Bolsonaro, o apóstolo da morte

0

As mortes diárias de 4 mil vítimas da covid-19 deixam claro que já perdemos a guerra para o coronavírus. Aqueles que escaparem desse massacre biológico poderão dizer aos filhos que um dos grandes responsáveis por esta tragédia humana foi o negacionismo do presidente Jair Bolsonaro. Ora, quantos dos quase 350 mil mortos pelo vírus estariam vivos se o governo federal tivesse enfrentado a pandemia fundamentado na ciência? Quantos brasileiros teriam escapado da contaminação se, em vez de negar a letalidade da doença, o capitão de pijama tivesse comprado as vacinas oferecidas ao Brasil desde agosto do ano passado? Quantas famílias teriam sido poupadas do pranto e do luto se Bolsonaro não tivesse incentivado as aglomerações, condenado o uso da máscara e desaconselhado o isolamento social? Em vez do bom senso, tão necessário a quem governa em épocas de crise, o inquilino do Palácio do Planalto preferiu escamotear a verdade sobre o vírus, apostar em drogas inservíveis, incentivar o quanto pior melhor. Apóstolo da morte, o funesto Bolsonaro ainda encontra motivos para esbanjar gargalhadas, tal qual faz a hiena, que ri diante da carniça. Misericórdia!

Farinha pouca…

As más línguas estão espalhando em Sergipe que o deputado federal Fábio Henrique (PDT) conseguiu numa senhora “boquinha” para o irmão Adilson Júnior (PSD). Derrotado na disputa pela Prefeitura de São Cristóvão, o moço teria sido contratado pelo Senado com um salário de R$ 17 mil. Em sendo verdadeira, a informação não surpreende: em 2019, Fábio Henrique aboletou a esposa a ex-deputada estadual Sílvia Fontes (PDT) no Tribunal Faz de Contas de Sergipe com um salário superior a R$ 16 mil. Percebe-se que o deputado pedetista é adepto do adágio popular: “Farinha pouca, meu pirão primeiro”. Home vote!

Tiririca de raiva

E quem irritou o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) foi o vereador Ricardo Marques (Cidadania). A gestão do pedetista não esconde a raiva com o parlamentar que, segundo nota da Prefeitura, invadiu uma unidade de tratamento de covid-19 na zona norte de Aracaju. Ricardo nega a acusação, afirmando que a secretária da Saúde, Waneska Barboza, tinha conhecimento de sua visita. Segundo o cidadanista, os servidores o trataram de forma gentil e só pediram para ele se retirar da unidade após receberem uma ligação telefônica. Marminino!

Hora da morte

A cesta básica de Aracaju (R$ 468,79) foi a que registrou, em março, a maior alta do Brasil: 5,13%. Segundo pesquisa do Dieese, o conjunto de alimentos essenciais mais barato foi encontrado em Salvador (R$ 461,28) e o mais caro em Florianópolis (R$ 632,75). Diante destes valores, o Dieese estimou que o salário mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador e da família seria de R$ 5.315,74, o que corresponde a 4,83 vezes o valor vigente, de R$ 1.100,00. Crendeuspai!

Na crista da onda

Um dos 32 senadores que assinaram a CPI da Covid-19, Alessandro Vieira (Cidadania) ganhou, ontem, generosos espaços na mídia do Sudeste. Entrevistado pela televisão CNN, o cidadanista defendeu a apuração de possíveis irregularidades cometidas durante a pandeia, doa a quem doer. O senador sergipano Rogério Carvalho (PT) também subscreveu o pedido da CPI, que será instalada por determinação do ministro Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal. Pela reação contrária dos senadores governistas, essa apuração vai dar pano pras mangas. Danôsse!

Bareta estável

Com suspeita de covid-19 (o resultado do exame ainda não saiu), o radialista e policial civil Otoniel Amado, o “Bareta”, 71 anos, permanece internado num hospital de Aracaju e seu quadro de saúde é considerado estável. Segundo os familiares, o comunicador teve 25% dos pulmões comprometidos, está usando máscara de oxigênio e a equipe médica aguarda uma evolução para decidir se vai entubá-lo ou não. Esta informação é do portal DiárioSE. Melhoras, amigo!

Raios e trovões

Sergipe registrou um total de 2.298 raios entre dezembro de 2020 março último. Segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, a maioria dos relâmpagos foi registrada em Poço Redondo: 197. Na última terça-feira, um raio caiu numa fazenda daquele município, matando 14 vacas leiteiras. Ainda de acordo com o levantamento do Grupo de Eletricidade, no período analisado só caíram 47 raios em Aracaju. Ainda bem. Vixe!

De olho em 2022

A poeira das eleições municipais nem assentou direito e o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL), só pensa na disputa eleitoral de 2022. O homem ainda não definiu qual cargo pretende disputar no próximo pleito, porém já analisa alguns nomes que ele pode apoiar para o governo de Sergipe. Entre estes está o do deputado federal Fábio Mitidieri, mas também pode ser o conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, Ulices Andrade ou outro que desponte com chance de vitória. Então, tá!

Horários escalonados

E o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), publicou um novo decreto com medidas restritivas visando conter a pandemia da covid-19. Foram mantidas as determinações anteriores, como o toque de recolher das 20h às 5h, bem como o fechamento das praias e parques aos finais de semana. Também estabeleceu o escalonamento das atividades comerciais. Agora, o comércio e demais atividades empresariais do centro passam a funcionar das 9h às 18h, enquanto nos bairros o expediente será das 10h às 19h. Aff Maria!

De olho no futuro

Precavido mesmo é o vereador de Lagarto, Amilton Fontes (PSC): três meses após ter sido eleito presidente da Câmara Municipal para o biênio 2021/2022, o homem se reelegeu, ontem, para continuar presidindo o Legislativo lagartense entre 2023 e 2024. A oposição ainda tentou desbanca-lo, porém a chapa formada de última hora não chegou nem a concorrer. Certamente, a reeleição de Amilton Fontes será copiada por outros presidentes de câmaras municipais. Quer apostar uma mariola de goiaba?

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã, em 29 de janeiro de 1919

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais