seu irmão Luis Ricardo prometem provar que o presidente Jair Bolsonaro sabia da existência de malandragem na compra da vacina indiana Covaxin. Segundo o senador Alessandro Vieira (Cidadania), as informações referentes ao caso Precisa/Covaxin são gravíssimas: “É obrigação buscar a verdade e entender as razões para atrasar determinadas ações e acelerar outras. Os indícios são de corrupção. Gente buscando lucro enquanto os brasileiros morriam sem vacina”. Misericórdia!

As coisas mudam

E o ex-governador Jackson Barreto (MDB) diz não ter nada contra a possibilidade de a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) e o ex-deputado federal André Moura (PSC) se juntem aos governistas na disputa eleitoral de 2022. JB disse a jornalista Rita Oliveira que dona Maria e André só agregam. Há um ano, o mesmo Barreto jurava que não subia no palanque do candidato à reeleição prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) se André Moura estivesse lá: “Não estarei onde estiver esse conluio de corruptos”, discursava um Jackson raivoso. Marminino!

Sem energia

Desde janeiro de 2020, quando ficou pronta, a UTE Porto de Sergipe I operou comercialmente em março daquele ano, depois de setembro a dezembro, e não mais produziu energia. Localizado na Barra dos Coqueiros, o empreendimento tem potência de 1,5 GW, sendo capaz de atender 15% da demanda de energia do Nordeste. A Centrais Elétricas de Sergipe informou que a usina não está operando por não ter sido acionada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico. Segundo o jornal Valor Econômico, a previsão é de que a UTE Porto de Sergipe I volte a produzir energia agora em julho. Oremos!

Filosofia de Britto

Do sergipano Carlos Ayres de Britto, ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, no twitter: “Poesia é o som mais bonito da fala, música é a fala mais bonita do som”. Aff Maria!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A República, em 13 de julho de 1934

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais