Déda, poder e aliados

0

   Muitos estão fazendo uma análise “fria” do atual momento do Governo do Estado, sem avaliar que vários dos problemas que estão desaguando neste momento são frutos de algumas ações recentes. Antes de eleger-se Marcelo Déda teve que se envolver com uma coisa denominada “Alianças Eleitorais”, que se para muitos é nociva, para ele foi muito mais, portanto é exatamente essa, a palavra chave para desvendar todo o caos enfrentado pelo governo Déda.

 

   Durante a campanha eleitoral, enquanto o candidato se preparava para oferecer um governo de mudanças, a chamada “aliança eleitoral”, sob a aparência de ser apenas um agrupamento de partidos interessados em ver eleito aquele candidato, se preparava para algo muito diferente, se preparava para o golpe branco, através do qual, partidos que não possuem a menor afinidade com o candidato que está em ótima performance, se aliam a ele para manter em posições estratégicas, ocupantes de importantes cargos comissionados, pessoas que por cerca de vinte trinta e até quarenta anos, fizeram na administração pública tudo ao contrário do prega o candidato por eles apoiado.

 

  Mas e Déda, será que ele enxergou tudo isso? Será que ele concorda com essas colocações? O blog responde sem medo de errar: concorda em gênero, número e grau com essas colocações, Déda enxergou e continua enxergando tudo isso, mas ele precisava primeiro ganhar a eleição e esse era o preço, e se a estratégia dos que se aliam para minar um governo é coisa de profissionais, que lutam com extrema habilidade para não ver desmontado todo o esquema político-administrativo construído ao longo dos anos, ou seja, são lances macros, planejados e executados em bastidores da política, bem distante dos olhos e do entendimento do eleitor comum, exigindo portanto, do candidato habilidade para conviver com tal situação, e após eleito habilidade maior ainda para driblá-la.

 

Diante então desse quadro Déda teria que carregar apenas algumas certezas: a) Ele tem um projeto que embora minado é o seu projeto; b) O eleitor acreditou e continua acreditando no seu projeto; c) Ele carrega consigo, nas próprias costas uma responsabilidade que não tem tamanho; d) Ele precisa driblar esse esquema nocivo montado contra seu governo com maestria e buscar encontrar o momento certo e as palavras adequadas para tentar enviar ao eleitor essa mensagem de difícil compreensão.

 

E porque tudo isso se torna mais difícil? Porque Déda encontrou um Poder Executivo estrangulado e sub-comandado por contratos terceirizados, além disso, descobriu que esse sistema perverso possuía fortes raízes de proteção em outros setores, com o envolvimento e a colaboração de membros de todos os poderes e de órgãos que após a Constituição de 88, também se acham poderes. Quem leu com carinho, talvez tenha ao final encontrado as respostas necessárias para descobrir porque muita coisa continua emperrada neste governo, por mais que Deda se esgoele dizendo desejar o contrário, ou seja, o governador dita as ordens pela manhã e à tarde, alguns aliados trabalham as contra-ordens.

 

  Por conta dessas tramas diabólicas, Déda já perdeu auxiliares que nenhum governante perderia, e os perdeu cedendo a pressões articuladas e silenciosas, induzindo o governador a imaginar que o auxiliar não corresponde e despachá-lo seria algo bom para o seu governo. Talvez Déda tenha perdido o “time” (expressão de tempo) do seu governo na reforma administrativa que anunciou e foi impedido de executar. Perdeu ali o “time” do seu governo, porque passado aquele momento o tempo se apresentou como mais um adversário, e a partir dali ele teve que continuar convivendo com aliados que quando é anunciado na imprensa que Déda pode perder o mandato, troca as placas do veículo executivo que fica à sua disposição 24 horas e vai para uma famosa praia do litoral sul, tomar cachaça em companhia de pessoas ligadas ao DEM para comemorar a possível alternância de poder.

 

Anacronismo

O ex-governador João Alves Filho criticou esta semana em entrevista ao radialista George Magalhães, da Liberdade FM, o modo como o governador Marcelo Déda se relaciona com seus secretários através de e-mails. Para João, o fato de Déda realizar os despachos administrativos não apenas em encontros presenciais, mas também por e-mail, soa moderno demais. Por outro lado, Déda vive dizendo que o estilo de governador de João é anacrônico. Pois bem, em tempos de internet, não parece surreal o fato de que João sequer tinha um ponto para computador em seu gabinete? Eu fico com Gilberto Gil: “Um barco que veleje nesse infomar, que aproveite a vazante da infomaré…”

 

Caldo entornou: Um ato político partidário

As lideranças dos policiais militares, que souberam construir o movimento aos poucos, exageram na dose e pode levar o movimento a perder a credibilidade junto a sociedade. Levar políticos para uma passeata, principalmente aqueles mesmos que – há pouco tempo eram massacrados pelos próprios militares – não é apenas uma incoerência, mostra que tem muita gente pesando apenas em 2010. Estão dando “a faca e o queijo” para o Governo do Estado.

 

Nos braços os membros do DEM

Só faltaram colocar nos braços os membros do DEM que contribuíram para os diversos problemas que enfrenta a categoria. Estão deixando de lado o foco principal e as imagens com os políticos na passeata podem ser usadas judicialmente…

 

Películas nos veículos

Seria bom que a SSP dê exemplo e cumpra em seus veículos o que determina o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), no uso de películas nos veículos. São vários carros, principalmente da PM, que estão com películas acima do percentual permitido. Tudo para esconder as pessoas que estão sendo transportadas irregularmente.

 

Sucesso de Queiroga, Rogério e Lateiros

No último sábado os cantores Chico Queiroga e Antônio Rogério, ao lado do grupo de percussão Lateiros Curupira se apresentaram no grande festival de jazz em New Orleans, nos EUA. Foi sucesso total. Os músicos de Sergipe participaram de um festival onde se apresentaram, entre outros, Jayme Taylor, bem Happer e Joe Cocker. Agora estão fazendo uma turnê pela Lousiana. Parabéns para eles e viva a música sergipana.

 

Visita de cortesia

O deputado federal Valadares Filho (PSB), ao lado de alguns colegas de parlamento, esteve visitando nesta quarta-feira, o vice-presidente José Alencar, no gabinete dele no Palácio do Planalto. Valadares Filho destacou a força e a garra de José Alencar em superar os problemas de saúde. Os parlamentares conversaram com o vice-presidente sobre a crise financeira e o momento político do país.

 

No total, Fontes fez 14 viagens e cedeu outras 10 a terceiros

Deu na coluna do jornalista Adiberto de Souza: “O ex-deputado federal João Fontes (PDT/SE) está entre aqueles que, após o término dos mandatos, continuaram fazendo viagens aéreas por conta das cotas bancadas pela Câmara dos Deputados. É o que informa hoje o Jornal da Cidade, com base em levantamento feito pelo site Congresso em Foco. No total, Fontes fez 14 viagens e cedeu outras 10 a terceiros. O pedetista se defende afirmando não ter cometido qualquer ilegalidade ao usar ou doar parte das cotas a que teve direito enquanto deputado. A questão não é se é legal ou não, mas se não é imoral sair por aí distribuindo cotas para “neguinho” e “branquinho” viajar pra cima e pra baixo”.

 

Satisfação

Depois de cantar em verso e prosa declarações de elogios ao governador Marcelo Déda, no ano passado, Fontes que teve um percentual frustrante como candidato a governador em 2006, resolveu voltar a criticar o Governo do Estado. Dizem que ele estava pensando em assumir algum cargo… É melhor dizer “que foi convidado, mas não aceitou…”

 

Mais uma do impagável Cleomar Brandi

Não bastasse o conhecido e refinado bom humor do  colega jornalista, cadeirante, que faz piadas recorrentes sobre seu meio de “locomoção”, a exemplo das hilárias performances protagonizadas por ele nas Odontofantasy”s, uma vez com a fantasia “Pisei numa Mina”, outra vez “fantasiado” de “Ponta-esquerda do Flamengo”, na tarde da última segunda-feira, ele fez muita gente rir no plenário da Assembléia. Durante a homenagem prestada à sua cunhada, a procuradora Cristina Brandi, que recebeu a Medalha do Mérito Parlamentar, disse ele: – “Quebrei o protocolo! Sou o primeiro cara a entrar no plenário de bermuda e ainda ser cumprimentado!”… A galera foi às gargalhadas.

 

Critério técnico

Deu na coluna Painel da FSP, 30: “Na véspera de atingir a marca de mil discursos no Senado, Mão Santa (PMDB-PI) fez um longo pronunciamento no qual homenageava o empresário pernambucano João Santos e pedia um voto de pesar por sua morte. Foi interrompido por Antonio Carlos Valadares (PSB-SE): -Quero aproveitar e enaltecer o senador Mão Santa, que completa hoje mil discursos! -Não, é amanhã!-reagiu prontamente o peemedebista. -Ué, o discurso de hoje não será computado? Mão Santa hesitou um pouco e então explicou: -Não! Só valem os que eu faço na tribuna!”

 

Ministro nega recurso que pretendia tornar governador de Alagoas inelegível

O ministro Fernando Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou recurso apresentado por Aliete Miguel dos Santos que solicitava a decretação de inelegibilidade do governador de Alagoas Luís Abílio de Souza Neto e do candidato eleito para o governo, Teotônio Vilela Filho, por abuso de poder político e de autoridade nas eleições de 2006. Aliete Miguel acusa Luís Abílio Neto de concentrar inaugurações de obras públicas estaduais em determinado período eleitoral para favorecer a candidatura de Teotônio Vilela Filho ao cargo de governador.

 

Improcedente

O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) julgou improcedente a ação apresentada por Aliete por entender que uma liminar impediu a tempo a prática do possível abuso de poder por parte do governo do estado. A Corte Regional considerou ainda que os demais atos apontados pela autora da ação, ou seja, algumas obras inauguradas pelo governo antes da concessão da liminar, “não tiveram suficiente potencialidade para macular a lisura do pleito”. O ministro Fernando Gonçalves, relator do caso no TSE, informa em sua decisão que o Tribunal Regional de Alagoas julgou não haver nos autos do processo evidência suficiente para decretar a inelegibilidade do governador na época Luís Abílio Neto e do candidato eleito Teotônio Vilela Filho, porque não ficou caracterizado o abuso de poder econômico nem político.

 

“Você é tão bonito” em exibição no Cine Cult

Embora a Mostra de Cinema Francês realizada pelo Cine Cult encerre hoje, os cinéfilos que não tiveram oportunidade de assistir a todos os seis filmes de diretores estreantes exibidos pelo projeto durante o mês de abril possuem uma nova oportunidade para conferir a quantas anda uma das cinematografias mais importantes do mundo. O produtor cultural Roberto Nunes resolveu ceder ao apelo de seu público e programou mais uma semana para a comédia “Você é tão bonito” (Je vous  trouves três beaut; França; 2005), de Isabelle Mergault, um dos principais filmes da Mostra.

 

Andarilho continua

“Esse filme obteve a maior bilheteria da Mostra, mas, mesmo assim, muita gente me procurou, reclamando que não teve oportunidade de assisti-lo. Diante da insistência, resolvemos exibi-lo durante mais uma semana, para que ninguém reclame a oportunidade”. “Andarilho”, o premiado documentário de Cao Guimarães exibido pelo Cine Cult no Cinemark Riomar, às 14h10, também fica em cartaz mais uma semana, abordando a relação entre o caminhar e o pensar a partir das trajetórias de três andarilhos solitários em estradas do nordeste de Minas Gerais. Maiores informaçõesno blog do Cine Cult: http://cinevideoeducacao.wordpress.com/

 

Nova chapa é eleita para o Sindicato dos Radialistas

A escolha da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Radiodifusão e Televisão Aberta ou Por Assinatura e Publicidade do Estado de Sergipe para o quadriênio 2009/2013 foi definida dia 27 de abril, quando houve a apuração das urnas do pleito em Aracaju, Estância, Itabaiana, Lagarto e nas emissoras TV Sergipe, TV Atalaia e TV Aperipê. Dos 302 radialistas aptos a voto, 64% votaram na chapa “O sindicato somos todos nós” encabeçada pelo presidente Antônio Fernando Cabral Ferreira, vice-presidente Marcos Ludivice, 2º vice-presidente Alvanilson Santana, tesoureiro Elton Ricart, 1º secretária Suyane Shirley, 2º secretário Luciano Tavares e diretor social, Walter Albano.

 

Emsetur participa do evento “Especialistas em Sergipe”

O evento denominado “Especialistas em Sergipe” aconteceu hoje (terça 28), no Sonesta Ibirapuera, em São Paulo,  reuniu cerca de 250 operadores que obteram informações sobre Sergipe enquanto destino turístico. O principal objetivo do encontro foi capacitar profissionais do turismo com informações sobre estrutura e os principais atrativos sergipanos. A capacitação foi promovida pela rede de hotéis  Superclubs (da qual o Strafish Santa Luzia faz parte).  

 

Atrativos turísticos

A programação contou com palestras de representantes da empresa aérea Tam,  da equipe comercial da rede Superclubs e da Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur). O presidente  da Emsetur,  José Roberto de Lima, ministrou a palestra “Descobrindo os Encantos de Sergipe” que mostrou as belezas dos atrativos sergipanos e as vantagens que o estado oferece enquanto destino turístico. “A receptividade do público superou as expectativas. Existe um entusiasmo muito grande para descobrir e vender Sergipe enquanto destino turístico. Os operadores que já conheciam o estado também elogiaram sua infraesturua e as paisagens naturais”, afirmou o presidente da Emsetur.

 

Segrase firma protocolo de cooperação com a ASL

A implantação da Editora da Segrase (Empresa Pública de Serviços Gráficos de Sergipe) é uma das principais metas da sua atual administração na qual está a frente o Diretor-presidente Luiz Eduardo Oliva. As medidas iniciais para criação, bem como os primeiros passos para sua implantação já foram iniciados, a exemplo da adoção de critérios para o controle de qualidade dos produtos editados e impressos em seu parque gráfico. De acordo com Oliva, a criação da editora servirá como “escoadouro” da produção literária do Estado. “Seremos intransigentes para que as publicações da editora apresentem um padrão de qualidade reconhecido dentro do mercado sergipano e de outras regiões do país”, afirmou.

 

Disseminação gráfica

Com o propósito de publicar obras de reconhecida relevância cultural no Estado foi firmada a parceria de cooperação com a Academia Sergipana de Letras (ASL) durante reunião ocorrida na última terça-feira, na Segrase. Esta parceria consiste na disseminação gráfica sem que haja interferência editorial, na qual as publicações aprovadas pela diretoria da ASL, ao serem impressas na Segrase que se responsabilizará pela editoração do texto, design da capa, ilustrações e formato final do livro, levem o selo da editora.  A proposta foi bem aceita pelos intelectuais que demonstraram ansiedade para que logo iniciem os trabalhos. “Acredito que a academia está no caminho certo. A proposta de parceria da Imprensa Oficial de Sergipe com a Academia Sergipana de Letras é um ato digno de aplausos!”, considerou o presidente da ASL, Anderson Nascimento.

 

Socorro assina termo de adesão junto à CEF

O prefeito de Socorro, Fábio Henrique, assina no próximo dia 06 de maio, o Termo de Adesão junto à Caixa Econômica Federal (CEF), destinado ao programa habitacional ‘Minha Casa, Minha Vida’, do Governo Federal. O ato acontecerá no gabinete do prefeito, no Centro Administrativo José do Prado Franco, com a presença do superintendente da Caixa, Luciano Pimentel. As inscrições serão iniciadas no dia 11 de maio, no Posto de Saúde, do Parque dos Faróis, na BR-101 e no Mercado Novo, do Conjunto João Alves, das 8h às 14h, sem data para encerramento. A medida visa evitar tumulto e, atender a população que quer participar do programa. A secretaria Municipal de Planejamento ficará encarregada de fazer o cadastro das pessoas interessadas no programa.

 

Funcionamento dos Correios no feriado

Os Correios informam como funcionarão suas agências durante o feriado do Dia do Trabalho: Agências – Dia 30/4 (quinta-feira) — As agências funcionarão normalmente;          Dia 1º/5 (sexta-feira) — As agências não funcionarão no feriado;  Dia 2/5 (sábado) — As agências que costumam abrir aos sábados funcionarão. Dia 3/5 (domingo) — As agências também não funcionarão.A CAC – Central de Atendimento aos Clientes  funcionará normalmente neste período: todos os dias, das 8h às 22h. Para solicitar serviços ou pedir informações, os telefones são: 3003 0100 (capitais) e 0800 725 7282 (interior). Para registrar sugestões, elogios ou reclamações, o número é: 0800 725 0100.

 

Saumíneo visita o ILBJ

Integração e troca de experiências. Foi assim que na manhã da quarta-feira, 29, o presidente do Banese, Saumíneo Nascimento, visitou as instalações do Instituto Luciano Barreto Júnior (ILBJ). Acompanhado pela coordenadora de responsabilidade social do banco Telma Oliva Barbosa, o executivo foi recepcionado pela presidente da instituição, Maria Celi Barreto, pelo curador tecnológico Luciano Barreto, pelo curador espiritual Jacome Góes, por Izabella Teixeira, Gerente/coordenadora pedagógica do ILBJ, e pelo engenheiro civil Diogo Barreto, proprietário da Dicon.

 

Elogios para a estrutura

“Estou encantado com a belíssima estrutura do Instituto Luciano Barreto Júnior e impressionado com o entusiasmo dos alunos. Percebemos que aqui, o aluno é bem acolhido e pode ter a oportunidade de expandir seus horizontes. Queremos ampliar a questão social do Banese, por isso resolvemos visitar o ILBJ, instituição de destaque e de grande experiência nessa área em Sergipe”, comenta Saumíneo Nascimento. Para Luciano Barreto, receber o presidente do Banese no ILBJ foi uma grande satisfação. “Estamos honrados com a presença de Saumíneo e sua equipe. A história dos alunos é parecida com a dele, que venceu na vida com muito estudo, trabalho e força de vontade, e hoje exerce um cargo importante no nosso Estado. O Instituto tem as portas abertas ao Banese para futuras parcerias e quem sai ganhando com isso, são os nossos jovens”, destaca o curador tecnológico da instituição.

 

Conhecimento com Cidadania

O Instituto Luciano Barreto Júnior se destaca na sociedade sergipana, vem merecendo muitos aplausos e concretizando sonhos. Ele tem como objetivo gerar e disponibilizar conhecimento com cidadania, através de cursos, palestras, exposições, oficinas e muitas atividades. A missão do ILBJ é ser total instrumento de infoinclusão social de jovens e adultos, favorecendo o desenvolvimento intelectual e social. Ele possui programas para atender a todas as necessidades dos alunos e são distribuídos em diversas abordagens:  educativa(com cursos de informática, inglês, matemática, português, cidadania e trabalho); arte e educação, relações interpessoais, assistência social, psicológica e musical. Algumas atividades são desenvolvidas com parceiros, mas a Construtora Celi é a total financiadora de todas elas.

 

DO LEITOR

 

Direito do consumidor X Descaso

Do leitor Josafá Cardoso: “Sou proprietário de veiculo Ford Fusion ano modelo 2006, atualmente com 36.000kms rodados. Segundo consta no manual de garantia seria 03 anos sem limite de km. Minha insatisfação foi gerada na revisão dos 20.000 kms. Quando reclamei de desgaste prematuro dos pneus(04) E para minha surpresa foi solicitado pela revenda Cimavel um laudo do fabricante dos pneus. E nesse impasse já se passaram 08 meses,ficando nesse jogo de empurra. A revenda diz que culpa do fabricante dos pneus. Já o fabricante dos pneus diz que erro de projeto do veiculo pois o desgaste são nos (04) pneus. Gostaria de denunciar esse descaso com o cliente”.

 

Sergipe é um Estado pequeno

Do leitor Edilson: “Quando vejo que um assunto de pouca ou nenhuma relevância para a sociedade, como a disputa de dois policiais civis ( delegados) para ver quem será  promovido, ganhar espaço na imprensa e servir até de tema de debate em programa matutino de rádio, vejo como Sergipe é um estado pequeno. Parece que, na falta do que noticiar a imprensa aceita qualquer coisa. Ora, qual a importância para a sociedade se fulano ou Beltrano for promovido, se a segurança pública, como um todo, permanecer no caos em que se encontra? Ou, especificando, depois desta disputa periférica não mais teremos delegacias sem delegados ou mesmo agentes para atender o cidadão,  viaturas policiais sem combustível, fugas e todas as demais mazelas que tanto afligem a comunidade?”.

 

Assombração com fantasmas

De um Tenente Assombrado pelos fantasmas: “Esta semana estava voltando serviço, acompanhado de um Soldado, desses novinhos que entraram na polícia recentemente, e como a idade impõe, inconformado com a situação salarial da PMSE. Inconformado e revoltado.Me confidenciou em um tom de indignação que torcia para que o processo de cassação do Governador tivesse o pior desfecho. Tentei convencê-lo de que a eleição de Marcelo Deda representou um avanço para a democracia do Estado, pois se oxigenou a política de nosso Estado, que vivia de Albano pra João e vice-versa. Tentei também argumentar que o governo agora trata melhor a coisa pública e que diminuíram as perseguições e privatização do poder. Afinal mesmo com essas medidas de disciplina, em outros tempos o que se via era coisa muito mais violenta.Mas a juventude e impetuosidade daquele jovem militar, humilhado pelas retaliações impostas pelo governo às simples reuniões de militares, e ainda mais pela indignação de receber ¼ do salário de um agente de polícia civil foram me vencendo.Estou cada vez mais triste porque estou perdendo os argumentos.Não sei até quando vou conseguir defender esse governo, o projeto no qual acreditei, votei e apoiei não era este.Mais isso não é o pior, o pior está por vir, por vir não por VOLTAR.Deus que nos proteja da volta do pessoal da Gautama e da Navalha. Cruz Credo!”.  

 

Fogos de artifícios

E-mail recebido: “Ao passar pelo antigo Farol exatamente no momento das comemorações de sua revitalização resolvi assistir à  cerimônia. A praça em seu entrono ficou realmente bonita mas o que me chamou a atenção foi a quantidade de “pistolões”, os fogos de artifício, que foram “pipocados” antecedendo as falas dos nossos governantes, Edvaldo Nogueira, numa queima mais modesta, e Marcelo Déda, em um barulho digno de Sergipe e Confiança. Essa prática de estourar pistolões antes dos discursos nas inaugurações vem me chamando atenção desde João Alves Filho, adepto rotineiro, porque me parece ser muito mais para promoção pessoal, uma vez que saúda o político e não a obra, do que por comemorar o feito objeto da inauguração. E quem paga a conta caro Cláudio? Indispensável responder”.

 

Participe ou indique este blog para um amigo:

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

“A função correta de um amigo consiste em apoiar-te quando erras. Infelizmente, a maior parte das pessoas só está do teu lado enquanto permaneces no caminho certo”. Mark Twain.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários