Café pequeno- A Vida é Breve!

0

 três  semanas me deu um branco,  emudeci.

A triste história de Zezinho da Everest e o infortúnio que se abateu sobre a dupla política são cristovense me deixou sem assunto.

Esqueci  até de homenagear  Dercy Gonçalves…

Parei para reflexão.Lembrei  do vulcão Pedro Collor e da sua inexplicável morte pouco tempo depois do impeachment do irmão.

A vida é mesmo uma fagulha, e política, pelo visto, não é brinquedo não,  e não se faz  apenas com boas intenções.

É preciso muito mais que isso, além de uma boa dose de óleo de peroba, é claro.

O fato é que  Zezinho sucumbiu e foi tudo de uma vez só.

Até o Katmandu, o charmoso bar da praia de Aruana, também foi demolido.

E foi justamente ali que o conheci tomando conta da obra do irmão, o então professor  Wanderlê.

Mas o que mais impressiona é o silêncio. Passada a comoção do enterro, não se toca no assunto.

Parece até que nunca existiu um jovem e voluntarioso prefeito chamado Zezinho da Everest.

Todos calaram. E eu continuo chocada até hoje!

P.S.-  Queridos leitores depois dessa  vou precisar de um tempinho para reflexão.

         Quando a primavera chegar estarei de volta. Até breve!

 

Igreja Senhor do Bonfim-Salvador-Foto Ana Libório

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais