E-mail não é o meio

0

Embora o governador Marcelo Déda (PT) não goste de ouvir, é voz corrente que ele tem se distanciado cada vez mais de suas bases. Essa queixa é antiga, principalmente por parte das lideranças políticas do interior, que geralmente só falam com Déda em eventos públicos do governo. O petista insiste em despachar por e-mail, como se o vereador de Carira, Pinhão ou Poço Redondo tivesse banda larga e fosse afeito à nova tecnologia. Encastelado no Palácio diante do moderno notebook, Déda ouve cada vez menos as lideranças que o apoiaram. Estas, por sua vez, sem dispor de computador para receber e passar e-mails, procuram outros meios, como fizeram na eleição passada e deram um susto danado no governador.

Greve branca

Os médicos da Prefeitura de Aracaju não trabalham nesta quinta-feira. A paralisação da turma do jaleco branco visa pressionar o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) a atender as reivindicações salariais da categoria. Portanto, quem precisar de atendimento médico não deve procurar hoje os postos de saúde do município. Que tal recorrer a um pai de santo ou a uma simpática rezadeira?

Sem diretor

A Secretaria de Educação de Aracaju está sem diretor administrativo e financeiro. É que o técnico Antônio Carlos Blindoffi deixou o cargo ontem e retornou para retornar ao seu órgão de origem, o Tribunal de Contas do Estado. O secretário da Educação, Antônio Bittencourt Júnior, deve nomear nos próximos dias o substituto de Blindoffi.

Juntando os cacos

Lideranças do DEM e PSDB têm se reunido com freqüência na tentativa de juntar os cacos dos partidos com vistas às eleições de 2012. Reunidos em Brasília na última terça-feira, demistas e tucanos concluíram que não será fácil arrumar a casa e, principalmente, atrair novas lideranças. As dificuldades aumentaram depois que o embrionário PSD foi identificado pela turma do DEM e do PSDB como um porto seguro bem mais próximo do poder.

Novo partido

Deputados estaduais, prefeitos, vereadores e lideranças políticas participaram ontem em Aracaju da primeira reunião do embrionário PSD. O objetivo do encontro foi discutir as questões jurídicas sobre o registro do partido e o trabalho de filiação no interior sergipano. Padrinho do PSD no Estado, o governador Marcelo Déda prestigiou a reunião realizada num hotel da Orla de Atalaia.

Conserto

O blog errou de Vara ao tratar sobre o processo movido pelo sargento Paz, da Polícia Militar, contra o radialista Gilmar Carvalho. Foi o juiz titular da 11ª Vara Civil, e não o da 10ª Vara, quem deu um prazo de 10 dias para que o policial identifique um patrimônio do parlamentar para ser penhorado visando garantir o pagamento de uma indenização por perdas e danos. Está feito o conserto!

Quer ser líder

A Maratá, quarta maior torrefadora de café do Brasil, se prepara para fazer o caminho inverso de muitas companhias no país. "Queremos conquistar o Sul e o Sudeste", disse Frank Vieira, diretor geral do grupo, ao jornal Estado de São Paulo. Com negócios concentrados no Nordeste, a empresa fechou a compra da marca de chás Castellari, que pertencia à americana Mars Brasil, fabricante dos chocolates Twix e do arroz Uncle Bem’s, que agora pretende aumentar foco em suas marcas de ração para cães e gatos, chocolates e alimentos.

Festa da Estrela

A Fábrica da Estrela no povoado Serra do Machado, em Ribeirópolis, será inaugurada hoje à tarde. Antes, o presidente do Grupo JCPM, empresário João Carlos Paes Mendonça, receberá na Câmara Municipal de Itabaiana o título de Cidadão itabaianense.  A fábrica é resultado de um investimento de R$ 11,1 milhões, devendo gerar inicialmente 154 empregos diretos para a região, podendo chegar a 315 novas vagas de trabalho.

Novo imortal

O juiz de Direito e poeta José Anselmo de Oliveira toma posse hoje como o mais novo imortal da Academia Sergipana de Letras. Vai substituir o jornalista Bemvindo Salles de Campos Neto na Cadeira 21, cujo patrono é Francisco Antônio Vieira Caldas Júnior. A solenidade está marcada para as 19h30, no auditório desembargador Fernando Ribeiro Franco do Tribunal Regional Eleitoral. A saudação ao novo imortal ficará a cargo do acadêmico José Lima de Santana.

Do baú político

No final da década de 60 a turma do MDB que não tinha mandato vivia sendo paquerada pelos governistas, que ofereciam empregos e outras benesses do poder público, desde que aderissem à Arena. Entrevistado pelo professor e pesquisador Jorge Carvalho, o empresário Luiz Antônio Teixeira conta uma passagem interessante daquela época: no final de 1968, o deputado federal Augusto Franco chamou Oviêdo Teixeira e os filhos José Carlos e o próprio Luiz para um encontro na casa dele. Durante a reunião, os emedebistas foram convidados a aderir à Arena. Foi então que Oviêdo saiu com essa: “Doutor Augusto, a Arena é um supermercado muito bonito, muito bacana, cheio de atração, tem muito doce e muita gente. O nosso MDB é um botequim pequenininho, mas se o senhor quiser participar de um negócio assim modesto, está convidado a se filiar ao MDB”. A conversa acabou ali.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais