Correndo com estilo

0

Entre as atividades físicas, uma que está em moda atualmente, é a corrida. Muita gente praticando, muitas corridas acontecendo e muita gente melhorando sua qualidade de vida. Mas se você é daqueles que não gosta de desgrudar da sua cadeira, saiba que existem alguns acessórios que podem ser o incentivo que você precisa para sair da inércia.

Inicialmente, um celular ou um Mp3 Player junto com um bom fone de ouvido a prova de suor (preços variando de R$ 50 a R$ 150) para escutar sua playlist preferida já é um incentivo interessante. Entretanto, a coisa começa a ficar melhor se você leva consigo um smartphone equipado com GPS. Existem vários aplicativos que dão aquele empurrão inicial.

Um desses apps é o Nike+ Running, com ele é possível saber, por exemplo, quantos quilômetros você correu, quantas calorias (em média) você gastou, qual foi o percurso feito (visualizado num mapa), entre várias outras informações. Além disso, você recebe informações durante a corrida do seu ritmo (em quantos minutos você faz em cada quilômetro), a quanto tempo você está correndo, distância percorrida até o momento, e outras informações todas configuráveis. Você pode ainda definir músicas que serão tocadas para dar um incentivo a mais durante o percurso. Ao final da corrida, podemos compartilhar nossos “grandes feitos” nas redes sociais, mostrando por exemplo a figura ao lado.

Outro aplicativo legal é o RunKeeper. Ele possui basicamente as mesmas funcionalidades do Nike+ Running, mas tem a vantagem que pode escolher que tipo de atividade você vai fazer, por exemplo, caminhada, ciclismo, natação e vários outros. Também é possível postar nas redes sociais e ouvir suas músicas preferidas. Uma opção bem apropriada para os iniciantes é o chamado workout, onde você pode definir que quer correr seus primeiros 5km em 8 semanas e o aplicativo monta uma tabela de corridas que você deve realizar para conseguir atingir o objetivo.
Se depois da corrida você estiver achando que seu coração está acelerado demais, use o aplicativo Heart Beat para saber a quantidade de batidas por minuto e veja se você passou do ponto. Afinal de contas, ninguém quer que você passe da conta.

Mais Smartphones
E um dado importante para vários segmentos da indústria é que pela primeira vez as vendas de smartphones superaram as vendas de celulares “comuns”. Segundo o relatório da consultoria IDC, no primeiro trimestre do ano o percentual de smartphones vendidos foi de 51,6%. Isto mostra que o tempo de celular que “só liga” está cada vez mais em desuso.

Swype no iPhone
Quem usa Android já conhece bem a funcionalidade de deslizar os dedos pelo teclado para digitar, ao invés de pressioná-las. Este é recurso bem interessante e você acaba se acostumando com ele, é  tanto que é uma das coisas que sinto falta no iPhone. A empresa Nuance, desenvolvedora do aplicativo confirmou que iniciou conversas com a Apple para que os aparelhos da maça mordida possam incluir este recurso.

Google Now
Este é mais um serviço que está indo para o iOS. Atualmente disponível na plataforma Android, a empresa de Mountain View acaba de lançar na App Store a versão par iPhone e iPad. Basta logar na conta do Google para que o serviço busque informações baseadas no seu perfil, como, por exemplo, previsão do tempo, informações de trânsito da cidade ou restaurantes perto da sua localização. Aplicativo bem intessante para colocar nos aparelhos da Apple.

Vá roubar outro
Semana passada a minha TV Sony Bravia deu um defeito. Ela ficou com uma imagem dupla. A primeira coisa que fiz foi olhar na internet e em poucos minutos vi um post num blog mostrando uma possível solução que me pareceu, até certo ponto (não entendo de eletrônica) simples. Bem, peguei a TV, levei na assistência e o resultado foi: precisa trocar a placa, sabe-se lá qual, e o valor fica em R$ 2.100,00. Este valor é quase o preço de uma nova. Peguei a TV de volta, levei em outro lugar e disse para o dono “aqui está a solução do problema. Veja quanto fica”. O rapaz ficou de me dar a resposta hoje. Vamos esperar!

Atualização do Windows 7
Depois de duas semanas do desastre causado pela atualização automática do Windows 7 de 32 bits, a Microsoft liberou uma nova atualização, que mira nos mesmos riscos da anterior só que sem causar danos ao Sistema Operacional. A falha, ao que parece foi causada por uma incompatibilidade com um plugin chamado g-buster, usado por vários internet bankings brasileiros. A questão é: será que os usuários vão fazer essa atualização depois de ter sofrido tanto?

Tweets da semana

@almthiago Uma seleção natural na qual os mais fracos são os que colocam som num volume pro mundo ouvir.

@srlm admirável sono novo: pijamas com QR code+apps, para os pais que não querem/não sabem inventar um história ?http://bit.ly/YcLoiX ?

@fimdejogo Publico gritando mengo mengo” o Maracanã é a casa do flamengo! É de arrepiar! Mengo! Mengo…” sim, a alma do  ?#maracaVoltou?

@meio_bit Agora vai: primeira arma produzida por impressora 3D estará pronta “em duas semanas” ?http://bit.ly/14klJr4 ?

@frchico Engraçado como tem gente que acha que é mais importante que os outros e tenta, de qualquer forma, furar fila….

Mande seu comentário por aqui ou envio em tweet para @ammenendez. Semana que vem trago mais notícias do mundo da tecnologia.

Até a próxima!

Comentários