Fuleiragem política em fogo alto

0

Após reajustar o fundo eleitoral de R$ 2 bilhões para exagerados R$ 5,7 bilhões, o Congresso deve aprovar um projeto afrouxando a fiscalização sobre como os partidos vão gastar essa grana toda. A proposta em tramitação extingue o atual sistema de prestação de contas, dificultando o acompanhamento dos gastos partidários pela Justiça Eleitoral, imprensa e sociedade. Segundo o portal Uol, o projeto também abre brecha para que a dinheirama do fundo seja usada de forma mais flexível, como em festas regadas a bebida alcoólica, sem que a Justiça Eleitoral possa intervir. É bom que o eleitor fique atento à essa panela de maldades que está cozinhando no Congresso. Os sergipanos devem acompanhar como votará a bancada federal do estado, particularmente aqueles deputados e senadores que votaram em favor dos políticos fichas sujas e do absurdo aumento do fundo eleitoral. Fiquem de olho em mais essa fuleiragem!

Salários irregulares

O Supremo Tribunal Federal considerou inconstitucionais normas de Sergipe que disciplinam os salários de deputados estaduais, do governador e da vice-governadora. Os ministros do STF entendem que as leis estaduais vinculando os vencimentos do chefe do Executivo e da vice aos dos desembargadores, e, dos parlamentares, aos deputados federais é ilegal. A Constituição Federal proíbe o atrelamento remuneratório justamente para evitar que a alteração de uma carreira repercuta automaticamente em outra. Marminino!

Maracujá do mato

Um fruto da natureza combinado com mais de uma década de pesquisa resultou na primeira variedade de maracujá do mato recomendado para cultivo comercial. Lançado pela Embrapa, o BRS Sertão Forte é resultado do melhoramento genético, tendo sido selecionado a partir de diversos acessos de maracujazeiros silvestres coletados em diferentes áreas de Caatinga. Em comparação com as plantas nativas, ela apresenta maior produtividade e maior tamanho e rendimento dos frutos. Supimpa!

Casa de ferreiro

E a Procuradoria-Geral da República contestou no STF o dispositivo da lei orgânica do Tribunal de Contas de Sergipe que garante a auditores remuneração igual à de conselheiro, em caso de substituição. Hoje, quando o auditor substitui o conselheiro recebe o equivalente a 1/30 avos do subsidio deste por dia. Segundo a PGR, a Constituição Federal proíbe esse procedimento justamente para evitar que a alteração de salário de uma carreira repercuta em outra, aí incluído o reajuste. Aqui pra nós, o nosso TCE, a quem cabe fiscalizar o serviço público, lembra uma casa de ferreiro com espeto de pau. Home vôte!

Ê boi

O governo de Sergipe enviou para a Assembleia um projeto criando o Pró-Sertão Bacia Leiteira, visando ajudar os sertanejos no período das secas. Segundo o governador Belivaldo Chagas (PSD), nos moldes do Programa Mão Amiga Cana de Açúcar e Laranja, “vamos destinar um auxílio para que estes pequenos criadores consigam manter suas atividades durante os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março”. O Pró-Sertão será de R$ 1 mil, distribuído em parcelas de R$ 250 para as famílias que criem até 10 cabeças de gado no semiárido. Menos mal, né?

Quem me quer?

E o deputado federal Valdevan Noventa (PL) anda batendo de porta em porta à procura de apoio para a sua pré-candidatura ao Senado. A última visita do distinto foi ao ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB). Após ouvir o visitante, Vavá o alertou ser muito difícil alguém se eleger senador isoladamente. Para o experiente político simãodiense, antes de colocar na rua a pré-candidatura ao Senado, Valdevan deve construir uma chapa com postulantes ao governo estadual, à Assembleia e à Câmara Federal. Noventa ficou de pensar no assunto. Ah, bom!

Café com política

E quem deu com os costados em Itabaiana foi a presidente do Podemos, delegada Danielle Garcia. Durante um café da manhã bem nordestino, a fidalga discutiu sobre as eleições de 2022 com políticos serranos. Além de Danielle, o regabofe foi prestigiado pelo prefeito itabaianense, Adailton Sousa (PL), o ex-gestor da cidade, Valmir de Francisquinho, o vereador Marcos Oliveira (DEM), o empresário Milton Andrade (PL) e o anestesiologista Ricardo Scandian. Esta é a segunda vez, em menos de um mês, que a delegada se reúne com Adailton e Valmir. Há quem jure que desse mato sai coelho? Aff Maria!

Debate impróprio

O foco da maioria dos políticos nas eleições do próximo ano foi criticado pelo deputado federal Fábio Henrique (PDT). Segundo ele, é um absurdo que algumas lideranças privilegiem o debate sobre o pleito de 2022, em detrimentos de temas mais urgentes como o combate à pandemia, à fome, ao desemprego, etcétera e tal. O pedetista entende que as eleições ainda estão distantes, não sendo correto que a classe política fique discutindo agora quem será o candidato a cargo A ou B. Crendeuspai!

Contra o voto impresso

O deputado federal João Daniel (PT) deixou claro ser contra o projeto de voto impresso em tramitação na Câmara. O petista disse que no fundo, no fundo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) quer mesmo é enfraquecer a democracia. “Ele sabe que, se tivermos eleições justas e democráticas, um presidente que não tem coragem para ir ao debate será derrotado”, afirma Daniel. O deputado acredita que a proposta de voto impresso não passará na Câmara e torce que isso ocorra logo para que o Brasil se envolva com temas mais importantes. Danôsse!

Perde aqui, ganha lá

Após ter perdido para o Podemos de Sergipe a política-delegada Danielle Garcia, o Cidadania ganhou em Brasília a senadora Leila do Vôlei, ex-PSB. Satisfeito com a conquista, o senador Alessandro Vieira disse que o partido ganhou um reforço extraordinário. E a encheu de elogios: “É uma mulher corajosa, qualificada e verdadeira que, junto comigo e a senadora Eliziane Gama, vem para atuar na defesa da democracia e daqueles que mais precisam de nós”. Então, tá!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha de Sergipe, em 29 de agosto de 1907

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais