Hora da recompra

0

Passada a euforia inicial, quando muitas lideranças políticas do interior pensavam que encheriam as burras vendendo a consciência dos eleitores, a expectativa agora desses vendedores de votos é com a fase da recompra. Os que ficaram com a “mercadoria” encalhada por falta de comprador, vão fazer todo tipo de chantagem para recuperar o ‘prejuízo’ sofrido no início da campanha. Dirão terem recebido ofertas milionárias e que seus votos serão fundamentais para a vitória do candidato, além de alertar que se não pagar o valor exigido verá o curral ser transferido para o adversário. Tão espertos quanto os ‘comerciantes’, candidatos mais calejados nesse comércio ilegal têm espalhado que estão com milhões em dinheiro vivo para gastar na hora da recompra. Há quem garanta, contudo, que tudo não passa de conversa fiada para engabelar as lideranças políticas e os cabos eleitorais. Tomara que seja!

Apertados na TV

Depois de Jackson Barreto (PMDB), ontem foi a vez de o candidato a governador Eduardo Amorim (PSC) ser apertado na entrevista ao vivo na TV Sergipe. Embora aliado político dos donos da emissora, o candidato teve que responder perguntas fortes, como a influência que sofre do irmão Edvan Amorim (PR) e o inquérito que responde por possíveis irregularidades na Secretaria Estadual da Saúde. Diferente de Jackson, que reclamou das perguntas ácidas, até agora Amorim não se queixou.

Comércio sujo

Você eleitor que repete
Que todo político é ladrão,
Mas vende ou troca o voto
A cada nova eleição,
Você é igualzinho a eles
Não vale nem um tostão.
Não sei quem é mais safado
Nessa tal corrupção,
Se o eleitor iludido
Ou o político ladrão,
Que vende e compra voto
Nos tempos de eleição.

O cordel acima é da lavra da poetisa cearense Dalinha Catunda.

Coletiva

E quem concede entrevista coletiva daqui a pouco é o presidenciável Mauro Lasi (PCB), que desde ontem faz campanha em Aracaju. O encontro do comunista com a imprensa sergipana será no Cotinguiba Esporte Clube. Em seguida, Lasi viaja para Pirambu onde se encontra com pescadores, marisqueiras e simpatizantes de sua candidatura à Presidência.

De olho nos carros

Atenção candidatos: os carros com propaganda eleitoral afixada de maneira irregular poderão ser apreendidos. É que o Código Brasileiro de Trânsito proíbe colar adesivos que cubram os vidros dos carros e coloquem em risco a segurança do veículo. Também é proibido adesivar toda a extensão do para-brisa e traseira dos automóveis, bem como alterar a cor do carro com a adesivagem total ou acima de 50% do veículo. Se o Código for cumprido, faltará espaço para colocar tantos carros apreendidos.

Mais uma

Está no forno uma nova pesquisa sobre as eleições majoritárias em Sergipe. Encomendada pelo jornal Correio de Sergipe ao instituto W1emcampo, a consulta começou a ser feita no último dia 15 e deve terminar amanhã, podendo ser divulgada no próximo domingo. Pelo registro no Tribunal Regional Eleitoral, o levantamento está sendo feito em 30 municípios sergipanos. Desde o registro das candidaturas, o Vox Populi, Ibope, Ipese e Dataform já divulgaram pesquisas em Sergipe.

Salamaleque

O presidente interino da Assembleia, deputado Zé Franco (PDT), recebeu ontem a visita do presidente do Tribunal de Contas do Estado, Carlos Pinna de Assis. O encontro serviu para os dois tirarem fotografias e tratar sobre a parceria entre o Legislativo e o TCE. Nem precisava esse salamaleque todo, pois o Tribunal de Contas não passa de um órgão auxiliar do Parlamento estadual.

Proibido

O deputado federal Mendonça Prado (DEM) comunicou à executiva nacional demista que a coligação a que pertence não veiculou a propaganda dele no horário eleitoral gratuito. Prado explica que o veto ocorreu porque ele se recusa a pedir votos para o candidato a governador Eduardo Amorim (PSC). No comunicado à executiva, o deputado pede que lhe seja garantido o tempo do DEM para que ele possa utilizar como achar melhor.

Juventude

O governador e candidato à reeleição Jackson Barreto (PMDB) se reuniu ontem com lideranças e integrantes da juventude peemedebista e de partidos coligados. Durante o encontro, foram discutidas ações para intensificar a campanha eleitoral em todo o estado. Também participou da reunião a ex-secretária Eliane Déda, coordenadora da campanha de Dilma Rousseff (PT) em Sergipe e viúva do ex-governador Marcelo Déda (PT).

Último dia

Acaba nesta quinta-feira, o prazo para o eleitor requerer sua habilitação para votar em trânsito no 1º ou no 2º turno das eleições de outubro. Para votar em trânsito é preciso que o cidadão esteja com a situação regular no cadastro eleitoral e apresente um documento oficial com foto. Uma vez cadastrado nessa modalidade, o eleitor ficará automaticamente apto a votar no local onde informou que estará no dia do pleito.

Caça às bruxas

O vereador aracajuano Renilson Félix (DEM) acha que servidores municipais ligados ao PT e ao PC do B estão atrapalhando a administração do prefeito João Alves Filho (DEM). Em discurso na Câmara, o demista apelou ao aliado que retire as funções gratificadas de todos aqueles servidores que votaram contra o DEM e os partidos aliados. Em aparte, o também governista Agnaldo Feitosa (PR) disse não concordar com o “caça às bruxas” sugerido por Renilson.

Recorte de jornal

Publicado no aracajuano Diário da Manhã em 27 de setembro de 1918

Resumo dos Jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários