Memória: Sergipe, futebol e política

0

A Federação Sergipana de Desportos foi criada em 10 de novembro de 1926, com a denominação de Liga Sergipana de Esportes Atléticos, filiando-se, em 25 de fevereiro de 1927, à CBD – Confederação Brasileira de Desportos. Muitas décadas depois, teve seu nome mudado para Federação Sergipana de Futebol, nos anos 70 do século XX.

A entidade, filiada à Confederação Brasileira de Futebol, foi presidida, ao longo do tempo, por figuras ilustres de Sergipe. Exemplos marcantes: O intelectual Clodomir Silva, o desembargador Edson Ribeiro, o educador Alcebíades Vilas-Boas, o funcionário público federal Newton Porto, todos esses na época do futebol amador (FSD).

Durante muito tempo, o futebol sergipano foi dominado pela chamada “oligarquia”, grupo liderado pelo general Djenal Tavares de Queiroz, que era integrado por desportistas que se revezaram na presidência da federação de futebol. Foram eles Manoel Cardoso Barreto, Américo Alves, Curt Vieira, respectivamente odontólogo e professor, empresário  e advogado. O general Djenal Tavares Queiroz, o líder máximo do grupo, foi deputado estadual e depois vice-governador do Estado. Américo Alves também chegou a ser deputado estadual. Curt Vieira foi assessor jurídico da antiga Energipe e secretário da Educação, que, inclusive, teve o mérito indiscutível de implantar os Jogos da Primavera, em 1963, no governo Celso de Carvalho, vice que virou governador com a cassação de Seixas Dória pelo regime militar.

O maior expoente em termos diretivos do futebol sergipano foi, sem dúvida, Robério Garcia, ativo militante do PCB, irmão do ex-governador de Sergipe, Luiz Garcia, e de Joé Garcia Neto, que governou o Mato Grosso, e tio de Gilton Garcia, que foi deputado estadual em Sergipe e governador do Estado do Amapá. Como se sabe, a família Garcia teve uma forte presença na vida política de Sergipe nas últimas décadas. Por sinal, ótimas notícias sobre o estado de saúde de Gilton Garcia: está curado da meningite, depois de um período internado em São Paulo.

Robério Garcia, que implantou o regime profissional no futebol sergipano, revolucionou o outrora chamado “esporte bretão”. Sua administração à frente da ainda FSD foi o divisor de águas na história do futebol sergipano. Presidente da mentora (FSD), em 1964, foi preso e consequentemente afastado do cargo, sendo substituído pelo dentista e professor Manoel Cardoso Barreto, o Manuca.

Daí em diante, o campo foi literalmente ocupado por representantes da famosa oligarquia, cujo maior crítico era, sem dúvida, o comentarista esportivo Wellington Elias, ainda em ação na crônica esportiva de Sergipe. Com a transformação da FSD em FSF, assumiu a presidência o jornalista e atual membro do Ministério Público José Carlos Oliveira. Em 1989, José Carivaldo de Souza derrota Alceuá Gonçalves, para muitos, o último representante da oligarquia (há controvérsias). Carivaldo, ex-jogador do time aspirante do Confiança e ex-presidente do Vasco que levou a agremiação cruzmaltina ao título estadual em 1987, assume a FSF e, nos seus dois primeiros mandatos realiza um ótimo trabalho, dentro das naturais limitações.

O tempo, que é implacável, acabou desgastando sua imagem. Enveredou pela política partidária. Foi eleito e reeleito prefeito de Macambira. Foi presidente da Fundação Estadual de Esportes, no governo Albano Franco. Extremamente atrelado ao governo do Estado, desde João Alves, passando por Albano Franco, novamente João Alves e chegando a Marcelo Déda. Visceralmente ligado à CBF e dela dependente, Carivaldo de Souza viu, recentemente, cair o seu “capo”, Ricardo Teixeira. Mas ainda permanecerá no comando do futebol sergipano até 2015, portanto após a Copa do Mundo de 2014.

Com este breve comentário, o blog mostra, sem ter a mínima dificuldade, a ligação umbilical entre o futebol e a política. A Federação Sergipana de Futebol completará 86 anos em novembro próximo. Já Carivaldo comanda o futebol de Sergipe há 23 anos e tem mais 3 anos de mandato a cumprir. Em 2015, poderá, quem sabe, ser novamente reeleito, se as alterações na legislação das entidades desportivas não forem aprovadas pelo Congresso, até lá. Conclusão: o presidente mais longevo da história de nosso futebol terá, ao fim de seu atual mandato, dirigido a FSF por mais de um quarto de toda a sua existência. O que o leitor pensa sobre isso?

(P/ relembrar a história da FSF, o blog contou com a importante e decisiva contribuição do jornalista e radialista Alceu Monteiro)

Perguntar não ofende: Em 37 anos não surgiram arquitetos no Brasil?
O candidato João Alves Filho (DEM) insiste em todas as suas entrevistas em ressaltar que vem conversando com o arquiteto curitibano Jaime Lerner sobre o desenvolvimento urbano para Aracaju. João lembra que quando foi prefeito, há 37 anos, já consultava Jaime Lerner.  O arquiteto tem hoje 75 anos e de lá para cá não surgiram referenciais na área no Brasil? E nem em Sergipe?

Parentada empregada em Prefeitura do Vale do Cotinguiba
O blog recebeu uma relação ontem, 14, com nomes de vários parentes empregados numa prefeitura do Vale do Cotinguiba. Pela relação só faltou a sogra, o cachorro e o papagaio. Mas para não cometer injustiça o blog está apurando todas as informações para posterior divulgação dos nomes e respectivos salários.

Campanha eleitoral em delicatessen
A legislação eleitoral é clara quando diz que é proibida campanha eleitoral em locais privados onde circulam muitas pessoas. Ontem, 14, o blog recebeu a informação de um leitor (que envio a denúncia para a Justiça Eleitoral) de que numa delicatessen, na Avenida Silvio Teixeira, o dono colocou um papel pedindo a assinatura dos clientes para uma reunião com um candidato a prefeito. A promessa: fechar o canal da Avenida Silvio Teixeira.

Pré-vestibular foi lançado por Albano e não João Alves
O deputado Francisco Gualberto (PT) chamou o candidato João Alves Filho de mentiroso na AL, porque veiculou no programa eleitoral que foi o criador do Pré-universitário da rede pública de ensino. Gualberto mostrou números e diversas informações. A bancada de oposição, principalmente os deputados Venâncio Fonseca e Augusto Bezerra não responderam a acusação de Gualberto de que João mentiu no programa.

Só em 2002 foram aprovados 406 alunos em cursos superiores
O blog foi em busca de mais informações com os gestores do período e realmente comprovou que o Pré-vestibular foi

criado no governo Albano, pelo então secretário Nilson Socorro.  Ao contrário do que João informou, só na UFS, em 2002, foram aprovados 112 e no total, 406 ingressam em cursos superiores. O Pré-universitário foi inaugurado no dia 05 de agosto de 2001.

Augusto Bezerra participou da aula inaugural
Na foto ao lado capa da Revista da Educação que destaca entre outras realizações da administração Albano Franco a criação do Pré-vestibular, o primeiro pré-vestibular d escola pública do País. O blog recebeu também o calendário de atividades do Pré-vestibular  com destaque para a aula inaugural, no dia 05.08.2011, com dois convidados especiais, o Dr. Almir Santana e o deputado Estadual Augusto Bezerra. Agora está explicado porque ele não defendeu João Alves. Coerente, Augusto sabe que João Mentiu no programa eleitoral.

Governo negocia com agentes
A secretária de Estado da Inclusão Social, Eliane Aquino e a secretária adjunta da Inclusão Social, Maria Luci Silva, receberam na última sexta-feira, 14, representantes do Sindicato dos Agentes de Segurança e de Medidas Socioeducativas (Sindasse) para tratar das pautas de reivindicações apresentadas pelo sindicato. Os principais assuntos discutidos na reunião foram as solicitações da categoria sobre o recebimento de tickets alimentação e a possibilidade de manutenção do valor pago em julho de 2012 da Gratificação Especial de Atividades Socioeducativas (Gease).

Reivindicações em estudo
A secretária Eliane Aquino ressaltou que todos os procedimentos da Seides são tomados com base em fundamentos legais, por isso os procedimentos passam pelo crivo da Procuradoria Geral do Estado. “As pautas dos tickets e da Gease já estão em análise, porém não tomamos nenhuma decisão sem estarmos documentados e respaldados com parecer da PGE. Inclusive, ainda não podemos tratar de valores, sem este parecer. Acreditamos que as reivindicações serão autorizadas, porém não podemos tomar nenhuma decisão, sem o respaldo dela. Todos sabem que o Estado está atingindo o limite prudencial, por isso as iniciativas não podem ser tomadas de forma impensada”, reforçou a secretária.

Sindicato acredita na secretária
O presidente do Sindasse, Valteno Marques, disse que irá apresentar a categoria o documento elaborado na reunião. “Acreditamos no compromisso da secretária, por isso estamos aqui e queremos resolver as questões da melhor forma possível”.  Em relação a paralisação das atividades do agentes, prevista para a próxima semana, a diretora-presidente da Fundação Renascer, Antonia Menezes garantiu que o órgão tem buscado constantemente alternativas para atender as solicitações da categoria.

Reunião com ministro
Na última sexta-feira, 14, a Presidente e o advogado da FENAGTUR, Irma Karla e Fabrício Amaral respectivamente, tiveram uma reunião com o Ministro do Turismo, Sr Gastão Vieira e o Chefe de Gabinete da Secretaria de Políticas Públicas do Turismo, Sr Paulo André. Em pauta, projetos para a categoria dos Guias de Turismo de todo país. Dentre eles: Apoio ao CBGTUR/2013, cursos de qualificação específicos para a categoria, Projeto de Lei 1231/2011 e outros benefícios que serão amplamente divulgados muito em breve. A reunião foi considerada bastante satisfatória!

Missa de 7º Dia – Newton Pires de Oliveira
Nesta sábado, 15/9, às 19h30, na igreja do MÉDICI, missa 7º dia de Newton Pires de Oliveira, falecido no último domingo. Newton era pai de Rossilar Diana, sogro do ex-vereador Abrahão Crispim e avô do jornalista  Abrahão Crispim Filho.

UFS: Aulas retornam dia 24
Em assembleia ocorrida hoje, 14, os professores da UFS votaram pelo retorno das atividades na universidade. Com 1 voto contra e 5 abstenções, eles decidiram por ampla maioria pela suspensão da greve a partir do dia 17 de setembro, com retorno das aulas a partir de 24 do mesmo mês. Participaram da assembleia 150 professores.

Estado de Alerta
Segundo o presidente da ADUFS, professor Antônio Carlos, a suspensão significa que os professores ficarão em estado de alerta. "Continuaremos mobilizados e acompanhando o PL, acreditando que o Congresso Nacional não irá ferir a autonomia da universidade nos critérios de progressão e avaliação de seus professores".

Empresários do Siqueira Campos receberão auxílio para melhorar gestão
Na próxima sexta-feira, 24, empresários do bairro Siqueira Campos receberão auxílio gratuito para melhorar a gestão de seus negócios. O Sebrae disponibilizará ao público o Programa Negócio a Negócio, um serviço de consultoria que oferece um completo diagnóstico do empreendimento e sugestões para garantir o crescimento da atividade.

Melhor desempenho
Por meio da ferramenta, os empresários podem melhorar o desempenho na produção e prestação de serviços, modificar a forma de atuação no mercado, ter maior controle sobre a área financeira e elevar o desempenho de seus funcionários e colaboradores. As empresas que desejam contar com o serviço podem agendar o atendimento pelo telefone 0800 570-0800.

NAT terá novo horário
O Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT) ampliará o horário de funcionamento a partir desta segunda-feira, 17. Os serviços serão oferecidos das 7h30min às 17h30min, e não mais apenas pela manhã, como ocorre atualmente.

Atendimento mais qualificado
“A procura do cidadão pelos serviços do NAT é muita grande, e o horário atual, das 7 às 13h, não condiz com a demanda diária. A ampliação resultará não só em um atendimento mais qualificado, como também na possibilidade de ampliar o número de trabalhadores atendidos diariamente”, argumenta o secretário de Estado do Trabalho, Lauro Seixas. Para se ter uma ideia, hoje, o NAT atende uma média de 100 pessoas diariamente. A expectativa com o novo horário é, pelo menos, duplicar o número de atendimento diário.

Estado laico I
Teoricamente, de acordo com a Constituição Federal, o Brasil é um Estado laico. Na prática, porém, a interferência das igrejas é muito grande. E, em consequência, sua influência. Claro que ela ocorre, principalmente, através de iniciativas dos evangélicos e dos católicos. Por mera curiosidade, vejamos o que estabelecia a Constituição de 1946 sobre a liberdade religiosa no Capítulo II – Dos direitos e das garantias individuais: Artigo 141 – parágrafo sétimo: É inviolável a liberdade de consciência e de crença e assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes. As associações religiosas adquirirão personalidade jurídica na forma da lei civil. Mesmo artigo, parágrafo oitavo – Por motivo de convicção religiosa, filosófica ou política, ninguém será privado de nenhum dos seus direitos, salvo se a invocar para se eximir de obrigação, encargo ou serviço impostos pela lei aos brasileiros em geral, ou recusar os que ela estabelecer, em substituição daqueles deveres, a fim de atender escusa de consciência.

Estado laico II
Na Constituição de 1988, temos: Capítulo I – VI – É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias. Capítulo I – VII – com pequena alteração na redação, mantém-se o conteúdo declarado no artigo 141 – VIII, da Constituição de 1946. Como é sabido, não são raras as ações contra a prática de cultos religiosos em centros espíritas e mais propriamente nos chamados “terreiros” das religiões de origem africana, como, por exemplo, a umbanda, em todo o país, movidas pelas autoridades policiais.

Estado laico III
A mistura de política com religião, ou seja, misturar Deus (qualquer Deus) ou seus profetas com política é receita certa para o horror. Esta a introdução de artigo assinado pelo jornalista Clóvis Rossi, na Folha de São Paulo, com o título “Em nome do pai, do filho e do ódio”, em que o experiente profissional da imprensa brasileira analisa o assassinato do embaixador americano na Líbia, Christopher Stevens, e de três outros funcionários dos EUA, vítimas de fanáticos islamitas, açulados por fanáticos islamofóbicos.

Futebol
Copa do Nordeste – Definidos os grupos da competição, que terá sua primeira etapa disputada de janeiro a março de 2013. Grupo A – Bahia Ceará, ABC e Itabaiana; Grupo B – Sport do Recife, Fortaleza, Confiança e Souza, da Paraíba; Grupo C – Vitória, América, ASA e Salgueiro; Grupo D –  Santa Cruz, CRB, Campinense e Feirense/// Sem dúvida, a volta desse importante torneio representa uma vitória do futebol nordestino. /// Marco Pólo Del Nero, presidente da Federação Paulista e vice da CBF (um deles), é o mais provável candidato à sucessão de José Maria Marin, que cumpre um mandato tampão. /// Fluminense e Atlético continuam liderando o campeonato brasileiro da série A. /// Milton Dantas reconduzido à diretoria da Liga do Nordeste, agora como titular do departamento comercial. /// Grêmio entra na disputa pela contratação de Paulo Henrique Ganso.

Curtas
Projeto de lei determina que condomínios deverão adotar medição individual do consumo de água. /// O autor é o senador sergipano Antônio Carlos Valadares. /// O relator, Ciro Nogueira, já emitiu parecer favorável ao projeto. /// Protestos anti-americanos espalham-se pelo Oriente Médio. /// Egito, Tunísia, Irã, Iraque e Iêmen são países em que já houve atentados contra embaixadas e outros organismos dos Estados Unidos. /// Prossegue a marcha de condenações no julgamento do mensalão. /// Haddad criticou declarações de Serra sobre a presidente Dilma. /// Felipão demitido, Palmeiras pensa em Jorginho, do Bahia. /// Dilma desonera 40 setores e terceirização começa a ser revista. /// Brasileiros presos nos Estados Unidos. Tentavam entrar no país pelas Bahamas. /// VALE vai pagar indenização a funcionária atacada por onça no Pará. O valor é de 1 milhão de reais.

DO LEITOR

Outra verdade de João Alves. Isso ele fez
Do leitor Messias Gonçalves (mameangon@bol.com.br): “Na sua última gestão, como governador de Sergipe o ex-governador João Alves Filho torrou um monte de dinheiro para uma daquelas “consultorias”, para descobrir a pólvora da maldade. Acabar com todas as empresas públicas. Transformou em Departamento, como autarquias. Coube ao governador Marcelo Déda desfazer tudo. Por isso, quero lembrar aos funcionários da prefeitura de Aracaju, lotados nas secretarias municipais, se querem passar pelas mesmas humilhações e sofrimento por que passaram os seus colegas do estado.Isso sim, “FOI JOÃO QUE FEZ”.*Se você sabe de mais alguma malvadeza que João realmente fez, publique, para que os funcionários da prefeitura de Aracaju, não se tornem vítimas”.

PELO TWITTER
www.twitter.com/ffariajr  "É a posição das velas e não a ventania que nós dá o rumo". Bom dia!!!

www.twitter.com/riltonmorais Bom dia pra quem é peão e acorda cedo pra trabalhar. Isso é glamour? #repense

www.twitter.com/AnderChrisSouza Quando a capacidade de se auto-elogiar é maior do que a de se auto-avaliar, invariavelmente a pessoa perde o senso do ridículo #bomdia

www.twitter.com/capsamuel Joao Andrade diz que estado esta bem financeiramente,porque será que vários fornecedores estão com suas faturas atrasadas a cinco meses?

www.twitter.com/laysmillena Nunca pensei que veria certas pessoas se aproveitando de uma fatalidade para denegrir a imagem de um político. Coisa de gente sem caráter.

www.twitter.com/RodrigoPaixaoSE Na minha singela e nobre amada vida, percebo que todos nós apenas pensamos em sobreviver, deveríamos VIVER !!!

ARTIGO

Pão e circo na política brasileira   Laércio Oliveira *

O quadro eleitoral brasileiro reedita há décadas a estratégia que ajudou a consolidar o poderio do império romano: a política do panis et circenses, pão e circo.

À maneira dos Césares, que distribuíam pão para aplacar a insatisfação da plebe, significativa parte da classe política nacional reproduz um simulacro desse negócio, cujas bases permanecem as mesmas: candidatos a cargos eletivos satisfazem necessidades prementes de eleitores desavisados, concedendo a eles de dinheiro até sapatos e medicamentos, de modo a angariar um apoio que, infelizmente, ainda se revela efetivo.

Da mesma forma que, na Roma antiga, os desempregados, os miseráveis e desassistidos contribuíram para perpetuar suas mazelas ao aceitar esse jogo infame, no Brasil contemporâneo os processos eleitorais ainda são permeados por essa enganação, da qual se alimenta o atraso. O assistencialismo só serve de fato a quem detém o poder, na medida em que corrompe o processo democrático, ao aviltar o exercício saudável da cidadania, do direito ao voto livre e soberano pelo qual tantos lutaram, muitos pagando com a própria vida.

Os eleitores que negociam seus respectivos votos são como os romanos do Império que se contentavam com os pães jogados ao povo nos jogos sangrentos do Coliseu, onde as lutas entre gladiadores proporcionavam o “circo” a distrair as atenções sobre a exorbitante carga de impostos cobrada pelos Césares e a miséria que dela advinha.

Agora, no Brasil, o “circo” é outro, porém igualmente cruel. Hoje não se vê sangue jorrando num “espetáculo” promovido diretamente pelos governantes, como ocorria no Coliseu, mas o circo se transferiu a picadeiros ainda mais institucionalizados e danosos: as Câmaras Municipais, as Assembleias Legislativas e o Congresso Nacional.

Nessas esferas do poder legislativo – resguardadas exceções -, se encontram ditos representantes do povo que, ao contrário, fazem destas Casas um verdadeiro circo. São políticos descompromissados com o bem comum, desqualificados em sua trajetória e propósito, alçados a cargos fundamentais para a justiça social pela acolhida de muitos eleitores que, por ignorância ou interesse imediato, negociaram seus votos. Na prática, negligenciam o próprio futuro, entregando-o a representantes de faz-de-conta, cuja vida pregressa não se ocuparam em analisar previamente, antes de enfim digitar sua escolha nas urnas.

A lei da Ficha Limpa sem dúvida contribui para nortear uma nova ética na política, ao expurgar dos processos eleitorais pretensos candidatos cuja trajetória já esbarrara em práticas ilícitas, danosas ao futuro que toda gente de bem almeja. Mas isso é pouco. Se as urnas ficam impedidas aos já condenados pela lei dos homens, a sociedade não fica livre daqueles que simplesmente nada fazem. Que usam o poder público como uma sinecura, embolsando salários sem a devida contrapartida social que a política levada a sério se propõe a cumprir.

Cabe ao eleitor romper com esse jogo, investigando de verdade a atuação pregressa de seus candidatos, comparando-os sob o norte do trabalho realizado, ou seja, das contribuições reais ao estabelecimento de uma política que, de fato, seja o campo de conquista e realização dos direitos dos cidadãos.

* É deputado federal, presidente da Frente Parlamentar de Serviços e vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Artigo publicado no Jornal da Cidade.

ARTIGO

Quem trabalha demais, não tem tempo para ganhar dinheiro  – Robson Carvalho de Menezes*

Caros Leitores e seguidores

Hoje eu trago um assunto interessante, e ao mesmo tempo nada fácil para se lidar com ele.

Ganhar dinheiro. Diversas frases com esse sentido são ditas todos os dias, e quase que com uma frequência constante.
"QUEM TRABALHA DEMAIS, NÃO TEM TEMPO PARA GANHAR DINHEIRO"

Muitos de nós, já ouvimos ou falamos essa frase um dia, ou ainda convive conosco.

Muitos amigos meus, ou leitores de artigos que publico me perguntam: Robson como faz pra ganhar dinheiro? Robson você postar assuntos relacionados a dinheiro, mas não consigo ganhar dinheiro?

Quem já leu meu artigo sobre: Porque seu modelo de dinheiro é importante, e o compreendeu, sabe como pelo menos iniciar esse processo.

Pergunto a vocês, qual é e como se formou o seu modelo de dinheiro? Vou dizer melhor, o que é o modelo de dinheiro?
Em um dos livros que escreveu o Bilionário T. Haver Eker ele disse: O modelo de dinheiro é como o projeto de uma casa, que é o plano, ou desenho preestabelecido, para aquela construção. Analogicamente, o modelo de dinheiro de uma pessoa é a sua programação, ou o seu modo de ser preestabelecido, com relação as finanças.

Explicitando o conceito de Haver, digo que tudo se caminha a resultados. Entendendo melhor: Se a pessoa fica parada, o resultado dela é permanecer onde ela estar. Se ela anda dois quadrados, o resultado dela são dois passos à frente.
O modelo financeiro de uma pessoa consiste numa junção de pensamentos, sonhos, ações e empenho em questões de dinheiro. Meu amigo, em todos os artigos que escrevo, não diz em nenhum que ganhar dinheiro é tarefa fácil, porém digo que as portas e os desafios estão abertos a todos.

Podemos dizer que pensamentos conduzem a sentimentos? e sentimentos a ações? e ações se conduzem a resultados? Mas é claro que sim!

Se você tem uma ideia estratégica, logicamente ela o levará à sentimentos, e é provável que esses sentimentos se manifestem em ações, contudo lhe conduzindo a seus resultados.

Meu amigo então volte ao início do nosso texto. Quem trabalha demais, não tem tempo para ganhar dinheiro.

Como iremos ganhar dinheiro sem trabalhar? OU trabalhando pouco?

Se conseguirmos entender todo esse texto, veremos que a tarefa não é fácil, porém requer muita dedicação em horas e tempos extras das pessoas, principalmente daqueles que trabalham no chamado "chão-de-fábrica", pois para esses o tempo é ainda mais curto, pois normalmente trabalham a hora dia estabelecida por lei, (8 horas), e ainda sofrem com as horas-extras solicitadas pelos chefes.

O que quero dizer é que foque no seu objetivo, e imagine seu resultado, mas para isso, você tende a ver seu "tempo mínimo livre", para atividades que lhe trarão futuro próspero. Ou seja, não desperdice tempo quanto se tem objetivo. E principalmente de ficar Rico ou Milionário

Digo sempre, acumular dinheiro, para lhe proporcionar liberdade no futuro, não é fácil. Mas modelando seu conceito sobre dinheiro, seu modelo de dinheiro e focar nos resultados, com certeza isso levarão a colher bons frutos.

Leitores, Sucesso a todos! Estou sempre à disposição em meus canais de comunicação.

*Espec. em Finanças

Facebook: robsonmenezes_gestor@hotmail.com

Twitter: @gestor_robson

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun   

Frase do Dia
A essência da vida é andar para a frente;sem possibilidade de fazer ou intentar marcha a trás.Na realidade, a vida é uma rua de sentido único. Agatha Christie, escritora britânica, nasceu em 15 de Setembro de 1890 e morreu em 1976.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários