Entrando numa “Saia Justa”

0

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você já se viu numa tremenda saia justa diante de situações embaraçosas? Isso acontece todos os dias, com todo mundo e em qualquer lugar. No cotidiano, passamos momentos em nossa vida que nos deixam constrangidos e envergonhados. Algumas vezes encontramos pessoas com roupas iguais em festas, falamos com pessoas esquecendo o nome delas e sem saber de onde conhecemos, comemos alimentos indevidamente, mas o importante é sair dessa situação com respeito, descontração e bom humor.

Algumas situações comuns que se tornam inconvenientes acontecem na comunicação. Evite perguntar a idade de alguém ou se a mulher está grávida. Nunca pergunte se a pessoa ainda está casada ou se o homem que está ao seu lado é pai dela.

Renato conta que insistiu tanto para um grupo de amigos aceitasse jantar com ele e no momento em que foi pagar a conta, o restaurante não estava aceitando cartão de crédito como pagamento. Ele ficou super envergonhado e pediu a todos pra colaborar, só que foi uma catação só nas carteiras, saindo até as últimas moedas.


Cleuza foi jantar na casa de um casal amigo e
quando foi pegar a linda taça que estava na mesa para beber vinho, notou  que estava com cheiro de barata. O que ela deveria ter feito nessa ocasião, já que estava com os outros convidados amigos e os anfitriões sentados juntos a ela. Se contar a verdade irá constranger bastante o anfitrião. O melhor é dar uma desculpa e se levantar para ir a cozinha derrubar a bebida e lavar o copo dizendo que você melou o copo de gordura ou que caiu um bichinho nele. Outra opção é você pegar discretamente outro copo e encher novamente de bebida. 

Alcides Petroli estava num restaurante fino com amigos e quando o garçom colocou o couvert na mesa, ele pegou a bolinha de manteiga como se fosse a de queijo e começou a mastigar. Quando sentiu que não era o que ele pensava, continuou embolando a manteiga na boca até engolir. Depois todos caíram na gargalhada.

Aucides pensava que o pratinho cheio de bolinhas amarelas era queijo e não manteiga congelada.

Cristina diz que aconteceu com ela uma situação constrangedora, mas teve de ser sincera. O fato aconteceu quando ela foi ao motel pela primeira vez com o namorado e ele insistia em começar a amá-la sem tomar banho. Ela sentiu um odor desagradável no momento em que foram pra cama e sinceramente ela disse que ele estava sujinho, ficando ele magoado, mas nas próximas vezes ia direto ao banheiro tomar banho.

Mônica não sabia se namorava Francisco porque o primo dele também queria namorar com ela. Os dois ficavam paquerando ela na mesma festa em momentos diferentes. Ela terminou ficando sozinha.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais