Frankfurt – Uma boa ideia conhecê-la

0

Frankfurt não é uma cidade preferida entre brasileiros em viagens turísticas pela Europa, porém a

Römerberg e prédios públicos históricos. Foto: Sílvio Oliveira
cidade tem muito mais para mostrar do que bancos financeiros e guarda uma das praças mais interessantes da Europa: o Römerberg. A Câmara Municipal (Römer), a Catedral (Dom) e a Igreja de S. Paulo (Paulskirche) localizadas nesta praça histórica são visitas obrigatórias. As casas típicas da arquitetura alemã foram destruídas na Segunda Guerra Mundial, por conseguinte, refeitas no mesmo estilo que o original a partir de 1986 e hoje é um dos lugares mais visitados da cidade.

Não é difícil conhecer o centro histórico de Frankfurt. A catedral (Dom), consagrada no nome de São Bartolomeu em 1239, foi escolhida oficialmente como sede eleitoral para os reis do Sagrado Império Romano em 1356. Lá foram realizadas 10 coroações imperais entre 1562 e 1792.

Céu cortado por aviões é cotidiano. Foto: Sílvio Oliveira
Bem pertinho dela, ficam as ruínas do acampamento militar romano que tinham erguidos por lá banhos termais, castelo imperial carolíngio, descobertos em 1953 durante escavações.

De lá, parte-se para conhecer a Igreja de São Nicolas, o Mosteiro das Carmelitas e a fachada dos prédios históricos desta região. Caminhar pelas ruas e ruelas é um bom meio para conhecer o centro histórico da cidade, pois os mais atraentes prédios e que devem ser visitados ficam bem próximos uns do outros.

Uma outra dica é percorrer a cidade através dos ônibus turísticos de dois andares, que fazem o percurso entre a Frankfurt antiga e moderna, porém, a observação é bem panorâmica.

Mosteiro dos Carmelitas e partes reconstruídas da Guerra. Foto: Sílvio

Da região do Römer, percorra as ruas paralelas em direção a praça (Berliner strabet) até chegar à praça do Banco Central Europeu. A cidade possui mais de 300 instituições financeiras e mais de 80 mil pessoas dos seus poucos 670 mil habitantes trabalham em alguma delas. Para se ter uma ideia, a sede do Banco Central Europeu fica lá e do Deutsche Bank também. A bolsa de valores de Frankfurt é a maior bolsa da Alemanha e quarta maior do mundo, ou seja, Frankfurt transpira negócios.

Percorrer a cidade de metro também é uma boa dica já que é bem servida e são somente três linhas. Tudo funciona no horário marcado nos painéis eletrônicos a contento. As estações (em alemão, bahnhof) também são

Símbolo do Banco Central Européu. Foto: Sílvio Oliveira
pontos turísticos por serem verdadeiros centros comerciais e de lazer, principalmente a Huptbahnhof (central).  Pertinho dela fica o Börse (centro financeiro) e o bairro moderno, com centenas de arranha-céus e construções modernas, como o Commerzbank Tower e o MesseTurm, os dois maiores arranha-céus comerciais da Europa.

A cidade convive numa perfeita harmonia entre prédios históricos e edifícios modernos, arranha-céus e lojas high-tech cortada pelo rio Meno e ligada pela Eiserner Steg (ponte de Ferro). Mas não é só os prédios espelhados que chamam atenção. O céu de Frankfurt também é uma atração por ser cortado por aviões. O aeroporto da cidade é um dos maiores do mundo, atingindo a marca de 1500

Frankfurt – Histórica e moderna. Foto: Sílvio Oliveira
voos diários. Muitos viajantes que cruzam à Europa passam por ele e há uma máxima na cidade de que as pessoas conhecem o aeroporto de Frankfurt antes mesmo de conhecer a cidade. Para se ter uma ideia, há trem de passageiros para transportá-los de um saguão de embarque para outro ou de chek-in da companhia aérea.

Cansado de desbravar a cidade? A pausa para apreciar uma cerveja tipicamente alemã é uma boa pedida, principalmente se sentado em um dos restaurantes das estações de trem e acompanhado de uma boa salsicha com chucrute apimentado. As salsichas mais finas de carne de porco são bem tradicionais, bem como os pratos à base do joelho do suíno. 

A cerveja tem o gosto bem mais apurado e forte, porém, se preferir, como a região é bem cosmopolita, há restaurantes de diversos países nas ruas de Frankfurt, principalmente os orientais, porém, melhor do que conhecer a cidade é também apreciar seus costumes, culinária e cotidiano.

Registros

Catedral de Frankfurt vista da área dos museus

Kaiserstrabe – avenida bastante agitada

Entardecer na praça do Banco Central Europeu

 

 

 

 

 

 

 

Prefeitura Municipal

Autêntica comida alemã

Hauptbahnhof – estação, centro de compras e diversão

 

 

 

 

 

 

Fotos: Silvio Oliveira

Na Bagagem

TourFilm Brazil 2011

Sergipe e Piauí são os dois estados do Nordeste que não participam do Tourfilm Brazil 2011, considerado o maior festival de filmes de turismo do país, que acontece em Florianópolis (SC) no período de 19 a 21 de maio de 2011. Acre, Rondônia, Tocantins e Goiás também não participam do evento.

 

Gol desbanca a TAM

 

Segundo o jornal Valor Econômico, por uma diferença mínima 0,2% a Gol tirou pela primeira vez a liderança da TAM no mercado de aviação doméstica do país. A Gol encerrou fevereiro com fatia de 39,77%, contra 39,59% da TAM. Os dados correspondem a fevereiro e foram divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

 

Telefone no quarto de hotel

Um estudo realizado por uma consultoria da indústria de hospedagens dos Estados Unidos aponta que o telefone do quarto de hotel gera prejuízo. Até o início da década de 90, os telefones instalados nos quartos geravam cerca de 2% dos lucros dos hotéis, já que p setor cobrava a maior taxa legalmente permitida. Com a popularização do celular o hotel passou a gastar US$ 3 para cada US$ 1 gerado por telefones fixos nos quarto.

Roteiro de luxo na Capela Sistina

Imagine a Capela Sistina, no Vaticano, fechada com apenas 25 pessoas, assentos especiais em uma missa celebrada pelo papa, refeição em dependências onde o pontífice recebe líderes de governos estrangeiros e outros luxos exclusivos? Realizar o sonho é possível e custa € 8 mil ou cerca de R$ 18,8 mil, somente a parte terrestre. O roteiro é resultado de uma sugestão feita por um empresário brasileiro para os museus do Vaticano em parceria com uma companhia norte-americana. A viagem dará acesso a áreas até então fechadas ao público

Carnaval de Pernambuco e renda

Dados da Secretaria de Turismo de Pernambuco registram que o número de turistas chegou a quase um milhão no carnaval, o que representa 28,67% mais que o público recebido em 2010 (800 mil pessoas). A Festa de Momo rendeu uma receita superior aos R$ 570 milhões, 54% mais se comparado à época do ano passado.

Contato: silviooliveira@infonet.com.br  

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais