Café Pequeno- Clementina meu amor…

0

E mal acabou a eleição começam a surgir propostas concretas.  Finalmente chegou a hora da verdade…Esperávamos ansiosamente por isso!

Porém acho que o pessoal podia disfarçar um pouco e dar um tempinho. Porquê não falaram disso durante a campanha?

É o que nos perguntamos agora e a sensação é de marido traído. Por isso a dificuldade de acreditar em promessa de político.

Não falo da Dilma, que a cada aparição e biografia impressiona positivamente, e atualmente descansa numa praia da Bahia, acho que Itacaré. Será?

O mais estranho é que tudo parece tão orquestrado…Falo dessa novidade do PSB não deixar nem o corpo esfriar e vir à TV, em bloco, defender a volta da CPMF. Outro partido, o governador mais bem votado do país…

O mais curioso é o pretexto: resolver o problema da saúde no país. De novo? Porquê não resolveram durante os anos de vigência da famigerada contribuição compulsória, dita provisória?

Não seria mais lícito retribuir, com bons serviços e um choque de gestão, o poder conquistado nas urnas? Já começam querendo arrancar mais dinheiro do contribuinte brasileiro?

– Fiquei tiririca!

É por essas e outras que não dá para confiar… enquanto a política no Brasil estiver montada no tripé conchavos, corrupção e impunidade continuaremos a engatinhar, ops…quer dizer  pastar!

Quanto a nossa presidenta, oxalá uma mulher positiva, inaugure uma nova forma de fazer política. E a fama de durona não é de estranhar, falar grosso é, muitas vezes, o recurso que nos resta para sermos ouvidas num país ainda extremamente machista.

Estocolmo-Foto Ana Libório

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários