Fim da greve

0

Considerada ilegal pela Justiça, a greve dos professores da rede estadual deverá terminar hoje, durante assembléia geral da categoria. Iniciado com o objetivo de pressionar o governo a reajustar o piso salarial do Magistério, o movimento paredista vai deixar seqüelas. O relacionamento do Sindicato com a Assembléia Legislativa, por exemplo, ficou seriamente arranhado depois que os grevistas queimaram em praça pública bonecos do governador Marcelo Déda (PT) e dos 17 deputados que aprovaram o projeto reajustando o piso em oito parcelas. Os parlamentares acham que foram anarquizados. Tomara que, encerrada a greve, os ânimos se acalmem, pois os professores vão precisar futuramente dos deputados, enquanto estes não podem abrir mão dos votos da categoria.

Um a um

As passeatas pela liberação da maconha estão liberadas no Brasil, mas a galera da fumaça continua proibida de plantar o matinho na horta caseira da vovó. As duas decisões foram tomadas ontem pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Sobre as marchas pró-liberação da cannabis, o ministro Celso de Mello disse que a Polícia só deve ser chamada para garantir a liberdade dos manifestantes. Quando ao cultivo doméstico da plantinha, o pedido foi negado porque a entidade que o protocolou no STF não tem legitimidade para tanto. Só por isso?

De olho na PMA

Dificilmente o PPS se coligará ao DEM na disputa pela Prefeitura de Aracaju. É que a executiva estadual do PPS já aprovou o nome do ex-secretário da Fazenda, Nilson Lima, para disputar a cadeira ocupada hoje pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B). Como o DEM promete apresentar candidatura própria, dificilmente os dois partidos repetirão a aliança feita em 2010, quando Nilson foi candidato a vice-governador na chapa encabeçada por João Alves Filho.

Queixo duro

O superintendente de Transporte da capital, Antônio Samarone, continua sem querer papo com os vereadores. O vereador Jailton Santana (PSC) promete organizar um abaixo assinado com os taxistas pedindo que o prefeito exonere o auxiliar queixo duro. Já Bertulino Menezes (PSB) apelou ao presidente do Legislativo, Emannuel Nascimento (PT), que consiga marcar uma audiência dos vereadores com o prefeito para que eles peçam a cabeça de Samarone. O blog aposta uma mariola como neste caso os vereadores vão continuar chupando dedo.

Mais de R$ 1 bi

O Banco do Brasil em Sergipe reuniu ontem a imprensa sergipana para um café da manhã. A superintendente Marília Prado Lima fez uma explanação sobre as ações do BB no Estado, destacando os grandes números da instituição, as convergências das ações, desafios e soluções. Segundo ela, agora em 2011, o Banco do Brasil deverá investir em Sergipe mais de R$ 1 bilhão, através de linhas de crédito para setores como agronegócio, Pronaf, pessoas físicas e empresas. No ano passado, foram investidos pelo banco na economia sergipana R$ 898 milhões. É muita grana!

Reunião almoço

A CDL Aracaju promove hoje uma reunião almoço dentro do Programa "Conversando com o Lojista". Será a partir das 12h, no Centro de Convenções da CDL, rua Santa Luzia, 570. O palestrante convidado é o presidente da Câmara de Vereadores da capital, Emmanuel Nascimento. Ele vai falar sobre o Plano Diretor que está sendo debatido pelo Legislativo aracajuano.

Dilma apóia

A presidenta Dilma Rousseff (PT) chancelou ontem a iniciativa dos governadores do Norte e Nordeste de promover amplo debate em torno da reforma tributária e a divisão dos royalties do petróleo. A petista recebeu os 16 governadores das duas regiões para um café da manhã no Palácio da Alvorada, quando eles lhe entregaram a Carta de Brasília contendo 10 itens que devem ser tratados como pré-requisitos necessários à deflagração de qualquer discussão sobre reforma tributária.

Preocupados

Os empresários sergipanos estão preocupados com a decisão do Supremo Tribunal Federal considerando inconstitucionais os benefícios fiscais concedidos pelos Estados para a atração e instalação de indústrias. Uma reunião para tratar sobre o assunto foi promovida ontem pela Federação da Indústria do Estado de Sergipe. O secretário Zeca da Silva, do Desenvolvimento Econômico, tentou tranqüilizar os empresários, garantindo que o governo tem se empenhado para resolver o problema. Não será fácil!

De fora

Mais uma vez Sergipe ficou de fora da disputa pelas duas vagas de ministros do Superior Tribunal de Justiça. Ontem, aquela Corte definiu a lista com quatro desembargadores que concorrem a duas vagas no Tribunal destinadas à Justiça Estadual. Os quatro candidatos foram selecionados em uma listagem original de 60 candidatos, tendo sido escolhidos quatro desembargadores de Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Eita Sergipe velho desprestigiado, sô!

Do baú político

O blog recebeu do amigo Jorge Ribeiro a seguinte contribuição para este espaço: “Na época da ditadura militar era o presidente da República quem escolhia os governadores, com base numa lista de políticos organizada pelos partidos governistas. Certa feita, colocaram o nome de Passos Porto, o “Passito”, que tinha como assessor Cosme Fateira. Ao chegar no ‘Sanadinho’, ali na Praça Fausto Cardoso, Fateira foi questionado qual seria o cargo dele se o amigo fosse escolhido governador de Sergipe. ‘Secretário da Educação e Cultura’, respondeu Cosme, para surpresa geral da platéia. Contudo, antes que alguém se manifestasse, Cosme explicou: “Educação eu tenho de sobra e cultura eu compro”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários