Disputa entre Edvaldo e João

0

Não é montagem. É uma foto de César de Oliveira tirada na semana passada durante a posse da nova diretoria do TRE. Será que Edvaldo estava pensando se vai enfrentar João Alves, que parecia bastante descontraido?

O ex-governador João Alves Filho (PFL) teve que chamar alguns aliados para uma conversa de pé de orelha. Com o intuito de agradar ao ex-governador vários aliados e jornalistas (órfãos do governo anterior) resolveram anunciar que o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) vem sendo fritado pelo próprio grupo comandando pelo governador Marcelo Déda (PT).

A estratégia de João Alves Filho foi bem montada, mas alguns aliados mais afoitos botaram tudo a perder. Era para realizar o desgaste de maneira compassada para que a sociedade assimilasse como verdade em pouco tempo. A velha estratégia de Goebbels – o ministro de comunicação de Hitler – de que uma mentira contada várias vezes pode virar verdade.

Enquanto Marcelo Déda e Edvaldo Nogueira riem da estratégia montada, o prefeito de Aracaju conseguiu destaque nacional. Foi convidado pelo coordenador da Frente Nacional de Prefeitos,João Paulo, prefeito de Recife (PE) para participar de uma audiência na próxima sexta-feira com o presidente da República. Não é uma audiência qualquer. São apenas 10 prefeitos escolhidos pela Frente Nacional que participarão da discussão com o presidente Lula sobre o Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. E a escolha de Edvaldo Nogueira não foi política, mas técnica. A Prefeitura de Aracaju, entre as administrações do mesmo porte, foi a que mais apresentou projetos para o PAC, principalmente na área habitacional. Essa audiência chegou com um presente para Edvaldo às vésperas do aniversário de 152 de Aracaju.

Por outro lado, Edvaldo Nogueira sabe que não vai impor sua candidatura à reeleição. Ela deve nascer fruto do trabalho realizado. E para isso ele conta com um cabo eleitoral que deve entrar em campo pra valer a partir do segundo semestre deste ano quando tiver arrumado o governo estadual e iniciar o plano de obras em todo Estado, e principalmente na capital sergipana. Déda já disse que Edvaldo é seu candidato à reeleição. E para que isso se realize na pratica, como político experiente, fará a parte dele. Além das ações administrativas saberá controlar bem as possíveis divergências dentro do PT. Seria um debate interessante à disputa entre Edvaldo Nogueira e João Alves Filho. Edvaldo que começa a consolidar sua história na política de Sergipe e João Alves um político mais do que testado, que já contribuiu para o crescimento do Estado e, pode mostrar que tem vitalidade e desprendimento suficiente para disputar o cargo onde começou sua vida política nos anos 70. Uma disputa que levará novamente os verdes e vermelhos para as ruas de Aracaju.

 

Esquerda, volver

Nota publicada no espaço Contraponto da coluna Painel, da Folha de São Paulo desta quarta-feira, 14: “Ao sair de audiência com o presidente Lula no Palácio do Planalto, semanas atrás, o governador de Sergipe, Marcelo Déda, foi cercado por jornalistas que, entre uma e outra pergunta sobre o teor da conversa, repararam que o petista mal conseguia mover o pescoço. -Estou com torcicolo. Não consigo olhar para a esquerda, só para a direita-, explicou Déda. Um dos repórteres brincou que tal limitação poderia ser mal interpretada no PT, e o governador respondeu: -O torcicolo atrapalha, mas os companheiros podem ficar tranqüilos, porque minha bússola está acertada”.

 

Contrato vergonhoso deixado pelo governo anterior

Uma viatura do Samu estadual sofreu um grave acidente enquanto trazia um paciente para Aracaju. Todos vivos por pura sorte. Ainda não era a vez deles, mas ainda tem a médica internada e os demais com várias lesões. Pois é, um acidente de trabalho e o atestado médico durante estes dias, apenas justificará a falta do funcionário, mas não lhe dará o direito de receber pelo período afastado.Um absurdo sem tamanho. São celetistas, e até 15 dias de atestado o contratante é obrigado a arcar com o pagamento dos profissionais, entendo que como acidente de trabalho devem receber sim pelos dias que não podem comparecer. Um contrato vergonhoso deixado pelo Governo anterior, que infringe os direitos do Trabalhador.

 

Médicos sem receber em Itabaiana

De um leitor: “O atual governo vem tentando estabelecer uma nova diretriz para os hospitais do interior. Enquanto a administração passada terceirizava os hospitais o atual governo diz que vai assumir (o de Itabaiana pelo menos ainda esta abandonado). Perfeitamente legítimo o atual governo querer administrar os hospitais. O que não é legítimo é o governo deixar de pagar os salários dos médicos por serviço já prestado (em Itabaiana os médicos estão a dois meses sem receber). Parece que essa semana eles nem foram trabalhar. Quer dizer, o Estado usufruiu do trabalho dos médicos e não esta retribuindo o que é devido. Primeiro, sofre a população que esta ficando sem médico. E segundo, os médicos que trabalharam e não receberam. Acredito que médico também tenha conta pra pagar (e principalmente impostos, desse mesmo Estado, que não esperam)”.

 

Recursos para revitalização do Velho Chico I

Até a próxima sexta-feira o plenário da Câmara dos Deputados vota a Proposta de Emenda Constitucional 524-A, que cria um fundo de recursos, com a duração de 20 anos, para a revitalização do Rio São Francisco. A proposta do senador Antônio Carlos Valadares (PSB) já foi aprovada em todas as instâncias que precedem ao plenário da Câmara, onde poderá ser definitivamente consentida a criação do chamado Fundo para a Revitalização Hidroambiental e o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Rio São Francisco. Valadares está otimista quanto à aprovação da PEC pelos deputados, “já que a transposição pode ser alvo de muita polêmica, mas todos concordam que o rio precisa ser salvo com urgência”, diz o senador.

 

Recursos para revitalização do Velho Chico II

Com o Fundo serão garantidos anualmente recursos em torno de R$ 250 milhões para cuidar da saúde do “véio Chico”, como o rio é chamado carinhosamente pelas populações ribeirinhas. Apesar de a emenda constitucional exigir um quorum muito alto para sua aprovação, Valadares optou por ela porque assim assegura que o Fundo para Revitalização Hidroambiental e o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do São Francisco seja respeitado por futuros governos, já que para derrubar uma PEC também é exigido quorum muito alto, “além do desgaste político que isto provocaria, por se tratar de recursos destinados à recuperação da natureza e, conseqüentemente, à melhoria da qualidade de vida das pessoas”, enfatiza o autor da PEC.

 

Só empreiteiras brasileiras podem participar de edital do São Francisco

Um aviso discreto publicado no “Diário Oficial” da União formalizou ontem o início do maior negócio do governo Lula, restrito a empreiteiras nacionais. Elas disputarão concorrência de R$ 3,3 bilhões para executar obras da transposição do rio São Francisco. O projeto prevê a construção de mais de 700 quilômetros de canais de concreto para levar uma parcela das águas do rio a quatro Estados do Nordeste: Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. As obras foram divididas em 14 lotes. O valor da licitação não tem precedente no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva nem entre os demais investimentos previstos no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O edital exclui empreiteiras estrangeiras do negócio. Empreiteiras nacionais têm até 9 de maio para apresentar suas propostas. Os lotes de obras têm valores estimados entre R$ 136 milhões e R$ 287 milhões. No conjunto, as obras deverão custar R$ 3,267 bilhões. Uma única empreiteira poderá vencer todos os lotes em que a transposição foi dividida.

 

Posse no TC repercute em Brasília

A posse do conselheiro Carlos Pinna na presidência do Tribunal de Contas de Sergipe foi destacada ontem (13) na Câmara dos Deputados pelo deputado Valadares Filho (PSB). Ele lembrou que Pinna é um homem de relevantes serviços prestados ao país, sendo uma referência na Associação dos membros dos Tribunais de Contas do Brasil – Atricom, entidade que presidiu engrandecendo o nome de Sergipe.

 

Projetos nas Comissões temáticas

Os três primeiros projetos de lei enviados pelo governador Marcelo Deda à Assembléia Legislativa serão discutidos nas comissões temáticas amanhã, 14, pela manhã. Um trata diretamente da reforma administrativa proposta pelo atual Governo. Outro refere-se às mudanças na lei que garante seguranças para ex-governadores durante oito anos. O terceiro projeto é referente a um pedido de licença do governador para ausentar-se do Estado durante um período de 30 dias. As discussões terão início às 8h30 na Sala das Comissões na AL.

 

Defesa do Diário Oficial

O líder do Governo na Assembléia Legislativa, deputado Francisco Gualberto (PT) fez hoje, 12, uma defesa veemente do modelo de Diário Oficial adotado pelo atual Governo do Estado. Com matérias jornalísticas publicadas na capa e contracapa, o Diário passa a ser também um veículo de divulgação de atos governamentais. Na mesma sessão, Francisco Gualberto mostrou aos colegas deputados uma série de Diários Oficiais publicados entre 1985 e 1986, onde o ex-governador João Alves Filho fazia uso do veículo para promoção pessoal, ferindo a Constituição. “O Diário serve sim para divulgação de atos governamentais, mas jamais para promoção pessoal. Isso o nosso Governo não faz e nem fará”, garantiu Gualberto.

 

3º Arrastão do Caranga no povoado São José

No próximo dia 18, domingo, será realizado o 3º arrastão do Caranga, no povoado São José (no caminho do Mosqueiro). O evento vem crescendo a cada ano e segundo um dos organizadores, Marcos Buchinho, tem como objetivo a preservação do meio ambiente e a arrecadação de alimentos que serão doados ao povo sertanejo.

Orquestra Sinfônica de Sergipe Inicia temporada

A Orquestra Sinfônica de Sergipe começa sua temporada no Teatro Tobias Barreto nesta quinta-feira, 15 de março, às 21h, com um concerto em homenagem aos 152 anos de Aracaju, comemorados no dia 17. O espetáculo, promovido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura, marca o início do calendário de apresentações da orquestra. No dia 16, às 19h, a Orquestra Sinfônica fará uma apresentação ao ar livre na Colina do bairro Santo Antônio, local que deu origem à fundação de Aracaju.Na programação oficial da Orquestra Sinfônica estão previstas 21 apresentações de março a dezembro. Durante o ano, a orquestra realizará também cinco apresentações no Teatro Atheneu, além de 30 concertos populares em bairros de Aracaju e em municípios sergipanos.

 

A respeito do Comentário “Silêncio sobre incorporações” I

Foram vários e-mails sobre o comentário “Silêncio sobre incorporações”. Alguns deles: “Os empresários tratados como “o que há de piores” como diz o texto. Concordo que, realmente tem empresários que vivem de assaltar o Estado. Ressalvo que não são grande maioria como diz o texto. Até porque como existe “esquemas”, esquema se faz com poucos se não vira comício.A grande maioria da classe empresarial não vive do Estado e sim do setor corporativo. Lembro também que a mídia é empresária em todo Brasil, esta sim, vive a maior parte do seu faturamento das verbas estatais, aliás, quem mais ganhou nestes últimos anos aqui com o Estado foi à mídia, ganhou tanto que pouco sobrou para os empresários “esquematizados” haja visto que, a maioria dos projetos anunciados ficaram somente na propaganda enganosa distribuída – e ricamente paga- fartamente na mídia. E olhe que, não foi somente às empresas de comunicação que faturou no esquema Secom-mídia, mas também muitos jornalistas. No setor empresarial realmente tem muita gente desonesta, cabe ao Estado fiscalizar. Más é difícil não é, o Estado também tem fiscais corruptos…Quanto as Universidades; há muito não formam inteligências, e sim gente que saem ávidas para também faturar, dentro deste modelo globalizado de capitalismo onde pouco de pensa e muito de competi entre se”.

 

A respeito do Comentário “Silêncio sobre incorporações” II

Outro e-mail: “Somos bombardeados por salvadores da pátria, discursos hipócritas, palavras de oportunistas, de aduladores entre outros, isso em âmbito nacional e local. Mas confesso nunca mais tinha, lido ou escuta o que esse leitor, que fala sobre Silêncio sobre incorporações, É a mais pura indignação, justa e verdadeira, de quem no mínimo tem vergonha dos caminhos que esse país e estado andam.Uma sociedade de faz de conta, onde tudo vai bem, onde valores como respeito ao próximo, família, amizades, direito são destruídos em nome de nada, será que nos vamos caminhar como diz a música de Lulu Santos com Passos de formiga e sem vontade”.

 

A respeito do Comentário “Silêncio sobre incorporações” III

Outro e-mail: “Gostaria de ter assinado o texto do leitor sobre as Incorporações. Aproveito o espaço para me solidarizar e afirmar que concordo em gênero,número e grau. Tudo o que ele disse é incontestável, lamentavelmente. Democracia não é isso. Estado Democrático de Direito não é isso. Usufruir de liberdade não é isso. Para quem estuda a verdadeira história do País e viveu o período contemporâneo sabe que isso leva a maioria da população ao desespero. Ninguém pergunta ou questiona o porque tivemos tantas interrupções na vida democrática no Brasil. É só reler o que foi publicado nos períodos anteriores. Hoje ninguém quer falar sobre o assunto, apenas mentem, dizendo que foram os militares que queriam dar um golpe e escrevem versões. Que Deus tenha piedade de nós ou nos rebelemos contra tudo isso para salvar o País e sua população das garras insaciáveis desses Carcarás”.

 

Economia de R$ 100 mil com combustíveis

O Estado teve, nos últimos dois meses, uma economia mensal de cerca de R$ 100 mil com gastos em combustíveis para veículos. A economia, que representa 10% do valor total dos gastos, só foi conseguida após a implantação pelo Governo do Estado, através da Superintendência Geral de Compras da Secretaria de Estado de Administração (SEAD), de um controle mais rigoroso sobre a quantidade de combustível utilizada diariamente. “Fecharemos este primeiro trimestre com uma economia de cerca de R$ 300 mil para os cofres públicos”, estima o secretário de Estado da Administração, Jorge Alberto. O percentual de economia deve aumentar ainda mais este mês. A Secretaria de Administração está solicitando a alguns órgãos que enviem, às sextas-feiras, o número de veículos e as placas dos carros que vão estar de plantão durante o fim de semana. “Os veículos cujas placas não forem informadas previamente não poderão abastecer”, explica o superintendente geral de Compras da SEAD, Márcio Zylberman.

 

Frase do Dia

“O que mais preocupa não é nem o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons”. Martin Luther King.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários