Cargos e o barulho dos inocentes

0

No assunto que retornou à tona sobre a indicação de cargos no governo estadual uma coisa é certa: ninguém é inocente. Por isso ninguém silenciou, pelo contrário todos fizeram barulho, até mesmo o empresário Amorim, que negou participação nas indicações e autorizou o afastamento dos cargos que, por acaso, foram indicados pelos partidos que comanda (PSC, PR e tudo mais).

 

Já os deputados destes mesmos partidos fizeram defesa e criticaram o discurso da colega Ana Lúcia. O próprio governador, em entrevista,  disse que todos que fazem parte do bloco governista têm todo o direito de participar do governo. E alfinetou Ana Lúcia, ao afirmar que “não dá é que quando as pessoas participam do governo considerem que é bom, as para os outros é loteamento”.

 

De todas as declarações o que causou espanto foi o empresário Edvan Amorim negar a participação. Ele pessoalmente, pode não ter indicado nenhum secretário ou qualquer outro cargo, mas não ter conhecimento das indicações da bancada que comanda é muito “barulho” para nenhum inocente. Desde que o acordo foi feito deputados indicaram cargos comissionados em vários escalões, menos no primeiro. Isto é fato! E Edvan sabe, não quer assumir como dele, mas sabe que os deputados “leais” a ele têm cargos comissionados.

 

Ou Edvan Amorim é tão inocente para pensar que os deputados foram apoiar o governo por puro altruísmo? Ou seja, uma preocupação desinteressada pelo bem dos demais, neste caso a sociedade e alheio aos interesses próprios. Já pensou todos pensando no bem estar do povo se esquecendo do próprio umbigo? Pura utopia.

 

Aliás, o sistema político eleitoral do Brasil leva ao pragmatismo e ao utilitarismo, onde cada um pensa em si apenas e nada mais. Ou seja, o interesse particular está acima do interesse da sociedade. A vantagem pessoal é a tônica neste relacionamento entre o Executivo e o Legislativo em todos os níveis do Brasil.

 

E esse sistema promíscuo não muda porque muitos se aproveitam dele. E aí de quem peitá-lo. Não governa. Um exemplo histórico foi da então petista Luiza Erundina quando venceu as eleições para prefeita de São Paulo. Não aceitou a barganha com o Legislativo e não administrou. É deste sistema que surgiu os diversos mensalões.

 

Então o governante que assume com sonhos e ideais, cai na realidade entre a “possibilidade e a realidade” e tem que optar pela quantidade ao invés da qualidade. E assim caminha o Brasil onde todos são culpados, inclusive o eleitor, que critica e esperneia, mas não lembra nem em que votou há quatro anos para o legislativo estadual.

 

Capitão Samuel terá o apoio de Pedrinho

O ex-vereador por Aracaju, Pedrinho Andrade, que resolveu deixar a vida pública desiludido com os políticos, vai apoiar a candidatura do capitão Samuel para deputado estadual. Pedrinho Andrade, continua ajudando a comunidade através de cursos preparatórios gratuitos para concursos. E em breve ele retorna as manchetes dos jornais com algo surpreendente.

 

Chapinha

Como é militar, capitão Samuel tem até as convenções partidárias para se filiar a um partido. Já decidiu que vai para um dos chamados nanicos, que formará uma “chapinha”, com ex-deputados, a exemplo de Jorge Araujo e Zé Milton de Zé de Dona. Samuel deve se filiar ao PSL ou o PTC.

 

Suplentes de peso

O deputado federal Albano Franco continua se movimento para fechar o nome de seus dois suplentes, caso decida ser candidato ao Senado. Já convidou o empresário Adierson Monteiro e nos bastidores fala-se também do nome do jovem empresário do grupo Maratá, Frank Vieira. Certamente são dois suplentes de peso que sustentam qualquer candidatura.

 

Uso irregular de veículo continua

Tem jeito não. Tem uma autoridade da PM, que já foi denunciada neste espaço pelo uso irregular do veículo da PM para levar os filhos a escola que continua fazendo o mesmo, apostando na impunidade. Quem desejar ver de perto é só ficar entre às 6hs e 6h30 na rua Heriberto de Góis (entre os números 1300 a 1350), na Coroa do MeioTão logo ele faz este transporte volta prá casa deixando o carro na rua só saindo de novo por volta das nove horas. Este veículo permanece durante à noite em sua garagem.

 

Operação Navalha

E o jornalista Chico Freire, do Jornal do Dia, aproveitou a presença da ministra do STJ, Eliana Calmon, para participar de um evento em Aracaju para perguntar sobre os processos da Operação Navalha, que ela é relatora. A ministra anunciou que na próxima quarta-feira poderá haver uma grande decisão. Será, seria um ótimo presente para Aracaju, que completa 155 anos nesta quarta-feira, 17.

 

Déda defende coalização I

Deu no NeNotícia: “Em seu discurso na última sexta-feira, no evento que marcou a posse de Sílvio Santos como novo presidente estadual do PT, o governador Marcelo Déda não citou o nome da deputada estadual Ana Lúcia, mas deixou clara sua posição favorável à coalizão que dá sustentação ao seu governo na Assembléia Legislativa. Déda disse que os petistas precisam reconhecer a coalizão como um modelo de democracia.

 

Déda defende coalização II

Sem meias palavras, mas em tom conciliador, o governador disse que o PT precisa entender que vai ter que trabalhar pela chapa inteira, ou seja, por todos os candidatos que fizerem parte da chapa majoritária que está montando: “Na hora em que o PT aprovar sua tática, suas alianças, nos teremos um governador do PT, um vice aliado, dois senadores aliados, e nós, petistas, vamos lutar pela chapa inteira. Como é que eu quero o voto de Jackson, e não voto em Jackson? Como quero o voto de Valadares, e não voto em Valadares? Como é que quero o voto de Amorim, e não voto em Amorim? Se seu voto não serve pra mim, meu voto não serve pra você. E isso não é só ideologia, é compromisso de caráter”, disse Déda, enfatizando a necessidade de haver caráter numa aliança.

 

Congresso do PPS Elege Nova Direção e Discute Eleições

A partir desta segunda, 15,  militantes e dirigentes do PPS em Sergipe vão intensificar os contatos com  lideranças e simpatizantes do que eles chamam de “Projeto Democrático Alternativo”, nos 60 municípios onde  o Partido se encontra melhor estruturado, com vistas à  realização do seu Congresso Estadual que será realizado, na Assembleia Legislativa , a partir das 8 horas da próxima sexta, 19.

 

Renovação do diretório

O Partido  conta com  a participação, no Congresso, de expressivas lideranças políticas, intelectuais e de representantes do movimento sindical e comunitário,  segundo seu presidente, Wellington Mangueira que também esclarece os objetivos do evento: “vamos renovar o Diretório e a Comissão Executiva estaduais, além de tomarmos decisões quanto à nossa participação nas eleições de outubro, inclusive quanto à indicação de pré-candidaturas ao Governo e ao Senado”.

 

Coerência da imprensa I

O período das eleições é sempre fértil para se observar a coerência dos políticos. Mas não só eles os protagonistas da política: as pessoas que exercem papéis de protagonismo social, como jornalistas, órgãos de imprensa, membros de poder judiciário e do ministério público, também se desnudam e revelam, em cada ato, sua coerência e isenção ao opinar sobre temas relevantes para a formação da opinião pública.

 

Coerência da imprensa II

Veja em Sergipe. Jornalistas opinativos e órgãos de imprensa que agora se apressam a mostrar como “vitórias” de Flávio Conceição os vários episódios do imbróglio judicial em que ele se mantém como Conselheiro de Contas são os mesmos que antes cuidavam de alertar para a “precipitação” das denúncias da turma envolvida com a Navalha. Se fizessem a mesma coisa com os episódios do PT, seriam moralistas dignos de elogios. Mas não é o caso. Por isso o erro tático do PSDB. Demoraram a buscar as provas do mensalão, demoraram a rever os processos e a assumir atitudes mais fortes, para vencer com fatos a conhecida lentidão do Poder Judiciário.

 

Coerência da imprensa III

Agora, que a eleição está nas ruas e o povo percebe que a candidatura Dilma será de fato capaz de enfrentar Serra, como alertam os números mais recentes, as denúncias podem parecer requentadas e fora de época. Não que não devam ser apuradas: mas sobre elas é preciso um tiquinho de desconfiança sobre o uso eleitoral que poderão ter.

 

Coerência da imprensa IV

É o caso da Veja, apertando o tesoureiro do PT, Vaccari Neto. Por isso mesmo parece muito sensata a decisão do juiz Carlos Eduardo Lora Franco, em São Paulo, sobre a denúncia apresentada pelo Promotor José Carlos Blat. As denúncias não são novas, já foram comentadas pelo promotor na imprensa há quase três anos atrás e agora, em período eleitoral e no justo momento em que os institutos dizem que a candidatura Dilma cresce, merecem de fato exame judicioso, até mesmo porque, espantosamente, a acusação foi divulgada aos jornais antes mesmo de ser apresentadas ao Poder Judiciário.

 

Coerência da imprensa V

Vejam o que diz o juiz na sua decisão (grifos da coluna):  “não se pode desconsiderar a repercussão política que a presente investigação passou a ter a partir do momento em que o teor do requerimento do Ministério Público de fls. 5649 e ss. veio a ser divulgado pela imprensa no último final de semana, antes mesmo que fosse apresentado em juízo. Em analogia ao dito popular, não basta ser honesto; é preciso parecer honesto. Ou, no caso dos autos, não basta ser isento, é preciso parecer isento. A manifestação apresentada pelo Ministério Público descreve uma série de fatos e circunstâncias, narrando como seria o suposto esquema de desvio de valores da Bancoop, inclusive para fins de financiamento ilícito de campanhas políticas… Porém, não há em tal manifestação a indicação clara e precisa dos elementos de prova dos autos que sustentam tal narrativa, bem como os pedidos formulados. A manifestação cita, por exemplo, que “aproximadamente 40% da movimentação das contas correntes de titularidade da Bancoop tiveram recursos sacados em dinheiro na própria agência bancária” (fls. 5652), mas como base para tal alegação indica apenas um cheque, no valor de R$ 50.000,00, sem sequer citar em que volume ou apenso, e folha, consta tal informação. Cita, ainda, que numa avaliação, entre 2001 e 2008, teria constatado que os valores assim circulados chegariam a R$ 18.000.000,00, mas novamente não há indicação precisa da fonte de tais informações. Já, quanto ao item 6 (bloqueio imediato de todas as contas bancárias, fundos e aplicações da Bancoop), observo que é manifesto seu descabimento e despropósito nestes autos, sendo de rigor o pronto indeferimento. Ora, é informação disponível na internet, e que foi também trazida a estes autos pela própria Bancoop após o requerimento ministerial, de que foi proposta pelo próprio Ministério Público uma ação civil pública (autos n° 583.00.2007.245877-1, da 37ª Vara Cível do Fórum Central – fls. 5701/5720) contra a cooperativa e que nesta houve um acordo homologado judicialmente em março de 2009 estabelecendo uma série de providências a serem adotadas para garantia dos cooperados, inclusive pela realização de auditorias. Evidente, portanto, que a administração da cooperativa, se foi temerária em algum momento, ao menos agora está sendo acompanhada pelo Ministério Público, e que foram tomadas medidas saneadoras (ao menos é o que se deve presumir pelo próprio fato de o Ministério Público ter firmado um acordo nesse sentido).

 

Coerência da cimprensa VI

Na decisão, o juiz recusa o bloqueio das contas, mas manda o promotor investigar e juntar informações sobre os fatos que alega. E indaga sobre a razão de ouvir testemunhas agora, e não após a apresentação dos dados que fundamentam a ação.  Pareceu sensato o Juiz. Cabe agora ao promotor aprofundar as investigações e demonstrar com fatos o resultado das investigações. E todos da platéia, torcem pela Justiça. Que sejam apurados os fatos, doa a quem doer, e presos os corruptos. Mas que isso aconteça em uma investigação isenta, não de uma forma que deixa a todos a impressão de parecer campanha eleitoral antecipada.

 

Cerca de 5 mil ciclistas em passeio

Aracaju realizou uma das principais etapas das comemorações do aniversário de 155 anos e deu um grande exemplo para todo o país. Na manhã deste domingo, dia 14, um número recorde de cinco mil pessoas, entre crianças, jovens e adultos, se reuniu para passear de bicicleta pelas ruas da cidade e demonstrou seu compromisso com o meio ambiente e a qualidade de vida.O 3° Passeio Ciclístico da Cidade – um dos maiores realizados até hoje no Brasil – iniciou na Colina do Santo Antônio e seguiu até a Passarela do Caranguejo, na praia de Atalaia. O percurso incluiu os principais pontos históricos e turísticos de Aracaju.

 

Saúde e bem estar

Para o prefeito Edvaldo Nogueira, que participou de todo o percurso, é preciso que as pessoas introduzam no seu dia a dia a prática de uma vida saudável. “A bicicleta é um meio de transporte que nos dá a condição de ser a cidade da qualidade de vida. Assim vamos continuar esbanjando simpatia por todo país, pois todos que aqui chegam não querem sair. Nossa meta é preparar Aracaju para o futuro com saúde e bem-estar para o cidadão”, ressaltou.

 

1º de Maio: novo passeio

Todo o caminho foi acompanhado por equipes do Samu 192 e a comissão organizadora distribuiu kits de segurança para os participantes, com capacetes e sinalizadores traseiros. Na chegada, houve sorteio de 120 bicicletas e apresentações de artistas locais. Edvaldo divulgou ainda que no dia 1º de maio, Dia do Trabalhador, haverá um novo passeio ciclístico. “Em datas comemorativas vamos realizar um grande evento como esse. A população pode se preparar para participar do passeio ciclístico no dia 1º de maio e nas festas juninas”, avisou. (Ascom/PMA)

 

Ciclismo I

Os maiores nomes do ciclismo nacional estarão participando da Prova II TV Atalaia de Ciclismo-Cidade de Aracaju. O evento é uma promoção da  Federação Sergipana de Ciclismo (FSC), com apoio do governo do estado, através da Secretaria de Esporte e do Lazer (SEEL) e em parceria com a TV Atalaia.A competição será realizada na manhã do dia 17 de março e faz parte das festividades de comemoração, do aniversário de dos 155 anos de Aracaju.

 

Ciclismo II

Segundo Gilvan Costa, presidente da FSC, a corrida terá inicio às 7h30 na Avenida Beira Mar, em frente ao Parque da Sementeira, com largada e chegada em frente à Embrapa.  “Para nós, o importante é que a prova já está no calendário do ciclismo brasileiro e contará ponto para o ranking nacional classe 04, da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC)”. Estão confirmadas as presenças de mais de 110 ciclistas, dos melhores equipes do Brasil.O percurso será de 2.7 km por volta, no total de 80 km ou 1 hora de prova, para a categoria elite. Segundo os organizadores da prova serão distribuídos mais de R$ 5 mil como premiação em dinheiro, além de troféus e medalhas para os primeiros colocados.

 

DO LEITOR

 

Acordo e a Governabilidade

DO leitor Narciso Machado Filho: “Ninguém de sã consciência, acredita que grupo político apóia outro grupo, sem que, não aja algo em troca. Quem pensa ao contrário, precisa compreender que o eleitorado, não é mais aquele, já possui consciência política. Acordo político para garantir a governabilidade, existe aqui, e em qualquer lugar do mundo. Quando o grupo não indica alguém para assumir uma secretaria dentro do acordo político, o faz para outros cargos, esse não chega à mídia, o discurso é mantido “não temos cargo no governo”.Soldado quando vai a guerra se camufla, assim faz os aliados, a camuflagem, cargos pequenos. Pergunta-se: Quem dos Deputados do grupo da conveniência, para garantir a governabilidade não indicou alguém para assumir cargos? Quem vestirá a carapuça?Não há nada de errado quando um Vereador, Deputado ou qualquer participante do grupo político indicar pessoas para assumir cargos, isso para eles  se chama, democracia e governabilidade”.

 

IPES Saúde suspende vacinas

E-mail de uma servidora: “Problemas alérgicos dão uma vida bastante limitada a quem as tem, que dá uma qualidade de vida melhor são as vacinas antialérgicas. Mas parece-me que voltaremos a ter todos os sintomas, pois pela segunda vez, em menos de 6 meses, os dirigentes do IPES resolveram suspender a vacina, num primeiro momento ações foram movidas e o tratamento voltou a ser feito em quem já o tinha iniciado, não estendendo a novos pacientes. Mas agora, segundo a diretoria do IPES é definitivo, “O IPES NÃO VAI MAIS FORNECER AS VACINAS”, nem mesmo para quem já está em tratamento, ou seja, quem já começou vai ficar pela metade. Mas segundo a diretoria, o problema é que o IPES não tem dinheiro para custear tal tratamento, além do que vão suspender o atendimento dos contribuintes da área da saúde e educação, pois o dinheiro está sendo descontado dos servidores e não está sendo repassado ao instituto. Agora eu pergunto: Onde está esse dinheiro? O que nós contribuintes que temos os descontos mensalmente temos com isso?”.

 

Carga horária na PM

Comentário de Nilton Santana: “As associações unidas (de vez em quando desunidas), querem uma carga /jornada de trabalho defendida para a PM, ora, e se nesse projeto for inserido pelo estado os seguintes critérios:-35 anos de efetivo serviço,ou 65 de idade como idade limite de aposentadoria, tem coisas que não da pra entender. por outro lado existe em Brasília um pré-projeto de redução do serviço ativo dos militares,passando dos atuais 30 anos para 25 de serviço ativo. os dirigentes (os cabeças pensantes) das associações deveriam propor (projetar)  na LOB  que ao atingir na ativa o militar com curso de carreira(formação militar), 29 anos de efetivo serviço fosse promovido a graduação ou posto imediato independente de vagas, e a posteriori  é declarada a sua reserva ou reforma, e no caso dos coronéis a gratificação de sub-comandante. isso sim seria um avanço na história da  PM e que serviria de exemplo para as outras policias militares do Brasil”.

 

Sobre a matéria Lixo Hospitalar em Itaporanga

Do assessor de comunicação da Prefeitura de Itaporanga, Barroso Guimarães: O Thiago Luduvice é uma pessoa ligada à gestão passada e hoje atualmente é assessor do vereador Péu, portanto é uma pessoa suspeita para fazer criticas a atual gestão e não se trata de apenas um leitor da coluna, a qual nós respeitamos, mas gostaríamos de alertar sobre esse fato para esse valoroso veiculo de comunicação não ser usado de forma politiqueira. Conforme funcionários da Secretária de Saúde, foi o próprio Thiago Luduvice quem espalhou o lixo e tirou as fotos para enviar a sua coluna. Ele estava no momento certo e de posse de uma máquina fotográfica.Todo lixo hospitalar é colocado num saco, seguindo orientações da empresa Torre, empresa quem faz o recolhimento do lixo hospitalar. Já o lixo doméstico é feito pela Prefeitura Municipal de Itaporanga. Quanto a Thiago Luduvice, a Prefeitura de Itaporanga já está tomando as devidas providências que o caso requer.A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itaporanga está à inteira disposição, inclusive a coluna tem os nossos contatos e se precisar falar com qualquer secretário para esclarecer alguma dúvida estamos dispostos em ajudar.Gostaríamos de ter o direito de resposta no mesmo momento em que sair a denúncia, conforme prima o bom jornalismo”.

 

Reflexão sobre a Cohidro

Da servidora Fernanda C. Silva: “Como funcionaria pública de uma das Empresas citadas pelo leitor : Jose Aurélio Dantas, na matéria “ELEIÇÃO NA COHIDRO”, fico triste so de pensar o quanto esses servidores devem estar sofrendo com quem não pensa em trabalho mas sim em perseguição, falo por experiência própria de quem passou por dois anos vivendo no inferno com esse mesmo administrador. Imagino, imagino sim o que vocês estão passando e sou solidaria a todos vocês da COHIDRO, peço também a todos da SEINFRA, CEHOP e EMSURB, que se junte aos colegas da COHIDRO para rezar, rezar muito pois só com muita oração podemos um dia chegar ao coração do Governador e com isso tentar sensibilizá-lo no sentido de evitar que os servidores adoeçam  e não possam criar os seus filhos por conta de um ditador que o terceiro bloco do PT sustenta, os membros do PT sabe de quem se fala,  mas fecham os olhos e finge que nada esta acontecendo.  Mas os resultados estão aparecendo,  em uma simples eleição para uma Associação, o candidato apoiado por essa direção da COHIDRO teve uma rejeição de mais de 80% dos funcionários, isso é reflexo dos maus tratos dado por esse jeito de administrar desse bloco Petista.  Quero chamar a atenção do Governo do Estado e dos políticos que o apóia, que acordem para esse caso, pois já passou dos limites, os servidores públicos não são empregados de políticos mais sim do povo Sergipano”.

 

Participe ou indique este blog para um amigo: 

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

“Não há inocentes; só aqueles que ainda não nasceram ou os que já estão mortos podem aspirar à inocência.” Stig Dagerman.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários