Café Pequeno- A 60 KM por hora…

0

O carnaval se aproxima e com ele, novamente, uma preocupação estatística: a bombástica combinação entre álcool e direção.

 

Este ano, porém, o governo se movimenta para endurecer com os motoristas alcoolizados e rever a liberalidade publicitária.

 

Já não era sem tempo. Nossa legislação num assunto tão grave, para variar, é completamente frouxa.

 

Outro dia, fiquei pasma ao saber que o motorista flagrado bêbado só faz o teste do bafômetro se quiser. Faz parte das suas garantias individuais. É de estarrecer, não?

 

Espero que agora, diante da explosão dos números neste verão, as mudanças sejam para valer, as penas pesadas e que o sucesso da campanha anti-tabagista se repita com o álcool que é um problema muito mais grave.

 

Apesar do impacto do cigarro nas contas da saúde pública, o viciado só faz mal a si mesmo e aos fumantes passivos que podem reagir e se preservar.

 

Com o álcool não temos a mesma chance. Você pode estar tranquilamente passeando, e de repente ser surpreendido por um embriagado na contramão. Sem falar nos crimes passionais depois de uma farra, acidentes fatais no mar, nas indústrias, na construção civil…

 

Com umas doses a mais na cabeça irmão mata irmão, filho mata pai, avós…Homem bate em mulher.

 

Na avenida onde moro, quase todo sábado, alguém sobra na curva. Já se foram muitos e muitos postes. Da última vez que assisti foi dramático: quatro ou cinco adolescentes, e um deles preso nas ferragens, aos berros, gritava enquanto as serras do socorro trabalhavam.

 

Chorei muito imaginando a dor de uma mãe ao ser acordada, sábado de madrugada, por aquele tipo de chamada.

 

E os sem número de atropelados nas cidades surpreendidos pelos homens balas nos seus possantes veículos?

 

É trágico! Mas brasileiro só entende quando é pego pelo bolso, por isso a importância da restrição da velocidade nas cidades. Em Aracaju a medida já se reflete em números.

 

Precisamos jogar duro, afinal acidentes, especialmente aqueles movidos à álcool, se previnem antes de compor estatísticas.

Redescobrindo Sergipe-Festa de Reis em Japaratuba-Foto Andréa Prata

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais