Boa de encrenca

0

A Prefeitura de Aracaju não gosta de fazer acordos. Pelo menos é o que revela levantamento feito pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre os 100 maiores litigantes do Brasil, incluindo o serviço público e a iniciativa privada. No estudo, a Prefeitura da capital aparece no ranking nacional na 72ª posição entre os 100 que mais abriram litígio jurídico contra alguém ou que contestaram demandas de outrem. Isso significa falta de traquejo da municipalidade aracajuana no trato com o contraditório e a preservação da cultura de excessiva judicialização dos conflitos. Ser o 72º entre os 100 maiores litigantes nacionais, numa relação que inclui inclusive empresas de telefonia e bancos, demonstra que a administração comandada pelo PC do B prefere o embate jurídico a um bom entendimento, mesmo sabendo que, na maioria dos casos, o processo se arrasta anos a fio, em prejuízo para ambas as partes.

Não engole

Um petista muito próximo à cúpula do partido em Sergipe garantiu que, se o PT de Itabaiana decidir apoiar a reeleição do prefeito Luciano Bispo (PMDB), sofre intervenção. Segundo o moço, a direção estadual do PT não vai admitir que o partido se junte ao peemedebista, que nas eleições passadas fez campanha ferrenha contra a reeleição do governador Marcelo Déda e trabalhou como um condenado em favor do presidenciável tucano José Serra.

Greve ilegal

A greve programada para esta segunda-feira pelos servidores do Detran é ilegal. Em decisão liminar, o desembargador Cláudio Déda Chagas determinou o pagamento de multa diária de R$ 5 mil caso o Sindicato dos Assistentes de Trânsito, Vistoriadores e Servidores insista em realizar a paralisação. Para pedir a ilegalidade do movimento, o Detran alegou que uma contraproposta referente à concessão da Gratificação de Atividade de Trânsito (Getran) já foi apresentada à categoria, que recusou.

Nova sergipana

A presidente do Sindicato dos Enfermeiros de Sergipe, Flávia Brasileiro, é a mais nova filha de Sergipe. Ela receberá hoje da Assembléia Legislativa o título de cidadã sergipana, concedido graças a requerimento da deputada estadual Gortetti Reis (DEM). Para justificar a homenagem, a parlamentar explicou que Flávia é uma mulher que tem demonstrado competência na área profissional que ocupa. A nova sergipana nasceu em Maceió.

Sinalização

Será instalada hoje pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito a primeira das 176 placas da nova sinalização turística de Aracaju. A solenidade está marcada para daqui a pouco na Praça da Bandeira e contará com a presença do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B). O investimento é de R$ 2,4 milhões, fruto de uma parceria entre a Prefeitura e os Governos estadual e federal. Todos os pontos turísticos da capital serão sinalizados, incluindo as praias, o centro histórico, parques, praças, shoppings centers e o calçadão da 13 de Julho.

Gastronomia

Será lançada nesta segunda-feira à noite a 6ª edição do festival Brasil Sabor. O lançamento do festival, que este ano traz como tema "À Mesa, o Brasil já é Hexa", acontecerá no Hotel Parque dos Coqueiros. Os restaurantes participantes vão apresentar aos convidados as suas criações, que estarão disponíveis em seus cardápios até o dia 30 de junho. Em Sergipe, 51 restaurantes de 33 municípios participam do festival, oferecendo um prato especialmente preparado para o evento, a preços diferenciados.

Merda n'água

O novo PSD, partido criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e que em Sergipe está sendo organizado pelo governador Marcelo Déda (PT), é uma incógnita. Seu criador garante que o PSD não será um partido nem de esquerda, nem de direita, nem de centro. Também declarou que não fará oposição ao governo federal nem integrará a base petista. Que legenda é essa? Nem o PSDB, com sua mania de ficar em cima de muro, conseguiu ser tão inodoro e incolor. O partido de Kassab está mais para merda seca dentro d'água, que bóia ao sabor do vento.

Não gostou

A comparação do PV com uma enxada, que nunca amadurece, desagradou ao vice-presidente do partido em Sergipe, Antônio Leite. Segundo ele, se o Partido Verde amadurecer, corre o risco de apodrecer. Quanto à decisão do deputado estadual Gustinho Ribeiro de trocar o PV pelo PSD, Antônio Leite questiona: "Fazer o quê?". O dirigente verde acrescenta que a sociedade sergipana sabe que o PV sacrificou uma candidatura própria para beneficiar Gustinho, que agora está dando o troco.

Happy hour

A empresa Êxito Eventos recebe convidados nesta segunda-feira para um animado happy hour. Será a partir das 18h30 no Quality Hotel. O objetivo é passar informações sobre a 3ª edição da Feira da Indústria e Inovação Tecnológica (Fitec), que acontecerá de 25 a 29 deste mês no Centro de Convenções de Sergipe.

Pernas de pau

Quanto será que os jogadores do Confiança pagam para vestir a camisa do time? Como? Não é possível que aqueles pernas de pau sejam pagos para jogar tão mal, como fizeram ontem no Batistão. Onde já se viu um time tomar três gols em menos de 15 minutos num jogo considerado clássico? Não que o Sergipe seja bom, o Confiança é que é ruim demais. A defesa não sobe nas bolas altas e o ataque é cardíaco. Respeitem o povo, galera!

Do baú político

Em que pese tenha vencido as eleições para a presidente da República em 1955, Juscelino Kubitschek (PSD) não obteve um único voto no recém criado município sergipano de Cumbe. Não que o candidato da UDN, Juarez Távora, fosse tão popular entre o eleitorado daquela pequena localidade, mas porque o líder político Clovis Rollemberg achou que tinha de ser assim. Udenista de quatro costados e fundador de Cumbe, Clovis decidiu que todos os votos dados a Juscelino deveriam ser anulados. Para testar se a determinação era mesmo para valer, um filho do líder político resolveu votar em Juscelino, porém caiu na tolice de espalhar o feito. Resultado: Clovis Rollemberg mandou anular o sufrágio do herdeiro e ainda lhe deu um baita puxão de orelhas. A ausência de qualquer voto em favor do candidato mineiro chamou a atenção da imprensa sulista. A revista Cruzeiro, por exemplo, dedicou um generoso espaço para a acachapante derrota de Juscelino Kubitschek na pequena Cumbe.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários