Marquises perigosas

0

Por que será que a Prefeitura não manda demolir as velhas e inseguras marquises existentes em vários pontos de Aracaju? Maior exemplo desse desleixo do poder público pode ser visto na Avenida Rio Branco. A marquise do velho prédio onde funcionou o Diário de Aracaju está escorada por madeiras, podendo desabar a qualquer momento em cima de alguém. Na área dos mercados centrais existem outras tantas, que ameaçam as vidas de quem passa diariamente sob elas. Será tão caro demolir uma velha marquise, ou o que falta é disposição na Prefeitura para acabar com essas danificadas e perigosas estruturas de cimento e ferro?

De volta

O prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo (PMDB), retornou a Sergipe após ter se submetido a uma série de exames no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O médico Paulo Airosa, que o examinou, recomendou a utilização de raio laser para eliminar uma pedra em um dos rins do peemedebista, indicando o colega sergipano Ricardo Bragança para fazer o procedimento clínico. Luciano passou uma semana na capital paulista.

Caiu de maduro

Alegando "perseguição política e pessoal da mídia" e a "condenação sumária" da Comissão de Ética da Presidência da República, Carlos Lupi (PDT) pediu demissão do Ministério do Trabalho. Fez um favor à presidente Dilma Rousseff (PT), que iria exonerá-lo mesmo por conta do festival de denúncia contra ele. Lupi é o sétimo ministro a deixar o barco governista. Resta saber quem será o próximo.

Árvores na ponte

Com a decisão da Energisa de não erguer este ano sua Árvore de Natal na Coroa do Meio, bem que a Prefeitura poderia decorar a ponte Aracaju-Barra, aproveitando as enormes torres para decorá-las em formato de uma árvore gigante. É barato, rápido e fácil de fazer. A não ser que a administração municipal não queira decorar a ponte só porque ela foi construída no governo de João Alves Filho (DEM). Será?

Coletiva

A Petrobras realiza nesta segunda-feira uma coletiva de imprensa sobre a ampliação do fornecimento do Diesel S-50, e o lançamento do Arla 32, solução de uréia. Os produtos atendem às novas tecnologias dos motores a diesel fabricados a partir de 2012. A entrevista será concedida pelos diretores de Abastecimento, Paulo Roberto Costa, de Gás e Energia, Graça Foster, e pelo presidente da Petrobras Distribuidora, o sergipano José Lima de Andrade Neto.

Saia justa

O presidente interino da Câmara Municipal de Aracaju, vereador Jony Marcos (PRB), tem encontrado dificuldades para cumprir parte da agenda do titular do cargo, vereador Emmanuel Nascimento (PT), que se afastou para substituir por 10 dias o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B). É que, entre os compromissos do petista, um político ligado ao movimento negro, estão os festejos promovidos pelos terreiros de Candomblé. Acontece que a Igreja Universal, da qual Jony é pastor, condena as seitas afro-brasileiras.

Crise preocupa

O pacote econômico anunciado na semana passada indica que, devido à crise econômica internacional, o governo federal tem projeções preocupantes para os próximos meses. Quem pensa assim é o secretário estadual da Fazenda, João Andrade. Ele achou as medidas anunciadas importantes para estimular o consumo e manter a economia em crescimento.

Novo livro

Será às 18h de amanhã o lançamento do livro Microcontos, de autoria do jornalista Célio Nunes, já falecido. Editado pela Secretaria Estadual de Governo e pela Segrase, o livro será lançado na Sociedade Semear, na rua Vila Cristina, em Aracaju. Pai do jornalista Cláudio Nunes, Célio foi editor do Jornal da Cidade e Correio de Sergipe, diretor da Segrase e publicou vários livros.

Malas prontas

E quem deve deixar a Secretaria de Planejamento de Propriá é o ex-prefeito Paulo Britto (PT). Alegando questões de ordens pessoais, ele renunciou a prefeitura propriaense em julho deste ano, tendo sido convidado pelo sucessor José Américo Lima (PSC) para assumir o Planejamento. Paulo, que é médico, pretende reassumir o emprego na Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e retornar a dar aulas na Universidade Federal de Sergipe.

Vice da Gama

O Vasco da Gama conquistou ontem mais um título ao empatar com o Mengão: é o vice-campeão do campeonato brasileiro de futebol, que foi conquistado pelo Corinthians. A maior goleada da última rodada da competição aconteceu em Minas Gerais, onde o Cruzeiro surrou o rival Atlético Mineiro por 6 a 1. Quem mandou o galo se meter com a raposa?

Do baú político

Era 1996 e Aracaju vivia o clima de disputa eleitoral. Na reta final da campanha, o peemedebista João Augusto Gama liderava todas as pesquisas para prefeito. Candidato a vereador, o radialista Chico de França, que tinha como slogan “Chico em alta velocidade”, aproveitava sua oratória fácil para tentar conquistar votos nos comícios do PMDB. Num deles, realizado no bairro Cidade Nova, o comunicador dizia que se eleito iria fazer isso e aquilo quando, de repente, sua prótese dentária voou no meio do povo. Sem perder a calma, Chico pediu a um garoto: “Ei, apanhe aí minha chapa, por favor”. Recebeu a dentadura e, com areia e tudo, a recolocou na boca para continuar o discurso: “A chapa caiu, mas minha candidatura continua firme e forte”. Foi muito aplaudido pela sagacidade, porém não conseguiu os votos necessários para chegar à Câmara. Gama foi eleito no 2º turno, disputado com o petista Ismael Silva.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários