ELEIÇÕES PARA PREFEITO E VEREADOR

0

Creio existir concordância entre nós, quando afirmo que apenas uma parcela pequena de brasileiros faz parte de um segmento privilegiado da sociedade brasileira.

Estamos às vésperas de uma nova eleição para prefeito e vereador e a citação acima faz aumentar a responsabilidade deste segmento da sociedade. Se quisermos, nestas eleições, poderemos iniciar, de fato, uma transformação em nosso país.

Analisemos os candidatos que aí estão, discutamos nossos pontos de vista com nossos amigos e, se possível, com entidades e procuremos aqueles que tenham perfil mais adequado para desempenharem as funções de prefeito e vereador.

Hoje, a realidade dos municípios difere muito do que era. No contexto nacional, aumentou a responsabilidade dos mesmos, quando o Governo Federal descentralizou ações vinculadas à saúde, à educação e de combate à violência.

O futuro prefeito terá, em primeiro lugar, que encontrar solução para um constante déficit orçamentário. A necessidade de recursos é sempre maior do que a sua disponibilidade.

Considerando que a missão de uma prefeitura é garantir uma boa qualidade de vida para seus munícipes, faz com que o prefeito tenha necessidade de ser um bom administrador para garantir a eficácia e eficiência da prefeitura na prestação dos serviços públicos.

Nas chamadas apresentadas por muitos dos candidatos a vereador, nos chama atenção a afirmação de que, se eleitos, farão isso, aquilo e tantas outras promessas do mesmo gênero. No entanto, eles estão se candidatando a uma vaga no legislativo e não no executivo.

Ser vereador é, quando da apresentação das propostas orçamentárias pelo executivo, dedicar atenção especial aos seguintes aspectos: Os recursos previstos são factíveis? Os recursos destinados a pessoal estão dentro dos limites legais? Existem recursos próprios destinados à saúde, à educação e a segurança pública? Existe alguma previsão para investimento? Em que área?

Ser vereador é estar atento à execução orçamentária, cobrando do executivo as razões pela não realização do que estava previsto, pela realização do que não estava previsto e sugerindo ações para a otimização da utilização dos recursos.

Ser vereador é estar presente e participar ativamente das sessões plenárias.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários