Futebol sergipano: caixa 2, caixa 3…

0

O sergipano é antes de tudo, um forte. O pobre futebol sergipano que vem capengando nos últimos anos por incompetência e falta de organização está tendo uma esperança de soerguimento com a campanha do Confiança na série C. Aos poucos a torcida foi acreditando e, não só os torcedores do Confiança, mas de todos os outros times vêm dando uma ajuda significativa enchendo o Estádio Batistão.

Na semana passada, quando jogou e venceu o Brasil de Pelotas (esse jornalista foi ao estádio) deu para perceber que a torcida estava acreditando e mais do que isso enchendo literalmente o estádio, já que pelos números apresentados o Batistão encolheu significativamente e não é um caso para o livro dos recordes, mas de polícia.

 

Mas a evasão de renda e o famoso caixa 2 é apenas um problema. Ontem, 16, o torcedor do Confiança que desejava assistir ao jogo das cadeiras sentiu que também tem o caixa 3. Neste caso, com a venda de ingressos por cambistas, que na verdade são meros repassadores trabalhando para alguns poucos aproveitadores. Às 10 horas não tinha mais ingresso para as cadeiras. Um absurdo! E ao lado os cambistas vendiam o ingresso comprado por R$ 20,00 a R$ 35,00. Mais tarde chegou aos R$ 40,00 e perto do jogo aos R$ 50,00.

 

E tem dirigente da Federação dizendo que só foi liberada a compra de três ingressos por pessoa. Mentira, somente uma pessoa (conhecida de muitos em Aracaju) comprou 200 (duzentos) ingressos e revendeu através dos cambistas. Ou seja, pagou R$ 4 mil e acabou com R$ 7,5 mil (ingresso a R$ 35,00), com um lucro de R$ 3,5 mil em poucas horas. Nem a bolsa de valores nos bons tempos dava um lucro tão exorbitante.

 

E quem paga estes caixas 2, caixa 3 e tudo mais? O pobre torcedor que estava em sua grande parte afastado dos estádios por conta da incompetência e da falta de organização. O que pensa de tudo isso os novos e sérios dirigentes do Confiança, cuja credibilidade fez com que alguns empresários voltassem a investir no futebol sergipano? E como ficam os abnegados profissionais da imprensa, a exemplo de Douglas Magalhães e Fernandes Doria que no programa que apresentam fizeram uma campanha para que empresários comprassem ingressos e doassem aos torcedores, ao contrário de outros, que pedem os ingressos através de “doação” a diretoria do clube?

 

E depois cobra do torcedor a presença nos estádios. Ninguém é besta ou burro para comparecer a um estádio lotado e escutar uma renda anunciada  bem menor e um público de 12 mil pessoas quando tem mais de 18 mil. E os cambistas? Não seria o caso dos dirigentes do clube e da própria federação chamar a polícia e prender os mesmos, já que é ilegal essa atividade? Ou será que alguém tem o rabo preso, já que quase todos os cambistas são conhecidos (e como são) e na verdade são apenas laranjas de uma grande laranjada que azeda o futebol sergipano.

 

Este jornalista acaba este desabafo pedindo ao leitor que não envie mais nada sobre o futebol sergipano. Enquanto não tiverem vergonha na cara e respeito ao torcedor este espaço não publicará nada sobre este o pobre futebol (para o torcedor) e rico para alguns que lucram com a alegria e a euforia de uma torcida que não fica atrás de nenhuma outra do país. Em Sergipe todos se conhecem e nos bastidores todos sabem quais são as pessoas que estão ganhando muito às custas do suor do torcedor sergipano.

 

Evasão de renda

É tão difícil coibir a evasão de renda no Batistão? Em outros estados os governos enviaram projetos de lei as Assembléias regulamentando a entrada gratuita nos maiores estádios. Dirigentes somente os dos clubes que estão disputando mesmo assim no número de seis, no máximo. Menor, somente acompanhado dos pais. Profissionais da imprensa apenas aqueles que estiverem em suas funções. Ex-jogadores apenas os credenciados. Polícia apenas quem estiver trabalhando. O certo é que todos paguem menos quem estiver a trabalho. Aqui não, entra todo mundo. Quem pode entrar de graça leva toda família, papagaio, cachorro e tudo mais. E ninguém faz nada. Esse é o retrato do pobre (rico para alguns poucos) futebol sergipano.  E com tudo o Confiança avança…

 

Intocáveis em Sergipe

Tem determinados setores em Sergipe que se consideram intocáveis. Aplaudem as criticas aos outros, mas são incapazes de assimilarem qualquer critica ao próprio umbigo. Este espaço continuará incomodando e as possíveis tentativas de intimidações, seja através de processos judiciais ou outros meios não surtirão efeito.

 

JB: promessa pela metade

O deputado federal Jackson Barreto (PMDB) anunciou ontem, 16, no programa comandado pelo radialista Fábio Henrique, que no próximo domingo vai cumprir uma promessa feita a santa Nossa Senhora Aparecida indo a pé de sua residência até o conjunto Bugio. A promessa foi para que Almeida Lima perdesse as eleições em Aracaju. Detalhe: Jackson mora há muitos anos na Atalaia, mas anunciou que a casa da onde sairá para pagar a promessa é a da Rua de Estância. Ou seja, Jackson está encurtando o caminho pela metade. Assim não vale JB, a santa está vendo e em 2010 não vai mais atender seu pedido…

 

Concurso à vista na PMA

Depois da posse de cerca de 240 novos servidores nas áreas de saúde, educação e procuradoria jurídica, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) irá lançar um novo concurso público nesta terça-feira, dia 21. O anúncio será feito em coletiva, às 9 horas, no Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos.  

 

Quase 3 mil vagas para Saúde I

O secretário de Estado da Saúde, Rogério Carvalho, lançou ontem, 16 ,durante entrevista coletiva, os três editais para o concurso público das Fundações Estatais de Saúde, processo que será realizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe), da Universidade de Brasília (UnB). A oferta soma 2.977 vagas. A contratação da empresa está sob responsabilidade da Secretaria de Estado da Administração. Serão 2.760 vagas para a Fundação Hospitalar, que tem como finalidade prestar serviços de saúde em todos os níveis de assistência hospitalar, inclusive do Samu, além de poder desenvolver atividades de ensino e pesquisa científica e tecnológica na área da saúde. Para a Fundação Estadual de Saúde, que responderá pela atenção básica, promoção, prevenção e proteção da saúde coletiva e individual foram destinadas 103, enquanto as outras 114 serão ocupadas pela Fundação Parreiras Horta. 

 

Quase 3 mil vagas para Saúde II

As vagas estão distribuídas em 79 tipos de emprego, a maioria com exigência de nível superior. Para nível médio, há vagas para diversas categorias, entre elas, de assistente administrativo, técnico de segurança no trabalho, atendente de consultório dentário, condutor de veículo de urgência. Já para o nível fundamental, há somente um cargo: assistente de enfermagem I. Os salários variam, no mínimo, de R$ 490 a R$ 690, e no máximo entre R$ 3 mil e R$ 8 mil, com a inclusão de gratificações.

 

Passos é um dos adjuntos mais atuantes

Ontem, 16, foram vários e-mails estranhando que o delegado Abelardo Inácio tenha esquecido no e-mail dele de citar o delegado de carreira Marcos Passos, como secretário-adjunto da SSP. Várias pessoas, inclusive que fazem parte da estrutura de poder atual destacaram que Marcos Passos é um dos mais atuantes e vem participando de várias reuniões representando o secretário quando o mesmo está viajando.

 

Esclarecimento sobre Termo Circunstanciado

A coluna recebeu e-mail do delegado Ronaldo Marinho, presidente da Adepol, esclarecendo que ele não disse que não desejava polemizar sobre o Termo Circunstanciado, mas sim com o procurador. No e-mail o delegado reafirmou que a PM não tem nenhuma autorização oficial para realizar o Termo Circunstanciado e que está disposto para discutir profundamente sobre uma política de segurança no geral, sem que uma polícia tenha a intenção de invadir a competência da outra.

 

Investimentos da Petrobras em SE

O governador Marcelo Déda se reuniu na última quarta-feira, 15, com o presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, para tratar das relações da empresa com o Estado e buscar a garantia de que os investimentos da companhia em Sergipe no campo de Piranema, nos poços de exploração atuais e na pesquisa de novos campos de exploração não serão interrompidos por conta da atual crise econômica que afeta o mundo. O encontro aconteceu na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro.De acordo com Déda, que levou a preocupação do Governo do Estado com a manutenção da pesquisa e exploração de petróleo em Sergipe, o presidente Sérgio Gabrielli manifestou a intenção de manter os investimentos da Petrobras em Sergipe já previstos no planejamento estratégico da empresa. “Gabrielli nos deu a boa notícia de que, se a crise apontar para uma diminuição dos investimentos da Petrobras, dificilmente eles afetarão as atividades que a empresa desenvolve em Sergipe”, informou o governador.

 

Idéias de Walmir Monteiro

Um plano de governo detalhado e que possa viabilizar a retomada do desenvolvimento do município como saúde, educação, habitação, saneamento básico, gestão do serviço público, programas sociais, agricultura e emprego e renda, entre outros. Aos poucos, o prefeito eleito de Lagarto, Valmir Monteiro, vai definindo prioridades, acelerando as idéias para que os projetos fluam e possam ser decisivos no tocante à prestação de serviços desejados por todos os setores da sociedade. Valmir garante que vai lançar o bolsa família municipal e lutar para conseguir recursos federais a fim de realizar algumas obras que disciplinem o crescimento dos bairros que se localizam no entorno da cidade, em alguns casos, áreas que precisam de um melhor ordenamento urbano, como é o caso do Jardim Campo Novo. 

 

Novos bairros em Lagarto

A propósito, o prefeito eleito sabe que com a chegada do Hospital Regional (em construção) e do Campus da Universidade Federal de Sergipe, a região sul da cidade vai ser super valorizada. Em função dessa perspectiva, ele já vê como plenamente viável o surgimento de novos bairros na área hoje ocupada pelo povoado horta,  justamente onde deverá surgir uma moderna avenida, com pista dupla, que servirá de  novo acesso de entrada à cidade, passando pelo atual Parque de Exposição Agropecuária e mercado municipal, que será totalmente reformado. Com novos bairros, na região sul, devem surgir condomínios fechados e vários outros empreendimentos no setor habitacional em função da valorização do local.  Ele  lembra que Lagarto já foi a segunda economia do estado, hoje se encontra na 11ª colocação. Por isso, ele vê como prioridade fazer com que o município volte a ser grande e próspero, possibilitando que o povo resgate a sua auto-estima de alguns anos passados.

 

Candidatura do MST

Sobre a nota veiculada nesta quinta-feira, 16, que fala  da candidatura do companheiro João Daniel  a deputado estadual nas eleições de 2010, Gislene Reis, da direção Nacional do MST/SE esclarece: o MST em Sergipe não discutiu sobre as eleições de 2010, muito menos definiu candidaturas de seus membros. A nossa prioridade é a luta pela Reforma Agrária, a distribuição da terra e da riqueza e a construção de uma sociedade com justiça.

 

CGE capacita servidores estaduais

A Controladoria-Geral do Estado de Sergipe (CGE) promoverá, nos dias 20 e 21 de outubro, segunda e terça-feira, no auditório do Banese da Avenida Augusto Maynard, o “Curso de Capacitação no Sistema de Gestão de Convênios (SICONV)”, para servidores da administração estadual, em parceria com o Ministério do Planejamento e apoio do Banco do Estado de Sergipe (Banese). O curso será ministrado pelo coordenador-geral de Convênios do Ministério do Turismo, Murillo de Miranda Basto Neto, e tem por finalidade capacitar servidores para operar a nova sistemática de convênios do Governo Federal. A estimativa é de 200 servidores das Diretorias Administrativas Financeiras (DAF), das Assessorias de Planejamento (ASPLAN) e das Assessorias Jurídicas dos órgãos e entidades estaduais. Na oportunidade, serão disponibilizados na recepção do evento computadores ligados à internet para acessar o portal de convênios. www.convenios.gov.br

 

Controle do patrimônio público

O controlador-geral do Estado, Adinelson Alves, ressalta a importância do curso. ”O Curso de Capacitação no Sistema de Gestão de Convênios faz parte da missão institucional da CGE de orientar a gestão governamental para assegurar o efetivo controle do patrimônio público. A iniciativa da Controladoria-Geral do Estado tem por objetivo capacitar os técnicos de Sergipe para operar a nova ferramenta de descentralização de recursos do Governo federal e garantir a celeridade e a transparência dos processos de convênios na celebração, na liberação dos recursos e na prestação de contas dos convênios”, afirma.

 

Azaléia fechou no governo João Alves

O líder da oposição na Assembléia Legislativa, deputado Venâncio Fonseca, não perde o  hábito de tentar inverter os fatos. Recentemente, segundo nota publicada no jornal

oficial da oposição, o deputado teria criticado “as ações – ou a falta delas – do governo

do Estado nos setores de turismo e indústria”. Sobre o incremento de indústrias, Venâncio  teria dito que “já fecharam Azaléia e a Santista Têxtil”. Realmente a unidade da Azaléia em Itaporanga fechou, mas o deputado “esqueceu” que isso ocorreu no final de 2006, quando  governava o Estado Dr. João Alves.

 

19 novas indústrias

Quanto à Santista Têxtil, que encerrou suas atividades  da unidade do Distrito Industrial de Aracaju no começo deste ano, ficou mais do que evidente que foi uma decorrência da grave crise que ainda atinge o setor e que motivou o fechamento de várias fábricas em todo o país. O deputado finge desconhecer os números que o governo do Estado divulga regularmente, sendo os mais atuais os seguintes: desde o início do governo, foram implantadas até agora 19 novas indústrias, gerando 1.162 empregos diretos; com implantação em andamento, são mais 17 indústrias e 2.034 novos empregos diretos; e já aprovadas ou em fase de análise de projeto, 62 unidades e 2.437 novos postos de trabalho. Como dizia o líder maior da oposição sergipana, “contra fatos não há argumentos”.

 

Sobre São Domingos

Através de e-mail, o deputado Venâncio Fonseca rebateu ontem a informação passada pelo leitor de São Domingos, de nome Machado, publicada na coluna de ontem, 16, de que um veículo teria sido apreendido dentro da chácara dele no dia da eleição com vinte pessoas. Ele garantiu que o fato não aconteceu dentro da chácara dele e pode ter ocorrido na estrada de acesso ao município.

 

Pobres pagarão preço da crise I

o demonstrar que a disparada do preço da carne para o consumidor é um forte indício dos prejuízos que a população pode ainda sofrer com a crise financeira mundial, o senador Valadares (PSB) foi a tribuna hoje cobrar do governo um pacote para salvaguardar o consumidor. “É preciso proteger a economia da grande massa da população, ela que é a parte fraca e indefesa desse processo, sem nunca ter feito parte do cassino global que veio a chocar-se com a economia real e provocar uma grande crise mundial”, enfatizou o senador.  Valadares disse que em poucos dias o reajuste médio dos preços da carne foi de 21%, sendo que no caso do contra-filé ele alcançou a 54%, pulando de R$ 12,90 para R$ 19,90. E, em seu entender, as notícias do aumento do dólar e o fantasma da crise estimulam a especulação econômica, justamente aquilo que é preciso combater. O senador está convicto de que o aumento do preço ao consumidor advém do fato de os frigoríficos preferirem vender a carne para o exterior e faturar mais com a alta do dólar.

 

Pobres pagarão preço da crise II

O resultado dessa política, no entender do senador, é que a maior parte da produção termina sendo exportada e a pior carne é a que fica para o mercado interno. “Aquela carne que o consumidor do exterior não aceita comprar e que nos chega mais cara”, afirma Valadares, para quem os frigoríficos também participaram do “cassino”, aplicando dinheiro em apostas no câmbio, captando recursos no exterior e aplicando em juros no Brasil, apostando na alta do real frente ao dólar e nos ganhos financeiros que tiravam desta aposta. “A aposta deu errada, a crise chegou, o preço da moeda disparou e a resposta dos frigoríficos não se fez esperar: intensificação das exportações de carne nos últimos dias, para recuperar parte dos prejuízos das suas apostas em mercados de câmbio. Nas costas do consumidor. É tempo de agir para que a conta seja enviada apenas para quem estava dentro do  cassino”, enfatizou o senador.

 

Uso indevido de veículo

O veiculo Astra com placa PM 1542, chama a atenção dos moradores do condomínio Maria Resende, no bairro Aruana porque todos os finais de semana encontra-se numa garagem no local. Tem morador jurando que durante a construção da casa naquele condomínio o Astra da PM aparecia às vezes trazendo o engenheiro responsável pela obra. Com o novo comando o uso abusivo dos veículos parece que diminuiu sensivelmente, pelo menos este espaço nunca mais recebeu denúncias e, quando pela manhã, bem cedo, pelas ruas da cidades, os veículos não circulam mais levando crianças para as escolas.

 

Aracaju sediará curso Internacional de Laringologia I

Na próxima semana  Aracaju vai sediar o Curso Internacional de Larangologia – Interativo, patrocinado pela Academia Brasileira de Laringologia e Voz –ABLV e o  Curso de Voz, patrocinado pela Sociedade Sergipana de Otorrinolaringologia ( 23 a 25 de Outubro de 2008) e terá como local o Hotel Parque dos Coqueiros. O Curso Internacional de Laringologia – será o 1º curso  de laringologia totalmente interativo realizado no Brasil , e contará com a presença  de mais de 50 palestrantes que podemos destacar os Prof.Dr. Mário Andrea de Portugal atual Presidente da Sociedade Européia de Laringologia ,Prof.Dr. Masao Kume do México,Presidente da Fundação  Mexicana  da Voz,Prof.Dr. José Antonio Pinto(SP),Prof.Dr. Paulo Pontes(SP),Prof.Dr. Domingos Tsuji(SP),Prof. Dr.Agrício Crespo( SP) , Profª Drª Patrícia Santoro ,entre outros  de diversos estados brasileiros, e de diversos países como Venezuela, Colômbia,México, Chile, Argentina e Estados Unidos da América.

 

Aracaju sediará curso Internacional de Laringologia II

O Curso de Voz ( Atualização Fonoaudiológica) terá como tema “ A Avaliação e Intervenção Fonoaudiológica  Vocal em Disfonia Orgânica” e será ministrado pela Profª Drª Sílvia Pinho(SP) uma das mais renomadas fonoaudiólogas  do Brasil.O Curso Internacional de Laringologia – Interativo tem a Coordenação Geral  do conceituado Médico Otorrinolaringologista sergipano o Prof. Dr. Jeferson Sampaio d’Ávila, que também é o atual presidente da Academia Brasileira de Laringologia e Voz-ABLV , já o Curso de voz  tem a coordenação da fonoaudióloga sergipana Fga.Ms. Neuza Josina Sales. A organização geral e a secretaria executiva  dos dois cursos está  a cargo da JS Eventos e Marketing, empresa sergipana. Informações:

www.cursolaringologiabrasil.com.br

 

Deputado participará de Congresso em Goiânia

O deputado federal Eduardo Amorim (PSC), participará de 15 a 18 deste mês do 8º Congresso Brasileiro de Dor, que será realizado em Goiânia-GO. O parlamentar sergipano, médico, especialista em DOR, irá ministrar a palestra “A Câmara Técnica de Dor e Cuidados Paliativos do Ministério da Saúde – Diretrizes Nacionais”. Na ocasião Amorim mostrará como é o funcionamento do parlamento e como a política está inserida na vida das pessoas. “É uma realidade permanente em nossas vidas”, afirma. Outro ponto forte da apresentação do deputado será a enfatização da DOR Social, ele irá mostrar qual é a real situação da saúde, educação e a como vivem os brasileiros. “O Brasil gasta apenas 8% da renda nacional com saúde. Esse número está na média dos países em desenvolvimento, mas esconde profundas e visíveis Dores sociais”, completa Amorim.

 

ONG diz que água de cidade da BA está contaminada por urânio

Deu na FSP de hoje, 17: “A água de Caetité (BA) está contaminada por urânio. A afirmação consta de relatório divulgado ontem pela ONG Greenpeace. Análises feitas a pedido do grupo ambientalista por um laboratório da Universidade de Exeter, do Reino Unido, detectaram quantidades de urânio até 7,3 vezes maior do que o permitido pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Segundo a ONG, a presença do elemento está ligada à mina da INB, responsável pela exploração do urânio para produção de combustível nuclear. Essa é a única mina de urânio do país. “O relatório é injusto”, disse Otto Bittencourt Netto, diretor da INB. Segundo ele, a empresa controla todos os pontos de água sob responsabilidade dela. “Quando detectamos algo, fechamos o poço.”

 

Artigo sobre a SSP I

E-mail encaminhado pela delegada de Polícia Civil, Georlize O. Costa Teles: “Gostaria de iniciar o meu texto reafirmando o meu respeito a todos os profissionais de imprensa de nosso Estado. Razão que me levou a encaminhar a minha opinião acerca da matéria veiculada no sítio da infonet, de responsabilidade de Vossa Senhoria. Vale esclarecer que só li a matéria, após receber algumas ligações de colegas da Segurança, na sua maioria esmagadora, militares da Polícia e do Corpo de Bombeiros, exigindo de nós um posicionamento. Preservando um estilo próprio, adotado desde o meu ingresso na Instituição, já se vão 18 anos, não desejo polemizar sobre a afirmação feita na matéria no que concerne a frase“ O governador deve se lembrar das experiências passadas de delegados como secretários, que foram “terríveis”, ajudando a dividir mais as polícias”, mas é preciso restabelecer a ordem das coisas. O estado de Sergipe teve dois delegados ocupantes da titularidade da pasta da Segurança Pública, um deles fui eu, Georlize Oliveira Costa Teles, e sem nenhuma dúvida, não guardo em meu currículo o fomento ao acirramento da disputa por espaços entre as Corporações, ao contrário, os depoimentos tidos até a presente data são que durante a nossa gestão houve uma fala harmoniosa entre as Instituições que compõem a Segurança de Sergipe, ou seja: Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia. Havia as discussões próprias de cada uma, mas imperava o respeito entre todas”.

 

Artigo sobre a SSP II

Continua a delegada: “Quero insistir que não desejo discutir a redação do nobre jornalista, apenas esclarecer alguns pontos, por acreditar sinceramente que “este jornalista não tem medo de dar “nome aos bois” e que “Não publica os nomes porque tem a certeza de dois deles, mas só publicará quando tiver o nome de todos, sem medo algum.” Todavia, sem a adoção das cautelas devidas, corre-se o risco de emissão de opinião destoante da realidade e até do cometimento de injustiças.“Se o governador resolvesse, de uma hora para outra, nomear um coronel para comandar a SSP? A nomeação do titular da Pasta da Segurança é de livre escolha do Governador, e desta forma, cabe a todos respeitar, não restando qualquer questionamento quanto a isso. Saliente-se que um Coronel PM ou BM é um profissional de Segurança Pública extremamente qualificado, uma vez que alcançou o estágio máximo da Corporação.  Por fim, quero ressaltar que gosto de ser policial, executo com dignidade a minha missão, e que o único cargo efetivamente conquistado foi o de delegada de polícia, pela porta larga do concurso público, e esse é o único pelo qual lutarei a vida toda”.

Georlize O. Costa Teles, delegada de Polícia Civil.

 

Bancários de Sergipe rejeitam nova proposta da Fenaban

A Federação Nacional dos Bancos se reuniu ontem, 16, com o Comando Nacional dos Bancários, em São Paulo, e elevou a proposta de reajuste salarial dos bancários de 7,5% para 9%, mas apenas para quem recebe um salário de até R$ 1.500. Para quem ganha acima desse valor permanece o índice apresentado anteriormente.  A assembléia desta noite rejeitou, mais uma vez, a proposta da Fenaban. “A categoria entendeu que essa proposta é divisória, e nós não podemos aceitar divisão da categoria. Portanto, a greve continua amanhã e ainda mais fortalecida com o número cada vez maior de bancários do Banco do Estado de Sergipe – Banese – que tem aderido ao movimento. Os bancários de Sergipe lotaram o auditório do sindicato e decidiram continuar lutando pelo índice que foi aprovado pela categoria, que é de 13,23%. “Ainda não foi dessa vez. A proposta da Fenaban foi considerada inaceitável. Não vamos aceitar interromper a greve para negociação. A fase de negociação com os bancários trabalhando já aconteceu durante todo o mês de setembro”, afirma José Souza, presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe.

 

DO LEITOR

 

Cartazes no Fórum, assédio moral? I

Deu no boletim do SINDISERJ: “Em visita ao fórum da comarca de Propriá os diretores do SINDISERJ constataram a insatisfação dos servidores com os cartazes afixados por ordem do diretor do Fórum da Comarca de Propriá, o Juiz Rômulo Brandão, no pátio de entrada com o seguinte texto: “Se você não for bem atendido (a) peça para falar com o juiz”. Por via telefônica ao ser indagado pelo sindicato o Exmo. Sr. Juiz alegou que o seu ato visa a melhoria do serviço e está dentro da legalidade.  Muitos dos servidores reclamam da forma como o magistrado os tem tratado sendo de conhecimento de todos na comarca  que uma servidora praticamente pediu remoção, por não mais suportar as pressões do juiz, e outra servidora encontra-se com o sistema nervoso abalado a ponto de necessitar de acompanhamento psicológico”.

 

Cartazes no Fórum, assédio moral? II

Continua a matéria: “Se o fórum possui quadro de avisos, seria de bom alvitre que o magistrado nele afixasse  as suas portarias e recomendações, incluindo os dias e horários em que o mesmo se encontra em disponibilidade para atender a população a fim de ouvir questões relacionadas aos problemas extrajudiciais, ou então, podemos imaginar o seguinte cartaz afixado nas dependências do fórum. “Todos os juízes tem que cumprir os prazos legais, se o seu processo encontra-se no gabinete com o prazo vencido, comunique a corregedoria, a presidência do TJ, ao CNJ, ao Supremo Tribunal ou ao clérico mais próximo de você”. Recomendação esta já repassada pelo CNJ.  O SINDISERJ repudia todo ato que atente em promover humilhação a qualquer pessoa, o ser humano deve ser tratado com respeito e dignidade, estamos atentos, principalmente na nossa seara judiciária, da qual devem fluir os exemplos. Como diz o Senhor Jesus, “Não é o servo menor do que o seu senhor”.

 

Como se tornar um Servidor Público?

De um servidor do TC: “Muitos responderão que com estudo e dedicação é possível se tornar um servidor público……………., mas em se tratando de Tribunal de Contas do Estado de Sergipe a forma encontrada transgride a inteligência dos “normais”. Que tal você fazer um concurso numa Prefeitura do interior do Estado, cuja realização do mesmo será administrada por uma empresa de pequeno e desconhecida para a maioria dos “normais”, porém conhecida por um pequeno número de pessoas influentes o suficiente para assim que seja homologada os felizardos sejam imediatamente requisitados pelo TCE,  e,  como num passe de mágica esse servidor requisitado conste no sistema como “quadro efetivo do TCE”, explique essa façanha?….não,  ninguém explica! É um absurdo, é sórdido, é uma ofensa para os demais servidores. Existem diversos casos no TCE……….precisa-se fazer uma auditoria na folha de pagamento. …Quem o fará?”

 

Mas uma da Rádio Milenius em Itaporanga

De um leitor: “Ao ler a publicação do dia 11/10/08 com o titulo Rádio Milenius I e II e sendo um cidadão Itaporanguense venho aqui mim somar com esse professor de nome Pedro Santana. Pois essa mesma rádio que de inicio nasceu com a idéia de ser uma rádio comunitária hoje se tornou mesmo sem as devidas autorizações dos órgãos competentes uma Rádio totalmente comercial e P-O-L-I-T-I-C-A, pois a mesma descaradamente foi usada como trampolim para alguns candidatos, era visível o apoio da rádio em movimentações do então candidato eleito Cesar Mandarino como por exemplo o carro da radio na carreata do mesmo,  com o passar do período eleitoral o senhor Wilton Andrade dono da então Rádio que funciona de forma I-L-E-G-A-L anda fazendo pouco caso de funcionários que não aceitam ler na cartilha dele já que demitir esses mesmos funcionários é algo complicado pra uma empresa que não paga em dia e esta em situação desconfortável perante a justiça. Quero usar esse espaço que é um espaço democrático, imparcial e ético para chamar atenção de todos os órgãos competente no sentido de fazer com que essa Rádio pirata possa respeitar a decisão da Justiça e procurar se R-E-G-U-L-A-R-I-Z-A-R e quando estiver em situação regular essa mesma rádio possa ser uma voz para todos os cidadão e não somente aqueles que são do partido A ou B, queremos dos meios de comunicação que funcionem sendo a V-O-Z de todos os cidadãos”.

 

Frase do Dia

“A minha terra dá banana e aipim, meu trabalho é achar quem descasque por mim”. Noel Rosa & Kid Pepe (1933).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários